2011/11/29

África do Sul tem protesto contra desmatamento na Amazônia

John Robinson, Greenpeace/AP

Militantes do Greenpeace se vestiram de árvores em Durban.

Cidade é palco da Conferência do Clima da ONU.
G1

Sinceramente

Com raras e honrosas exceções, há vereadores em Campos dos Goytacazes (RJ) que perdem excelentes oportunidades de se manterem calados.
Que venha 2012, com a torcida por uma ampla renovação na Câmara Municipal.

2011/11/24

Polo Três Rios: incentivos atraem 872 empresas a cidade fluminense

Prefeitura zera impostos e promove mudanças na pacata vida de seus moradores

Vejam o que boa vontade, planejamento e foco na comunidade podem fazer por uma cidade.
Vale a pena conferir a matéria de Valmir Moratelli:
 
http://economia.ig.com.br/empresas/polo-tres-rios-incentivos-atraem-872-empresas-a-cidade-fluminens/n1597380511128.html

2011/11/23

Casa de custódia: presos de Campos deverão ser removidos

MPRJ obtém na Justiça decisão que impede superlotação em casa de custódia de Campos

Em Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), o Juízo da 1ª Vara Cível de Campos determinou a remoção dos presos que excedem a capacidade de 500 pessoas na Casa de Custódia Dalton Crespo de Castro, em Campos dos Goytacazes. De acordo com o Promotor de Justiça que subscreveu a ACP, Marcelo Lessa Bastos, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Campos, constatou-se, por meio de vistoria, que o número de encarcerados era de 585 podendo aumentar com a chegada de presos de toda a Região dos Lagos, por conta da desativação da POLINTER de Macaé.

Na Ação, que tem como réu o Estado do Rio de Janeiro, Lessa citou a meta estabelecida pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de elaborar uma radiografia do sistema carcerário brasileiro. Ele lembrou que para cumprir as medidas estabelecidas pelos dois Conselhos, um grupo de Promotores de Justiça de Investigação Penal de Campos vistoriou a Casa de Custódia em março deste ano e constatou a superlotação.

O Promotor explicou que o excesso de presos na Dalton Crespo de Castro deve-se ao fato da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) ter determinado a extinção e o esvaziamento da carceragem POLINTER em Macaé, o que fez com que todos os presos provisórios da Região dos Lagos fossem direcionados para Campos. Segundo Lessa, a SEAP não forneceu nenhuma justificativa plausível para o problema e tampouco ofereceu alternativa para o caso.

"É sabido que a superpopulação carcerária, a par das violações dos direitos dos presos, o que, por si só, já justificaria a intervenção judicial, é ainda um ambiente propício a rebeliões, o que pode colocar em risco a segurança da Cadeia, dos agentes penitenciários e de toda a comunidade local", alertou o Promotor na Ação.

Com a decisão, o Estado do Rio de Janeiro terá que remover as pessoas que excedam à lotação de 500 presos, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil, em caso de descumprimento, além das sanções criminais que couberem e também não poderá encarcerar um número de presos que supere o limite tolerado pela Casa de Custódia de Campos. Caso descumpra esta última determinação o réu deverá pagar R$ 5 mil por cada preso encarcerado além do limite estabelecido.

http://www.mp.rj.gov.br/portal/page/portal/Internet

Julgamento no TSE

"A adesão da Rádio Diário FM ao esforço de campanha da primeira investigada era tão explícito..."
Ministro Marcelo Ribeiro

"A adesão da Rádio Diário FM ao esforço de campanha da primeira investigada era tão explícito, que em programa veiculado aos 07 de outubro de 2008, apenas dois dias após a realização do primeiro turno, as apresentadoras Linda Mara e Patrícia Cordeiro comemoravam efusivamente a vitória de Rosinha Garotinho e a dedicação por ambas emprestada a tal desiderato. Alguns trechos merecem ser reproduzidos (fls.159/160):

"Linda Mara - 'Patricia é muito competente nas coisas que ela faz, muito. As vezes ela nem conhece aquilo dali, mas bota na mão dela pra ver. Então, parabéns, você teve uma participação fundamental agora na campanha da Rosinha, entendeu?'

(...)

Linda Mara - 'Eu lutei muito pra que a Rosinha realmente se sagrasse aí a campeã nessa eleição, nossa Prefeita, por causa do meu filho, que tem 11 anos e precisa muito.'" (g. n .)

O mais interessante é que Linda Mara apresentava um programa que veio a substituir aquele outrora comandado por Anthony Garotinho, denominado "Fala Garotinho", do qual, coincidentemente, era produtora, conforme evidencia a cópia do ofício por ela subscrito, que se encontra colacionada à fl. 413. Mais do que isso: Linda Mara foi nomeada para o cargo em comissão de Secretária da atual Prefeita, Rosinha Garotinho, pela Portaria 040/2009, de 1° de janeiro de 2009 (fl. 1302).

Em relação ao potencial lesivo das condutas, assim consignou o Regional (fls. 1.559-1.560):

Diante de tal moldura jurídica, é imperioso reconhecer que os fatos acima narrados inegavelmente ostentam a potencialidade de atentar contra a isonomia entre os candidatos, mormente em um processo eleitoral reduzido a um hermético grupo de forças políticas que costumam se alternar no poder, especialmente nas disputas municipais alheias às grandes metrópoles".

Nessa linha de raciocínio, afigura-se inconteste a potencialidade lesiva das práticas panfletárias narradas nestes autos, não se podendo ignorar o poder de convencimento de um tradicional jornal regional, com circulação diária, e especialmente da rádio pertencente ao mesmo grupo de comunicação, que por ser explorada mediante concessão do Poder Público, submete-se a austeras e pormenorizadas restrições em período eleitoral"

Leiam a decisão na íntegra AQUI no blog estouprocurandooquefazer.blogspot.com

http://blogclaudioandrade.blogspot.com/

2011/11/22

Cred Rio Norte em Itaperuna

Será inaugurado no dia 30 de novembro, quarta-feira que vem, no município de Itaperuna, o terceiro Posto de Atendimento ao Cooperado implantado pela Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Profissionais da Educação do Norte, Noroeste e Região dos Lagos – Cred Rio Norte. Os dois primeiros encontram-se em Macaé e em São João da Barra.

O objetivo básico da implantação do novo PAC no município da região noroeste fluminense, além da própria expansão da cooperativa e do fortalecimento de sua marca, especialmente a partir da criação da Sicoob Central Rio, é o de oferecer maior comodidade e conforto aos associados de Itaperuna e áreas ajdacentes.

A escolha da área de implementação do PAC-Itaperuna seguiu os mesmos moldes dos postos de atendimento de Macaé e São João da Barra, sendo um local estratégico, central. Os serviços da Cred Rio Norte na cidade podem ser conhecidos e desfrutados na rua Cardoso Moreira, 431, loja 9, Centro, em novas e modernas instalações. Vale lembrar que todos os serviços ofertados na sede central da cooperativa, em Campos dos Goytacazes, estarão à disposição dos cooperados de Itaperuna.

Ainda dentro do projeto de expansão, o presidente da Cred Rio Norte, Neilton Ribeiro da Silva, adiantou que já se encontra em estudos a criação de um quatro Posto de Atendimento ao Cooperado, agora em São Francisco do Itabapoana, o que deverá ocorrer nos próximos meses.

Os PACs da Cred Rio Norte já implantados são:

Rodovia Amaral Peixoto, 164 - Imboacica - Macaé/ RJ - CEP 27923-420
Tel.: (22) 27736530 - Ramal 2042 - Cel.:(22) 9893-9497

Galeria Maçônica - Avenida Joaquim Thomaz de Aquino Filho 1320, sala 10
Centro – Centro – São João da Barra/RJ - Tel.: (22) 27411179

Conheça a Cred Rio Norte: http://www.credrionorte.com.br/

5 de dezembro

"O PSD prepara uma grande festa no dia 5 de dezembro em Campos (RJ), reduto da família Garotinho. Gilberto Kassab e Sérgio Cabral já confirmaram presença no evento que lançará a candidatura do deputado estadual Roberto Henriques contra Rosinha Garotinho.


No Rio de Janeiro, o PR de Garotinho foi o partido que mais perdeu parlamentares para o PSD – só na Assembleia Legislativa foram quatro deputados que migraram. As informações são da coluna Radar on line do jornalista Lauro Jardim.

O evento será no Automóvel Club Fluminense."
 
http://blogclaudioandrade.blogspot.com/
 

2011/11/18

Vazamento na Bacia de Campos

ANP, Ibama e PF cobram explicação sobre vazamento, que pode ser 23 vezes maior que o divulgado

Enquanto o vazamento de petróleo de um campo operado pela empresa americana Chevron polui o litoral norte fluminense há dez dias, em terra firme, órgãos governamentais — como ANP, Ibama, Polícia Federal e Marinha — e a sociedade civil apertam o cerco em torno de um acidente que pode ser até 23 vezes maior que o estimado pela petrolífera. Oficialmente, a Chevron calcula que a mancha de óleo localizada a 120 quilômetros da costa era ontem de 65 barris na superfície, e que o total vazado ao longo dos dias teria chegado a 650 barris. O geólogo americano John Amos, da ONG SkyTruth, estima, contudo, com base em imagens captadas pela Nasa, um vazamento de 3.738 barris por dia entre 9 e 12 de novembro. Isso daria um total de, pelo menos, 15 mil barris despejados no oceano.

Devido a problemas meteorológicos, os sobrevoos de helicóptero à região do campo de Frade foram suspensos nos últimos dias. Nesta quinta-feira, a Marinha do Brasil uniu-se à ANP e ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para formar um grupo de acompanhamento do vazamento. Os sobrevoos serão retomados hoje e só após a visita os três órgãos devem se pronunciar.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, acredita, no entanto, que em uma semana o derrame de óleo seja interrompido. Ao adotar um discurso para minimizar o acidente, Lobão disse que a empresa "está fazendo de tudo e que a Chevron não foi punida ainda porque há trâmites a seguir".

Para ANP, acidente é cinco vezes maior

Em conversas com parlamentares do Partido Verde, o presidente da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Haroldo Lima, teria calculado que o derramamento de óleo atinge 3,3 mil barris desde o dia 7 de novembro — cinco vezes maior do que afirma a Chevron. Em conversas com o deputado Sarney Filho (PV-MA) e a diretora da ANP, Magda Chambriard, Lima teria dito que houve erro da Chevron na prestação de informações à ANP. Lima informou a Sarney Filho que a Chevron deverá ser punida também por isso, além de multas pelo crime ambiental.

O delegado Fábio Scliar, da Polícia Federal (PF) e autor do inquérito aberto contra a Chevron, afirmou que vai levantar dados e informações para apurar as responsabilidades. Ele pretende ouvir funcionários diretamente ligados à operação e, num segundo momento, convocará executivos da empresa:

— Se a trinca no fundo do mar não for fechada, vai continuar vazando. O responsável por fechar essa rachadura disse à minha equipe que não tinha previsão de quando ia conseguir parar o vazamento. O acidente é uma catástrofe.

O secretário estadual de Ambiente do Rio, Carlos Minc, também estuda cobrar reparação à Chevron:

— Não estamos querendo nos sobrepor ao Ibama. Mas como o acidente ocorreu no Rio, podemos cobrar reparação aos danos ambientais e, sobretudo, as perdas para os pescadores que atuam na região.

O governador do Rio, Sérgio Cabral, ainda não se pronunciou sobre o acidente. A Petrobras, parceira da Chevron no campo, também não vai falar sobre o assunto. Assim como o Ministério do Meio Ambiente, que alega ter repassado a tarefa ao Ibama. O presidente do órgão, Curt Trennepohl, passou boa parte do dia de ontem no Rio, reunido com representantes da Chevron.

Executivos da Chevron devem ser convocados pelo presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara, deputado Giovani Cherini (PDT-RS), para uma audiência pública na próxima semana. No Senado, o presidente da Comissão de Meio Ambiente, Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), também disse que tomará providências. Na segunda-feira, pretende por em votação um requerimento para convidar a empresa, a ANP, o Ministério Público e o secretário Minc.

O geólogo John Amos, da ONG SkyTruth, um dos primeiros a dimensionar o acidente da BP no Golfo do México, acredita que o vazamento da Chevron na Bacia de Campos tenha começado antes mesmo da data divulgada pela empresa (dia 9).

- Estimamos o ritmo do vazamento entre 9 e 12 de novembro em 3.738 barris por dia. Após o dia 12, a vazão pode ter aumentado ou diminuído. Não há como sabermos, porque o tempo ficou nublado — disse Amos, em entrevista ao GLOBO, por telefone.

A Chevron, em nota oficial, informou que a operação de cimentação para vedar o poço continua em andamento. Não informou, no entanto, a previsão para término dos trabalhos.

O motivo do vazamento ainda está sendo investigado. Na avaliação da ANP, a causa "parece ter sido as operações realizadas pela Chevron". A empresa, por sua vez, alega a existência de uma falha geológica na região atingida.

O Globo
reprodução

2011/11/17

Receita e PF fazem operação contra fraude em licitações

Ação envolve 10 mandados de busca e apreensão e 4 de prisão nos Estados de Minas Gerais, Rio e São Paulo


A Receita Federal e a Polícia Federal (PF) deflagraram hoje a Operação Trucatto, para desmontar um esquema de fraudes em licitações públicas nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão.


Os envolvidos poderão responder por formação de quadrilha, crimes contra a ordem tributária, falsidade ideológica e falsificação de documentos, entre outros crimes. O resultado da operação será divulgado à tarde, em Juiz de Fora (MG).

O nome da operação, Trucatto, faz referência ao dado viciado, modificado, que permite que uma ou mais faces apareçam mais do que as outras.

Agência Estado
iG

Frente parlamentar: setor sucroenergético














blogclaudioandrade.blogspot.com

2011/11/14

Rio em estado de atenção: possibilidade de fortes chuvas

RIO - O município está em estágio de atenção desde as 20h30m de domingo devido às instabilidades vindas do Norte da cidade, pela Baía de Guanabara. O estágio de atenção é o segundo nível em uma escala de quatro e significa a possibilidade de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas. Devido ao mau tempo, os aeroportos Santos Dumont e Antônio Carlos Jobim operam com instrumentos para pousos e decolagens.

Segundo o Climatempo, um sistema de baixa pressão atmosférica cresceu neste domingo entre Paraguai e Argentina e avançou para o Sul e Sudeste do Brasil. Durante a madrugada, toda essa instabilidade chegou ao Rio e provocou muita chuva. Dados do Alerta Rio mostram que, entre as 7h de domingo e as 7h desta segunda, choveu quase 90 milímetros na região de Irajá e mais 79 milímetros na Penha. Em outras áreas, a chuva atingiu de 30 a 50 milímetros no mesmo período. Também choveu bastante na região serrana. A Defesa Civil do Rio registrou 13 ocorrências sem gravidades entre as 17h30m de domingo e as 5h30m desta segunda.

Nesta segunda-feira, o risco de chuva forte persiste principalmente no centro-sul do estado. Na terça, feriado de Proclamação da República, essas instabilidades chegam forte e provocam temporais em todas as regiões fluminenses. A chuva cai forte e volumosa, acompanhada de rajadas de vento e raios. Na quarta-feira, o risco de temporais permanece no estado. Somente a partir da tarde de quarta, a intensidade da chuva começa a diminuir.

No Sul Fluminense, as chuvas fortes que vêm caindo provocaram um deslizamento de terra e pedra que interditou a RJ-163 na manhã desta segunda-feira, perto de Visconde de Mauá, em Resende. A estrada liga a Via Dutra a outros distritos localizados na Serra da Mantiqueira, como Maromba e Maringá, já no município de Itatiaia.

Ainda não há previsão para a conclusão dos trabalhos e liberação da pista. O tráfego está fluindo em meia pista próximo a chegada a vila de Mauá.Funcionários do Departamento de Estradas de Rodagem (Detro) estão no local. Eles utilizam máquinas para retirar os entulhos. Segundo testemunhas, a queda de barreira fez com que muitos turistas antecipassem o retorno mais cedo para casa, motivados também pelo mal tempo.

O Globo
c/ed.

Secretário de Direitos Humanos anuncia pacote de melhorias na Rocinha

Investimento de R$ 100 milhões deve completar a ocupação da comunidade da Zona Sul com benefícios para a área social


Rio - O secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves, anunciou
nesta segunda-feira um pacote de melhorias que serão realizadas durante a "ocupação social" na Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul. Segundo Neves, há seis meses existe um planejamento integrado para que as melhorias ocorram na maior favela do estado do Rio. As informações foram confirmadas ao RJTV.

De acordo com o secretário, um plano inclinado com elevador será construído nos próximos quatro meses e vai percorrer o trajeto entre o Túnel Zuzu Angel até a Rua 1, o ponto mais alto da comunidade. Este pacote de melhorias contaria com um investimento de R$ 100 milhões e inclui ainda a urbanização do local conhecido como Largo do Boiadeiro, a revitalização das áreas verdes, a construção de uma biblioteca-parque, entre outros benefícios.

"A retomada deste território é apenas o primeiro passo. Para completar o processo de pacificação é necessária a chegada dos serviços e uma atenção especial ao lado social", disse Neves.

'Desafio de logística'

O secretário de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório, explicou que a limpeza da comunidade será intensificada para resolver o problema com lixo espalhado pela região. Ainda de acordo com ele, algumas áreas vão precisar ser desapropriadas para que toda a gestão de serviços na região seja organizada.

"A Rocinha é o maior desafio de logística de limpeza do Rio. Mas esperamos que em 10 dias um pacote de investimentos resolva problemas com limpeza e iluminação", disse.

Apreensões

A Secretaria de Segurança Pública divulgou, no fim da manhã desta segunda, o balanço das apreensões no segundo dia de ocupação das favelas da Rocinha e do Vidigal, na Zona Sul. Já foram apreendidas mais de 300 kg de drogas, entre maconha, cocaína e crack, 15 fuzis, 16 mil munições, três machados, 27 máquinas caça-níqueis, 21 mil mídias piratas e 75 motocicletas, entre outros itens.

O comandante do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), René Alonso, afirmou nesta segunda-feira que seus agentes continuam as buscas por criminosos "misturados à população" na Favela da Rocinha. De acordo com Alonso, em entrevista concedida ao RJTV, o trabalho de revista de casas continua, mas os policiais não tem permissão para arrombar nenhum imóvel durante as operações.

"A gente ainda vai incomodar os moradores por algum tempo, pedimos até desculpas pelo incômodo, mas é importante e tem que ser feito. Pedimos a colaboração das pessoas para que tudo ocorra da melhor maneira possível", solicitou o comandante.

Ainda segundo Alonso, no caso de qualquer abuso por parte dos policiais, os moradores devem procurar a corregedoria da Polícia Militar para fazer queixas. Está prevista uma reunião com a população da Rocinha na próxima quarta-feira, às 17h, para que o Bope oriente a maneira como todos devem agir durante a ocupação.

Clima de tranquilidade

A primeira madrugada de ocupação na comunidade foi tranquila. Não foram registrados confrontos, prisões ou apreensões nesta segunda-feira, véspera do Feriado da Proclamação da República. Apesar da chuva, moradores deixam suas casas e saem para trabalhar. Os policiais permanecem na região e devem retomar o trabalho de revista a pedestres e motoristas nesta manhã.

"A gente ainda vai incomodar os moradores por algum tempo, pedimos até desculpas pelo incômodo, mas é importante e tem que ser feito. Pedimos a colaboração das pessoas para que tudo ocorra da melhor maneira possível", solicitou o comandante.

Ainda segundo Alonso, no caso de qualquer abuso por parte dos policiais, os moradores devem procurar a corregedoria da Polícia Militar para fazer queixas. Está prevista uma reunião com a população da Rocinha na próxima quarta-feira, às 17h, para que o Bope oriente a maneira como todos devem agir durante a ocupação.

Clima de tranquilidade

A primeira madrugada de ocupação na comunidade foi tranquila. Não foram registrados confrontos, prisões ou apreensões nesta segunda-feira, véspera do Feriado da Proclamação da República. Apesar da chuva, moradores deixam suas casas e saem para trabalhar. Os policiais permanecem na região e devem retomar o trabalho de revista a pedestres e motoristas nesta manhã.

"A gente ainda vai incomodar os moradores por algum tempo, pedimos até desculpas pelo incômodo, mas é importante e tem que ser feito. Pedimos a colaboração das pessoas para que tudo ocorra da melhor maneira possível", solicitou o comandante.

Ainda segundo Alonso, no caso de qualquer abuso por parte dos policiais, os moradores devem procurar a corregedoria da Polícia Militar para fazer queixas. Está prevista uma reunião com a população da Rocinha na próxima quarta-feira, às 17h, para que o Bope oriente a maneira como todos devem agir durante a ocupação.

Clima de tranquilidade

A primeira madrugada de ocupação na comunidade foi tranquila. Não foram registrados confrontos, prisões ou apreensões nesta segunda-feira, véspera do Feriado da Proclamação da República. Apesar da chuva, moradores deixam suas casas e saem para trabalhar. Os policiais permanecem na região e devem retomar o trabalho de revista a pedestres e motoristas nesta manhã.

O secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, disse nesta segunda-feira que o depoimento do traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, pode ser fundamental para ajudar a prender policiais corruptos. O bandido é apontado como o chefe do tráfico na Rocinha e teria dito que boa parte de seu faturamento com a venda de drogas seria usado para pagar policiais corruptos.

O Dia


.

2011/11/11

Teatro do SESI de Campos: hoje é dia de rock


TONY PLATÃO, nesta sexta no SESI com o show “Pros Que Estão em Casa”

Dia 11 de novembro (sexta) às 20h

Ingressos: R$ 20,00
Classificação : 16

"O show de Toni Platão é daqueles shows que não deixam ninguém indiferente. É daqueles shows que alargam os limites da nossa sensibilidade. Hoje muito se fala em conteúdo, mensagem, conceitos. Pra Toni Platão nada disto tem valor se não for com uma forte carga emotiva. A matéria prima de Toni Platão não são notas musicais nem letras. Sua matéria prima é o que vem antes de tudo. Sua matéria prima é a emoção. A emoção que pega de surpresa nos fazendo chorar, rir, calar, gritar, dançar, parar… Com Toni Platão a emoção chega a nos dar falta de ar e a sensação que isto nos provoca é: Estamos vivos!!

Coloque pitadas de Roberto Carlos com Elvis Presley. Adicione uma colherada de Martinho Da Vila e Jimmy Page. Sim, sim Martinho da Vila e Jimmy Page!! Por que não??!! Depois vá colocando a gosto Jazz, Rhythm’ Blues e MPB… Esses foram os primeiros temperos musicais que entraram nos ouvidos de Toni Platão quando a música era ainda algo distante. O que Toni queria ter mesmo por perto era uma bola. Mas com a voz abençoada que Deus lhe deu não teve jeito. Com uma voz dessas tinha que cantar e não ficar gritando: – Passa!! Passa!! Foi só ganhar o primeiro violão com 17 anos que os campos de futebol perderam um bom meio campista e os palcos ganharam um intérprete com uma voz cheia de personalidade. Amém!

A primeira banda, a cultuada Hojerizah, foi montada na faculdade de Jornalismo em meados dos anos 80. Era daqueles alunos que contestava tudo deixando todos na turma inquietos. Numa primeira aula de Filosofia resolveu ir contra as teorias do filósofo Grego e a turma imediatamente resolveu tirar o Coimbra, de batismo, do Toni para começar a chama-lo de Toni Platão. Com a banda lançou um compacto e dois LPs, o primeiro traz uma das canções clássicas do seu repertório: “Pros Que Estão Em Casa”. Maravilhosa!! Com a banda caiu na estrada vivendo intensamente tudo que o rock traz junto na bagagem. Tempos de excessos!! O sucesso de público foi mediano mas o da crítica não faltou. Toni sempre foi muito valorizado pela crítica e por seus companheiros de arte. A banda se desfez e Toni seguiu em frente…

Em carreira solo lançou 3 discos: “Tony Platão” (1994), Calígula FreeJack” (2000) e “Negro Amor” (2006). Todos discos muito reconhecidos pela crítica. Toni se firma como um dos grandes intérpretes da nossa música. A grande voz da sua geração. É daqueles cantores que sabe muito bem colocar a técnica a serviço da emoção. Jamais o contrário!! Jamais!!

Atualmente está na estrada com o show “Pros Que Estão Em Casa” que é o show que representa seu último lançamento o CD/DVD homônimo que teve direção do Gringo Cardia e recebeu o Prêmio de Melhor DVD da Edição 2009 do Prêmio da Música Brasileira. No repertório canções que trazem uma carga emocional bastante forte. Canções como: “Movimento dos Barcos” (Jards Macalé / Capinam), “E Não Vou Mais Deixar Você Tão Só” (Antonio Marcos), “Amor, Meu Grande Amor” (Angela Ro Ro / Ana Terra). Tem também canções em inglês como: “Come Together” (Lennon / McCartney) num arranjo chocante, “ The Man Who Sold Te World” (David Bowie) e também canções autorais como: “Tudo Que Vai” (Toni / Dado Villa Lobos e Alvin L) e “Calígula Free Jack” (Toni / Dado Vila Lobos / Fausto Fawcett). No palco Toni é acompanhado pela mesma banda que gravou o DVD: Sergio Diab (violão, guitarra, vocal) / Wlad (Baixo) / Bruno Wanderley (Bateria) e Rodrigo Ramalho (acordeom e vocal)."

divulgação

2011/11/10

Poema agora (?)

GADO


Eu fico com a sombra deste boi

e você com a relva amaciada.

Fico com o encosto macio,

no aconchego,

e você com o outro lado.

Combinamos assim.

Passo as mãos no

couro plácido e chifres,

enquanto você afasta

os cascos.

Nem eu nem você.

Tenho o gado todo

aqui deitado,

e você os vê do alto

da montanha criada.

PM confirma 150 mil pessoas no ato em defesa do Rio, na Cinelândia

Rio - O número de manifestantes presentes no ato ‘Contra a Injustiça — em Defesa do Rio’ foi de 150 mil, segundo informações da Polícia Militar. A multidão se concentrou às 15h na Candelária e seguiu em caminhada até a Cinelândia. Além dos cidadãos, estavam presentes os 92 prefeitos do Estado, artistas, empresários, políticos e sindicalistas.

Em discurso na Câmara Legislativa do Rio, o governador Sérgio Cabral falou sobre o vazamento de petróleo no mar da Bacia de Campos e das razões do preceito constitucional da indenização dos royalties.

"Esse vazamento não vai chegar no Amazonas. Isso é no litoral do Rio de Janeiro. Essa indenização não se dá só num momento grave como o momento do Golfo do México. Se dá no dia a dia das operações", explicou o governador.

O governador ainda afirmou ter certeza de que a presidente Dilma Rousseff vai vetar a lei de redistribuição dos royalties do petróleo.

"Tenho certeza que Dilma vai vetar (a nova lei). Ela é democrata", disse, lembrando que, durante a campanha presidencial, Dilma assumiu um compromisso, durante comício no Espírito Santo, junto ao então governador Paulo Hartung, de que iria respeitar o acordo já firmado de que um novo marco regulatório só pode legislar sobre o pré-sal a ser licitado.
"E ela, mais do que ninguém, sabe que a legislação sobre recursos já licitados é uma violação de direitos", afirmou. "Tenho certeza que ela vai vetar. Claro que se ela não vetar, será uma grande decepção e nós iremos ao STF. Mas ela vai vetar".

Compareceram ao evento celebridades e ídolos do esporte como o estilista Carlos Tufvesson, Carolina Dieckman, Marcos Frota, Lucinha Araújo, Maria Paula, Ivo Meirelles, Carlos Alberto Parreira, Diego Hypolito, entre outros.

"O que o Rio não quer é que cometam injustiça, que invadam receitas já assumidas que tenham a ver com segurança pública, saúde, educação e pagamento de aposentadorias", disse.

http://odia.ig.com.br/portal/rio/defesa_do_%20rio/html/2011/11/pm_confirma_150_mil_pessoas_no_ato_em_defesa_do_rio_na_cinelandia_205596.html

Morre o ex-prefeito de Campos dos Goytacazes, Zezé Barbosa

O ex-prefeito de Campos José Carlos Vieira Barbosa, o Zezé Barbosa, que estava internado na UTI Hospital ProntoCárdio, faleceu nesta tarde aos 81 anos. Zezé foi prefeito nos períodos 1967/1970, 1972/1976 e 1983/1988.

O velório será na Câmara dos Vereadores de Campos.

http://blogclaudioandrade.blogspot.com/

RJ: Governo espera 100 mil em ato contra distribuição de royalties do petróleo

Foto: Genilson Araújo / Parceiro / Agência o Globo

Para evento desta quinta-feira (10), esquema especial de trânsito foi montado e transportes vão distribuir passagens gratuitas
Fachada da prefeitura do Rio 

O governo estadual do Rio de Janeiro realiza nesta quinta-feira (10), a partir das 15h, o ato público “Contra a Injustiça - Em Defesa do Rio” para protestar contra o novo modelo de distribuição dos royalties do petróleo. A expectativa é de que mais de 100 mil pessoas participem do manifesto, que terá concentração na Candelária e vai seguir pela Avenida Rio Branco até a Cinelândia, no centro da capital fluminense.

O Senado Federal aprovou em outubro o projeto do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) que redistribui as receitas do petróleo. O texto ainda terá que passar pela Câmara dos Deputados antes de seguir para a sanção da presidenta Dilma Rousseff.

Por conta da passeata, o governo estadual decretou ponto facultativo a partir das 14h para seus servidores. A medida também foi seguida pela Prefeitura do Rio e por pelo menos outros 50 municípios da região metropolitana e do interior do Estado, que vão trazer moradores para o ato público em ônibus fretados.

“O que está em jogo é um princípio democrático, de justiça, de respeito às leis, de respeito às normas constitucionais, de respeito ao pacto federativo”, disse o governador do Rio, Sérgio Cabral. “O Rio de Janeiro não pode abrir mão dessa mobilização no dia 10. Acho que vai ser um ato cívico, uma mobilização muito forte da população”, completou.

A atriz Cissa Guimarães será a mestre de cerimônias do ato, que contará ainda com as presenças de Lulu Santos, Fernanda Abreu, Regina Casé e integrantes do grupo de pagode Sorriso Maroto.

A Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) orientou os comerciantes a dispensarem seus funcionários para que eles possam participar da passeata. O Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Rio (Sinduscon-Rio) também mobilizou seus associados para os trabalhadores sejam liberados para o ato público.

Transporte gratuito

 Para incentivar a ida das pessoas ao evento, as concessionárias de transporte na cidade do Rio vão liberar as passagens.

No metrô, os passageiros podem embarcar sem custo em qualquer estação entre 13h e 15h. O retorno será permitido entre 20h e 22h nas quatro estações próximas do evento: Cinelândia, Carioca, Uruguaiana e Presidente Vargas, somente mediante a apresentação da passagem gratuita obtida na bilheteria. As pessoas que embarcarem no metrô após as 15h - encerramento do horário da gratuidade de ida - poderão solicitar a passagem de retorno em qualquer estação.

Nas barcas, os usuários vão poder embarcar gratuitamente em Niterói das 13h às 15h. Nessa estação será distribuído o ingresso de volta, que deverá ocorrer entre 20h e 22h, na Praça 15, no centro do Rio.

Nos trens, os bilhetes gratuitos de ida serão disponibilizados entre 13h e 15h em todas as estações, exceto a Central do Brasil. Para a volta, entre 20h e 22h, o embarque será sem custo na estação Central do Brasil. A recomendação é de que os passageiros retirem o bilhete de volta simultaneamente ao de ida, com o intuito de evitar filas e facilitar o embarque na volta.

Interdições no trânsito

A Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio) montou um esquema especial de trânsito devido ao ato público. A Avenida Rio Branco foi interditada às 11h, no trecho entre a Avenida Presidente Vargas e a Rua Buenos Aires. O mesmo aconteceu com a Avenida Presidente Vargas, pista lateral, sentido Candelária, entre a Avenida Passos e a Avenida Rio Branco.

A partir das 17h, com o início da passeata, a Avenida Rio Branco será totalmente interditada, da Avenida Presidente Vargas até a Cinelândia, permanecendo fechada até às 22h. Com o fechamento da Avenida Rio Branco, os veículos na pista lateral da Avenida Pres. Vargas sentido centro serão desviados pela Avenida Passos, e aqueles oriundos da Praça Mauá terão opção de seguir pelo Mergulhão da Praça 15 ou pela Avenida Perimetral sentido zona sul.

A Rua Evaristo da Veiga, no trecho entre a Rua Senador Dantas e a Avenida Rio Branco, também será interditada a partir das 8h para montagem da estrutura do palco do ato público na Cinelândia.

iG
c/ed.

2011/11/08

Vagas para os concursados em Macaé

Prefeitura de Macaé terá que reservar vagas para concursados e parar de realizar contratações temporárias


Em Ação Cautelar Preparatória proposta pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), a Justiça estadual determinou que o Município de Macaé e a Fundação Municipal Hospitalar de Macaé devem parar de efetuar contratações temporárias para cargos e funções contemplados no concurso público nº 001/2008, para as áreas de saúde e de comunicação. Os réus deverão, ainda, reservar o número de vagas que estão sendo ocupadas por contratados temporários para os que passaram no referido concurso.

O MPRJ recebera reclamações de cidadãos sobre o fato de que diversos cargos que deveriam ser providos por concurso público ainda válido estavam sendo preenchidos por contratações temporárias por meio de convênios entre as duas instituições citadas na ação. Os cargos citados nas reclamações eram os de enfermeiro (Prefeitura Municipal de Macaé e Fundação Municipal Hospitalar de Macaé); psicólogo (Prefeitura Municipal de Macaé e Fundação Municipal Hospitalar de Macaé); técnico em radiologia (Fundação Municipal Hospitalar de Macaé); técnico de enfermagem (Prefeitura Municipal de Macaé); fisioterapeuta (Prefeitura Municipal de Macaé) e publicitário (Prefeitura Municipal de Macaé).

As Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Macaé apuraram, então, que houve grande quantidade de portarias emitidas pela Prefeitura de Macaé e pela Fundação Municipal Hospitalar viabilizando novas contratações e prorrogações dos contratos temporários em vigor, sempre por prazos curtos. A Ação Cautelar foi subscrita pelos Promotores Luiz Fernando de Almeida Rabelo e Rafaela de Souza Serdeira Dominguez para assegurar o resultado prático da Ação Civil Pública a ser futuramente ajuizada. Com a concessão da liminar pela 1ª Vara Cível da comarca da cidade, será possível aferir-se a real quantidade de cargos ocupados por contratações temporárias, em detrimento dos aprovados no concurso e a quantidade de servidores que necessários para o desempenho das funções mencionadas.

"As contratações temporárias realizadas pela Prefeitura de Macaé e pela Fundação Municipal Hospitalar de Macaé, não apenas não atendem ao requisito da necessidade temporária de interesse público excepcional, como também não observam às exigências da própria legislação municipal (...). É, portanto, indiscutível que, aquele que já foi aprovado em concurso público tenha prioridade na convocação para assumir um determinado cargo, exercendo o seu direito de preferência frente a nomeação de outros que porventura venham a exercer a mesma função, pouco importando a sua natureza", afirmaram os Promotores na ação ajuizada em 31 de agosto.

http://www.mp.rj.gov.br/portal/page/portal/Internet

Berlusconi anuncia renúncia na Itália

Premiê italiano tomou decisão após reunião com o presidente Giorgio Napolitano


O premiê italiano, Silvio Berlusconi, concordou em renunciar nesta terça-feira, assim que as medidas de austeridade exigidas pela União Europeia forem aprovadas, segundo informações divulgadas pela mídia italiana. A votação do pacote está prevista para semana que vem.

A decisão foi tomada após uma reunião de uma hora com o presidente Giorgio Napolitano, que aconteceu logo após a votação do Orçamento de 2010, aprovado com apenas 308 votos. O premiê italiano perdeu, assim, a maioria absoluta, que é de 316. A estabilidade do governo foi colocada em dúvida a partir de então, aumentando a pressão sobre Berlusconi.

Segundo o comunicado da Presidência, Berlusconi teria dito que tem consciência das implicações da votação desta terça e expressou preocupação com a necessidade de dar respostas aos parceiros europeus. Logo após a votação, o ministro da Defesa, Ignazio La Russa, afirmou que, independente do resultado, os números teriam que ser levados para o chefe de Estado do país.

Reflexos da votação

Depois da votação, Pier Luigi Bersani, líder do opositor Partido Democrático, fez um apelo pessoal pela renúncia de Berlusconi: "Peço que o senhor finalmente aceite a situação: entregue seu pedido de renúncia e deixe que o presidente encontre uma solução que permita a nossa nação seguir adiante. Faremos nossa parte." "Temos um problema de credibilidade com esse governo. Esse governo não é capaz de gerenciar a situação e enfrentá-la. Esse déficit de credibilidade é fundado nos números", afirmou Bersani.

Berlusconil, então, foi diretamente verificar a lista de deputados e leu os nomes dos 11 parlamentares que não haviam votado com ele (cinco do grupo misto, cinco do Partido Povo da Liberdade - PDL - e um que se absteve). "Eles me traíram, mas aonde querem ir?", indagou Berlusconi a um grupo de deputados de seu partido (PDL) no plenário.

Em uma imagem divulgada pelos meios de comunicação italianos foi possível ver um texto manuscrito de Berlusconi no qual há várias anotações do governante separadas por hífens. Durante a votação, Berlusconi escreveu "tome nota" e, entre parênteses, "apresente a demissão". Segundo o jornal Corriere della Sera, essas duas anotações específicas se referem ao pronunciamento feito por Bersani, do PD, logo após a votação, na qual pediu a renúncia do premiê.

iG São Paulo

08/11/2011 17:04 - Atualizada às 17:38











2011/11/06

Curso de hotelaria

O incansável companheiro Antônio Roberto Kapi está na organização de um curso de hotelaria, em Campos dos Goytacazes. Os interessados podem obter informações através do link abaixo

http://www.estouprocurandooquefazer.com/2011/11/curso-de-hotelaria-com-aula-inaugural.html

2011/11/04

SESI Campos - programação cultural

Dia Nacional da Cultura - Teatro SESI/Campos

Celebrando a arte das mais variadas formas

Programação:

04 de novembro
Calibre 16
Exposição Inédita em Arte Digital
Evento multimídia que incorpora várias linguagens, entre elas: arte visual, música, poesia falada e interpretação. Tudo isso online.
Data e hora: Inauguração às 20h
Até 25/11, terça a sábado de 11h às 20h
Ingressos: Entrada franca.
Classificação: Livre
Ficha técnica:
Arte digital, textos e poesias: Nino Bellieny / Interpretação: Yve Carvalho / Música: Dalton Freire / Produção: Novos Rumos Empreendimentos Ltda. / Curadoria: Luciana Portinho
_________________________________________________________________

05 de novembro
14h – Os Três Porquinhos
Um espetáculo interativo com o Grupo Marionetes e Cia. que transporta este clássico da literatura infantil para o teatro de bonecos.
Gênero: Infantil
Elenco: Brício Marcelino
Classificação: Livre

18h – Adriana Medeiros
Performances com recital e exposição de poemas e músicas, com a proposta de relembrar antigas e apresentar recentes canções.
Gênero: Poesia musical
Voz: Adriana Medeiros / Violão: Renato Arpoador / Clarineta: Lorinho
Classificação: 16 anos

19h30 – Maria Fernanda
A cantora apresenta o show “Gente fina é outra coisa”, que reúne os maiores sucessos interpretados por Elis Regina, a Rainha dos Festivais.
Voz: Maria Fernanda / Violão: Sebastião Floriano “Tiko” / Baixo: Marcelo Silva / Bateria: Gilberto Marinho / Percussão: Marcelo Fortunato e Maximiller
Classificação: 16 anos

21h – Ângelo Nani
Comemorando 15 anos de estrada, o gaitista apresenta seu trabalho musical solo, com direito a muito blues e rock.
Gaita e voz: Ângelo Nani / Bateria: Felipe Barros / Baixo: Sérvullo Sotto / Guitarrra: Betinho Assad / Participação especial do pianista: Jonas Caetano, Bateria: Nelson Mémeia, Voz: Reubes Pes.
Classificação: 16 anos
_______________________________________________________________________________

06 de novembro
O segredo do Capitão Garrafa e outras histórias
Contos do campista Gildo Henrique
O espetáculo reúne histórias ambientadas na década de 60. Entre elas, “O Segredo do Capitão Garrafa”, terceiro lugar no Concurso de Contos José Candido de Carvalho, da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima.
Hora: 18h e 20h
Ingressos: Entrada franca.
Ficha técnica:
Coordenação cênica: Fernando Rossi / Sonoplastia: Rossini Reis e Paula Vigneron / Iluminação: Leonardo Viana / Efeitos visuais: Kárin Klem / Elenco: Bernadete Bogado, Cristiana Almeida, Emanuele Paes, Fernando Noronha, Gabriel Nogueira, Heliomar Barreto, Jhonathan Reis, Jhonattas Park, José Carlos Rosa, Maycon Gual, Sidney Navarro, Wesley Cabral e Whiverson Reis.
Classificação: 16 anos

2011/11/03

Campos na revista Veja

Reportagem especial de cidades fala do mau uso dos recursos dos royalties do petróleo. Edição 2241 - ano 44 - n.º 44 - 2 de novembro de 2001