2011/06/30

É nesta quinta, no teatro do SESI em Campos

2011/06/29

Novo presidente da Fenorte anunciado na posse do novo reitor da Uenf

Silvério e Edson tomam posse
Reitor e vice iniciam mandato de quatro anos e meio à frente da UENF

Com a presença do secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, que representou o governador Sergio Cabral, tomou posse na tarde desta quarta, 29, no Centro de Convenções, o novo reitor da Universidade Estadual do Norte Fluminense - UENF - em Campos dos Goytacazes, Silvério de Paiva Freitas, ao lado do vice-reitor, Edson Corrêa da Silva. O novo reitor dirige a Universidade por quatro anos e meio, até dezembro de 2015.

O agora ex-reitor Almy Junior foi anunciado durante a cerimônia como novo presidente da Fenorte, Fundação Estadual Norte Fluminense. A indicação foi do deputado estadual Roberto Henriques, do PR.

Equipe - Silvério já tinha anunciado os principais nomes de sua administração: Ana Beatriz Garcia (pró-reitora de Graduação), Antônio Teixeira do Amaral Júnior (pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação), Paulo Roberto Nagipe da Silva (pró-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários), Vanildo Silveira (secretário-Geral), Gustavo de Castro Xavier (prefeito da UENF), Marco Antônio Martins (diretor Geral de Administração), Ronaldo Pinheiro da Rocha Paranhos (diretor de Projetos) e Antônio Constantino de Campos (chefe de Gabinete).

com informações da Ascom Uenf

Em Campos o povo pede...

Alguém saberia dizer se a obra já foi feita? Se a PMCG pensa em fazer? Se algum tipo de resposta foi dada aos moradores? A placa está em uma das esquinas da rua das Palmeiras, área central da cidade, próxima ao parque Alzira Vargas, que, aliás, abandonado, também pede socorro.

2011/06/28

Petrobras anuncia "principal descoberta" no pré-sal da Bacia de Campos

A Petrobras (PETR3 e PETR4) anunciou hoje em seu site o que chamou de "principal descoberta" no pré-sal da Bacia de Campos (o pré-sal é uma região profunda de exploração de petróleo).

Segundo a estatal, foram descobertos "dois níveis de petróleo de boa qualidade no poço exploratório informalmente conhecido como Gávea". Os estudos foram feitos por um consórcio formado por Petrobras, Repsol Sinopec e Statoil.

"Esta descoberta é a principal realizada no pré-sal da Bacia de Campos", diz nota no site da Petrobras.

O poço, localizado a 190 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, foi perfurado pelo navio sonda de última geração Stena Drillmax I, em águas de 2.708 metros e atingiu a profundidade final de 6.851 metros, disse a Petrobras.

O consórcio está analisando os resultados obtidos no poço, antes de continuar com o processo de exploração e avaliação da área.

O consórcio tem participação de 35% da Repsol Sinopec, mais 35% da Statoil e os restantes 30% da Petrobras.

As autoridades brasileiras foram informadas da existência de indícios de hidrocarbonetos no poço exploratório Gávea em março de 2011, para o primeiro nível, e em abril do mesmo ano, para o segundo nível.

A Repsol Sinopec é a companhia estrangeira líder em direitos de exploração nas Bacias de Santos, Campos e Espírito Santo, participando em 16 blocos, dos quais é operadora em seis.

Do UOL Economia, em São Paulo

Augusto Cury na UENF

A UENF recebe hoje (terça, 28/06), às 16h30, no Centro de Convenções, o psiquiatra, psicoterapeuta e escritor Augusto Cury, do Instituto Academia da Inteligência. Ele ministra a palestra "Formando pensadores e educando a autoestima", no âmbito do II Congresso Fluminense de Iniciação Científica e Tecnológica (CONFICT).

Autor de vários livros publicados em mais de 50 países, Augusto Cury é considerado o autor da teoria da inteligência multifocal, sobre o funcionamento da mente e o processo de construção do pensamento.

Ascom UENF
Universidade Estadual do Norte Fluminense
Campos dos Goytacazes (RJ)

2011/06/27

Posse do Reitor da UENF antecipada

Informamos que a cerimônia de posse do novo reitor da UENF, professor Silvério de Paiva Freitas, e de seu vice, professor Edson Correa da Silva, foi antecipada para quarta-feira, 29/06, às 14h, no Anfiteatro do Centro de Convenções.

A antecipação se deve a uma alteração de urgência na agenda do governador Sérgio Cabral, que participará da solenidade.

Ascom/Uenf

Obs. do blog: a posse do Reitor da Universidade Estadual do Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes, inicialmente seria na quinta-feira, dia 30, às 10h.

Órgão Especial analisa projeto de racionalização da atuação do MP na área Cível

O Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro discutirá nesta segunda-feira (27/06) e na quarta-feira (29/06), sob a relatoria da Procuradora de Justiça Maria Cristina Palhares dos Anjos Tellechea, os procedimentos relativos à racionalização da atuação do MP na esfera Cível. A 2ª Sessão Extraordinária do Colegiado, dividida em duas etapas, terá início às 14h na sala de sessões dos Órgãos Colegiados, situada na Praça Antenor Fagundes s/n, 4º andar, Centro. Em reconhecimento à relevância da matéria, o Procurador-Geral de Justiça, Cláudio Lopes, conclamou os Membros para acompanharem, pessoalmente ou em tempo real pela intranet, as deliberações sobre o relatório da Comissão de Diagnóstico de Atuação Ministerial do MPRJ.

A proposta apresenta novas formas de atuação na área Cível, tendo por base uma ampla consulta junto à Classe, nos eventos da GEMPERJ. Lopes ressalta que durante o primeiro ano de Planejamento Estratégico praticamente todos Procuradores e Promotores de Justiça apontaram a necessidade de racionalização. Em outubro de 2010, uma comissão com seis Procuradores e seis Promotores foi criada para aprofundar as discussões e elaborar as propostas que seriam encaminhadas ao Órgão Especial.

“Após nova consulta específica à Classe e a sistematização realizada pela comissão de valorosos colegas, chegamos no momento de enfrentar o problema no Órgão Especial. Tenho certeza de que o Colegiado será sensível e avançará na direção de uma efetiva racionalização, a fim de que possamos ter tempo de atuar com mais eficácia onde a sociedade mais precisa de nós. Temos limitações orçamentárias e de pessoal que nos impedem de atuar em tudo, sob pena de, no futuro, enfraquecermos nossas atribuições no geral”, acrescenta o Procurador-Geral.

Os Procuradores integrantes da comissão são os Titulares da 2ª Procuradoria de Justiça da 12ª Câmara Cível do TJ-RJ, Augusto Dourado; da 3ª Procuradoria de Justiça da 11ª Câmara Cível do TJ-RJ, Nádia de Araújo; da 4ª Procuradoria de Justiça da 16ª Câmara Cível do TJ-RJ, Luiz Fabião Guasque; da 31ª Procuradoria de Justiça da Região Especial, Angela Maria Silveira dos Santos; da 19ª Procuradoria de Justiça da Região Especial, Cláudio Henrique da Cruz Viana; e da 2ª Procuradoria da 7ª Câmara Cível do TJ-RJ, Deisy Palmiere da Costa.

Já os Promotores são o Titular da Promotoria de Justiça Junto à 1ª Vara de Fazenda Pública e Assistente da Subprocuradoria-Geral de Justiça de Atribuição Originária Institucional e Judicial, Sérgio Bumaschny; o Titular da 2ª Promotoria de Justiça Cível de Niterói, Alexandre Viana Schott; a Titular da Promotoria de Justiça de Proteção à Educação, Bianca Mota de Moraes; a Coordenadora do CRAAI Macaé e Titular da Promotoria de Justiça de Família de Macaé, Dina Maria Furtado de Mendonça Velloso; o Coordenador do CRAAI Campos e Titular da Promotoria de Justiça de Proteção ao Idoso e à Pessoa Portadora de Deficiência do Núcleo Campos, Luiz Cláudio Carvalho de Almeida; e o Titular da Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania do Núcleo Niterói, Luciano Oliveira Mattos De Souza.

O que é a “racionalização”

A racionalização da atuação na área Cível é uma proposta de otimização das atividades no MP, sob o prisma constitucional, para propiciar uma atuação mais efetiva e próxima dos anseios da sociedade. Diante do crescimento das funções institucionais do Ministério Público, a partir da Constituição Federal de 1988, e do aumento da demanda, a racionalização prevê uma melhor adequação de atribuições dos Promotores de Justiça, e busca ainda trazer relevância a atuação extrajudicial e mediadora, garantindo uma postura mais resolutiva do MPRJ.

“Quando ouvimos a Classe ao longo de vários encontros de planejamento estratégico no Interior e na Capital, a racionalização foi apontada como uma necessidade. Ela só pode ser implementada pelo Órgão Especial do Colégio de Procuradores, que vai deliberar onde não será mais obrigatória a intervenção do Membro do MP e que dará liberdade de atuação em outras áreas e externamente. Para essa ampliação, haverá uma necessidade de reengenharia e modificações de ordem normativa”, antecipa a relatora, Maria Cristina Palhares dos Anjos Tellechea.

http://www.mp.rj.gov.br/portal/page/portal/Internet/Imprensa/Em_Destaque/Noticia?caid=293&iditem=11560514

2011/06/22

Ataque tira site da Petrobras do ar

Grupo que tirou do ar site da presidência ataca agora o site da maior estatal brasileira

O grupo de hackers autodenominado LulzSecBrazil, que nesta madrugada derrubou o site da presidência da República e do governo brasileiro, promoveu outro ataque nesta tarde. O alvo foi a Petrobras (www.petrobras.com.br), que, devido à invasão, ficou com sua página fora do ar por alguns minutos.

Tal como fez com o site da presidência, o grupo publicou a seguinte mensagem em seu twitter: “Tango Down www.petrobras.com.br”. O termo "tango down" costuma ser utilizado por militares quando um determinado alvo é eliminado. Num outro post, comenta o seguinte: “Acorda Brasil! Não queremos mais comprar combustível a R$2.75 a R$2.98 e exportar a menos da metade do preço! ACORDA DILMA!”.

O ataque que derrubou o site foi divulgado também por outro grupo hacker, o Anonymous, que num de seus perfis no twitter convocou outros hackers para que auxiliassem o grupo brasileiro na tentativa de derrubar o site da estatal.

Nesse tipo de ação, os hackers usam computadores infectados por vírus, chamados de zumbis, e direcionam o máximo deles para o site. Com os múltiplos acessos, o servidor tende a sair do ar por não aguentar o tráfego, numa ação chamada DDoS (Distributed Denial of Service - ou negação de serviço, numa tradução livre),

O grupo Annonymous também publicou na madrugada um vídeo no YouTube em que anunciam, junto com os hackers do LulzSec, que fariam uma invasão aos sites governamentais. Na divulgação, eles convidam a todos a participarem da defesa da internet livre e da promoção de ataques virtuais contra o que consideram governos corruptos.

"É hora de mostrar a governos corruptos do mundo que eles não têm direito de censurar o que não possuem. Não importa a cor da sua pele, origem ou crenças, nós convidamos você a se juntar a nós em nossa luta contra a censura e os governos corruptos", afirmam.

Petrobras

A Petrobras, no twitter, disse que seu site institucional está no ar e que tentativas de ataques de hackers estão sendo monitoradas. Disse ainda que por volta das 13h30 ocorreu um alto volume de acessos simultâneos, mas sem causar dano.

Severino Motta, iG Brasília | 22/06/2011 13:30 - Atualizada às 15:43

Perdas

Em menos de 24 horas, Campos dos Goytacazes perde o radialista Olavo Cardoso, ex-colega de luta e labuta, e o ex-bancário e homem que sempre esteve ligado à Associação Comercial e Industrial de Campos, Adailton Rangel, que por anos manteve laços de amizade com minha família.
Olavo está sendo velado na Igreja Boa Morte, na avenida Alberto Torres, estando previsto para as 16h o sepultamento, no cemitério do Caju.
Já Adailton está sendo velado na capela mortuária do Cemitério Campo da Paz, onde será sepultado às 15:30h.
Só podemos lamentar, e desejar que as famílias encontrem conforto.

Obs. com informações do blog Fernando Leite & Outros Quintais

Hackers derrubam sites da Presidência e do governo brasileiro

Grupo chamado LulzSecBrazil assumiu a autoria do atentado em seu perfil nas redes sociais

Um grupo de hackers autodenominado LulzSecBrazil atacou nesta madrugada de quarta-feira os sites da Presidência da República (www.presidencia.gov.br) e do governo brasileiro (www.brasil.gov.br), deixando ambos fora do ar. Às 3h, os dois endereços já se encontravam disponíveis.

Por volta da 1h da manhã, o grupo publicou em seu perfil do Twitter a seguinte mensagem: "TANGO DOWN brasil.gov.br & presidencia.gov.br LulzSecBrazil". O termo "tango down" costuma ser utilizado por militares quando um determinado alvo é eliminado.

Uma hora depois da mensagem, o grupo LulzSec deu os parabéns à sua "unidade brasileira", também pelas redes sociais: "Our Brazilian unit is making progress. Well done @LulzSecBrazil, brothers!" (Nossa unidade brasileira está progredindo. Bom trabalho, irmãos do LulzSecBrazil).

Em sua página na internet, o grupo hacker LulzSec, ao lado de outra organização chamada Anonymous, afirmam que declararam "guerra aberta contra todos os governos, bancos e grandes corporações do mundo".

O grupo Annonymous também publicou na madrugada um vídeo no YouTube em que anunciam, junto com os hackers do LulzSec, que fariam uma invasão aos sites governamentais. Na divulgação, eles convidam a todos a participarem da defesa da internet livre e da promoção de ataques virtuais contra o que consideram governos corruptos.

"É hora de mostrar a governos corruptos do mundo que eles não têm direito de censurar o que não possuem. Não importa a cor da sua pele, origem ou crenças, nós convidamos você a se juntar a nós em nossa luta contra a censura e os governos corruptos", afirmam.

iG São Paulo
*com AE

Detro apreende 42 ônibus e 11 veículos piratas

Rio - O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) apreendeu, nesta terça-feira, 42 ônibus, além de 11 veículos piratas. Pela manhã, as ações foram centradas nos terminais rodoviários do Rio, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá para deixar a frota preparada para dar mais segurança a quem vai viajar no feriado de Corpus Christi. Em paralelo, foi mantida a Operação Boi Fujão, que flagrou pelo sistema de GPS do Detro seis ônibus circulando sem autorização após serem apreendidos. As operações para coibir o transporte irregular também foram mantidas em vários municípios do estado.

Boi Fujão

Entre a noite de segunda e esta terça-feira, seis ônibus foram flagrados em situação irregular, sendo um da Nossa Senhora da Penha, outro da ABC, um terceiro da 1001, e outros três da Nilopolitana. Todos foram mandados para depósito público.

Já na operação nos terminais do Rio houve apreensões no Américo Fontenelle (Central), Misericórdia (Praça XV) e Mariano Procópio (Praça Mauá), onde as principais irregularidades foram iluminação externa inoperante, falha na documentação, instalação de roleta em ônibus rodoviário, retirada do banco do trocador e falta de trocador. No total, foram apreendidos nestes terminais 16 veículos e aplicadas 19 infrações.

No Américo Fontenelle, houve apreensão nas empresas Tinguá (três), União (dois) e Trel (um) e multado um veículo da Jurema. No Misericórdia, as apreensões aconteceram na Jurema (três), Reginas (um) e Rio Ita (três). A Jurema teve também dois ônibus somente multados, assim como a Rio Ita (um) e a Reginas (também um). Já no Mariano Procópio, foram apreendidos dois ônibus da Tinguá e um da Reginas, empresa que teve também um ônibus multado por falta de trocador, mesma infração aplicada a outro veículo da Jurema.

Em Niterói, as apreensões aconteceram no Terminal João Goulart, sendo um ônibus da Viação Mauá, um da Rio Ita, um da Estrela, um da Fagundes, um da Galo Branco, um da Brasília e um da ABC. As irregularidades encontradas foram instalação de roleta em ônibus rodoviário, falha na documentação, elevador para portadores de deficiência defeituoso, iluminação externa inoperante, má conservação, falta de adesivos obrigatórios e veiculação de mensagens publicitárias sem liberação do Detro.

No Terminal do Alcântara, em São Gonçalo, foram flagrados em irregularidades e mandados para as garagens das empresas três ônibus da Rio Ita, um da Mauá, três da Coesa e três da Fagundes. Em Maricá, foram recolhidos dois veículos da Nossa Senhora do Amparo e, em Itaboraí, um da Rio Ita. Os problemas detectados foram instalação de roleta em ônibus rodoviário, limpador de para-brisa inoperante, falhas na documentação, instalação de maior número de bancos do que o permitido e má conservação.

Irregulares

O Detro manteve também operação para coibir o transporte pirata, com apreensão de três vans piratas, uma Kombi e uma Zafira operando sem autorização o transporte de passageiros em Campos dos Goytacazes; três carros particulares em lotada no município de Magé; uma van e uma Kombi em Paracambi e duas vans e uma Towner em Unamar.


O Dia

2011/06/21

Em Taubaté

PF prende prefeito e primeira-dama de Taubaté (SP) por fraude

O prefeito de Taubaté, Roberto Pereira Peixoto (PMDB), e a mulher dele foram presos na manhã desta terça-feira pela Polícia Federal na Operação Urupês.

Eles são suspeitos de envolvimento em fraudes a licitações para a compra, gerenciamento e distribuição de medicamentos e merenda escolar por meio de empresa registrada em nome de "laranjas".

A investigação iniciada em 2009 apura ainda os crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa, corrupção passiva, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

A Operação Urupês foi deflagrada hoje (21) com o objetivo de desarticular suposta organização criminosa formada por empresários, políticos e funcionários públicos.

Ao todo foram expedidos 13 mandados de busca e apreensão --dez na região de Taubaté e três na cidade de São Paulo-- e três mandados de prisão temporária.

Todos os mandados foram cumpridos. Participaram da operação 54 policiais federais.

Uol

2011/06/20

ANS determina prazos para planos de saúde agendarem consultas

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) publica hoje uma resolução obrigando os planos de saúde a cumprir prazos mínimos de atendimento para seus usuários. A informação é da coluna Mônica Bergamo, publicada na edição desta segunda-feira da Folha.

De acordo com o texto, as consultas básicas com pediatras, ginecologistas, obstetras e clínicos terão que ser marcadas em no máximo sete dias. Já as consultas com os demais especialistas, como cardiologistas, deverão ser marcadas em até 14 dias.

A resolução determina também que exames para diagnóstico por laboratório de análises clínicas (como os de sangue e urina) sejam agendados em até três dias. Os procedimentos de maior complexidade, como tomografia e ressonância magnética, terão que ser marcados em até 21 dias.

Uol

Manifestação no Rio

2011/06/17

Esta noite, no Teatro do SESI, em Campos

DONA OTÍLIA E OUTRAS HISTÓRIAS, mistura tragédia, absurdo e comédia no SESI

Data: 17/06 (sexta-feira)
Horário: 20h
Ingressos: R$ 15,00 (inteira) / R$ 7,50 (meia)
Classificação: 12 anos

A condição humana vista através de tragédia, absurdo e comédia
Com três textos de Vera Karam (1959 – 2003), o espetáculo aborda temas como: humor, loucura, solidão e luta de classes. Todos esses assuntos são embalados por uma ironia quase imperceptível.
O espetáculo, dirigido por Gawronski, é composto de três textos curtos da autora gaúcha Vera Karam [1959 – 2003]: o primeiro e principal, DONA OTÍLIA LAMENTA MUITO, seguido de A FLORISTA E O VISITANTE e DÁ LICENÇA, POR FAVOR? As peças variam entre a tragédia, o absurdo e a comédia, intercaladas pelo monólogo SERÁ QUE É O CONTRÁRIO A VIDA DA ATRIZ? Em que uma atriz divaga, em um camarim, sobre as metáforas da vida no palco e a realidade.

Elenco: Guida Vianna, Sávio Moll, Letícia Isnard e Gilberto Gawronski

Textos: Vera Karam
Direção e encenação: Gilberto Gawronski
Direção de produção: José Luis Coutinho
Produção executiva: Wagner Uchoa

divulgação

17 de junho - aniversário de São João da Barra

Parabéns à querida cidade, que passa por um momento único : expectativa quanto a um crescimento vertiginoso e efetivo, e alvo de novas velhas cobiças.
O blog deseja um futuro promissor à população.

HISTÓRIA SIMPLIFICADA DE SÃO JOÃO DA BARRA

Foi a partir de 1630, com a chegada de um grupo de pescadores de Cabo Frio, que se iniciou efetivamente a povoação do Norte Fluminense. Com a morte da mulher do pescador Lourenço do Espírito Santo, este se retira do pontal da barra – onde hoje se localiza Atafona – indo fixar residência mais para o interior num pequeno elevado de areia junto ao rio Paraíba do Sul. Após construir sua pequena cabana de palha Lourenço logo foi seguido por outros pescadores, dando eles início a construção de uma pequena ermida em louvor a São João Batista.

Durante muitos anos o pequeno povoado pouco se modificou, sendo que já em 1644 era a capela de São João confirmada pelo prelado D. Antônio de Maris Loureiro, época em que se delineavam os contornos do pequeno arraial contando com algumas casas, todas de palha, situação que vai perdurar até a elevação do povoado a categoria de Vila em 1676. Segundo o historiador Fernando José Martins. Ainda segundo Martins, a população da recém criada Vila era de aproximadamente 30 pessoas que ele relaciona a sua obra.

Dedicando-se à pesca, a algum transporte de mercadorias, criação de gado vacum e cavalar e ao início da cultura de cana, foi que viveu durante o século XVII a gente dessa terra. Por essa época, foram abertas a Rua da Boa Vista, a única que existiu durante muitos anos e a Rua Direita, inicialmente chamada, de Rua do Caminho Grande e que servia para os moradores da barra para virem às missas e negócios na vila.

Como o alvorecer do século XVIII, tomou importância o transporte fluvial entre a vila de Campos e vizinhança com o porto da Bahia, para onde seguia toda a produção açucareira, via São João da Barra. Isto fez crescer a entrada e saída de embarcações em nosso porto, com isso iniciando um pequeno desenvolvimento urbanístico na vila, que passa a contar com um maior contingente populacional.

Neste período é intensa a vinda de portugueses para a vila, e consequentemente um maior número de casas. Neste século houve a abertura de novas ruas como a Rua do Rosário aberta em 1774, a do Passos em 1778, com o nome de Rua São Benedito, a do Sacramento em 1792 e a da Banca, que formava a parte de frete da vila em relação à barra. São dessa época as melhorias na Igreja Matriz e na Casa da Câmara e Cadeia Pública que foram reformadas sendo construídas de pedra e cal com suas respectivas cobertura de telhas confeccionadas na única olaria existente.

Com o crescimento da vila, surgem novas devoções religiosas e dessa forma o século XVIII vê nascerem às irmandades do Santíssimo Sacramento e Senhor dos Passos, anterior a 1730, época em que se inicia a construção de sua capela anexa à igreja matriz, e a de Nossa senhora do Rosário em 12 de outubro de 1727, também logo erguendo junto à matriz uma capela para a mãe de Deus. Data de século o início da devoção de São Benedito que teve sua irmandade criada e posteriormente em 1816 iniciadas as obras de sua igreja.

Era por essa época muito pobre a vila de São João Batista da Barra, fato que se pode verificar em documentos transcritos por Fernando J. Martins, e em 1750 o Senado da Câmara determina através de decreto, que sejam providenciadas alfaias decentes para a acomodação das autoridades que visitassem a vila por ocasião das correições. Também em 08/12/1751 outro decreto determina que não mais se construam no perímetro urbano casas cobertas de palha, o que denota um melhoramento urbanístico na vila.

Contudo era ainda a vila muito pobre, conclusão tirada pela descrição do Capitão Manoel Martins do Couto Reys que em 1785 assim descreve a vila: “He muito pobre e pouco populosa: está situada tão bem em huma planície sobre áreas na margem do Paraíba. Distante de sua barra, pouco mais de meya legoa. Contém dentro em si 111 fogos unicamentea tem dos que se manifestão nos seus lugares exteriores.” É ainda Couto Reys quem nos informa que neste mesmo período havia neste número de fogos 31 casa cobertas de palha e 80 de telha das quais cinco são ocupadas com pequenas lojas e dois com tabernas. Dessa forma vai andando a vila que conhecerá progresso e notoriedade com início do século XIX.

O alvorecer do século XIX trouxe para o Brasil a Família Real e com ela todo um entourage palaciano que acomodada no Rio de Janeiro necessitava de gêneros diversos. São João da Barra, que já vinha se dedicando ao comércio dessa região com aquela cidade passou a suprir as necessidades da recém instalada Corte.

Se o comércio se intensificou, melhoraram as condições financeiras dos habitantes que, por conseguinte também melhoraram seus costumes e hábitos.

Aos poucos a vila foi conquistando melhorias; novas irmandades formaram criadas, como a de São Benedito, São Miguel e Almas, e a Ordem Terceira de Nossa Senhora da Conceição e Boa Morte e São Pedro, além das devoções de Nossa Senhora das Dores e Nossa Senhora da Penha, na Barra , foram abertas escolas públicas e particulares, prédios vistosos e elegantes construídos, os Jovens das principais famílias mandados para Universidades, sociedades musicais e dramáticas inauguradas. De forma que visitando a Vila em 1847 o Imperador D. Pedro II não teve dúvidas que o progresso visto era sinal que a vila merecia ser elevada a cidade, o que fez através de decreto datado em 17 de Junho de 1850.

Econômica e socialmente, São João da Barra alcançou seu apogeu neste período o que atesta a descrição do Almanaque Laemmeth “... A cidade edificada à margem direita do Rio Paraíba (...) tem 804 casas entre as quais 46 sobrados de um ou dois andares; destas casas são habitadas 758, dividindo-se em 19 ruas, 39 becos e travessas e seis praças. Tem 4.790 habitantes, dos quais 2.623 do sexo masculino e 2.167 do sexo feminino. As ruas e praças são apenas calçadas nos passeios junto às casas, mas o terreno é todo arenoso e enxuto...”.

Foi neste século que inauguraram, com o auxilio do imperador, a Santa Casa de Misericórdia; a Usina Barcelos, propriedade do barão de mesmo nome; duas Companhias de Navegação; uma Companhia Agrícola; uma Companhia de Cabotagem; a Companhia da Valla Navegável do sertão de Cassimbas; a Sociedade Beneficente dos Artistas, que construiu em 1902 o Teatro São João; a Sociedade Marítima Beneficente; a Sociedade Musical e Carnavalesca Lira de Ouro e a Banda Musical União dos Operários, sucessora da extinta Lira de Ferro, fundada anteriormente e a loja Maçônica Capitular Fidelidade e Virtude, datada de 24 de março de 1839.

O progresso que alcançou a cidade por essa época fez instalarem-se os vice-consulados de Portugal, Espanha, Baviera e Paises Baixos, que cuidavam dos interesses desses países em seu comércio com São João da Barra.

As Escolas aumentaram em número e qualidade, hotéis foram abertos, bilhares, padarias, alfaiatarias, barbearias, ferrarias, funilarias, tornearias passaram a funcionar movimentando o comércio da cidade que chegou a contar com Tipografias, e Relojoeiros, Poleeeiros, Açougues; 60 Lojas de Tecidos, mais de 50 de Secos e Molhados, Seleiros, Agência de Aluguel de Carros, Agências de Serviços Fúnebres, Despachadores de Embarcações, Boticários, Sapatarias, Estaleiros de Construção Navais, Fogueterias, Marcenarias, Olarias, Fábricas de Charutos, Cigarros e Licores, Lojas de Maçames e Tintas, Fotógrafos e Retratistas, Bilhares, Oficinas de Calafates e Trapiches.

A navegação de cabotagem, os navios a velas e a vapor movimentavam o Porto Sanjoanense que se desenvolvia paralelamente ao crescimento da cidade que começou a receber Portugueses de diversos pontos da metrópole. É neste, que chegaram aqui os Nunes Teixeiras, os Ribeiros de Seixas, Os Lobato, Cintra, Melo, Lisboa, Pinto da Costa, os Moreira, os Carrazedo, Souza e Neves, Tinoco, Gomes Crespo, Souza Valle, Costa Araújo, Mattos Alecrim, Pavão, Maia da Penha, Motta Ferraz, Macedo, Ferreira de Azevedo, Costa Cobra, Rebola, Lopes, ou seja, os principais troncos das famílias que hoje povoam a cidade.

E foi dessa forma que o progresso se instalou durante o século XIX dando-lhe prestígio e notoriedade. Mas o iníciar do século XX, mais precisamente em 1918, após a venda da Companhia de Navegação, e com a abertura da navegação de cabotagem a navios estrangeiros, fez todo esse progresso desmantela-se qual Castelo de Areia. Do progresso, São João da Barra conheceu a ruína que só não foi total pelo surgimento da Indústria de Bebidas Joaquim Thomaz de Aquino Filho, sustentáculo da economia sanjoanense por todo este século que termina. E só agora com advento do Petróleo, o desenvolvimento retorna a Cidade de São João da Barra, 150 anos após a criação da Cidade.

http:///

2011/06/16

Banco não poderá cobrar por emissão de boleto nem por serviços não solicitados

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) obteve decisão favorável em Ação Coletiva de Consumo ajuizada em face do Banco Itaucred Financiamentos S.A. De acordo com a decisão do Juízo da 3ª Vara Empresarial da Comarca da Capital, são consideradas nulas e abusivas as cláusulas de contratos que imponham ao consumidor o pagamento dos custos pela emissão de carnês ou boletos bancários para cobrança de seus produtos e serviços. O Promotor de Justiça Rodrigo Terra, subscritor da Ação, informou que a decisão tem validade em todo o país.


A ação foi proposta pelo MPRJ após o recebimento de reclamações de que nas faturas de pagamento de empréstimos junto ao Itaucred eram incluídos custos de emissão de boleto bancário. Além disso, o banco cobrava outras verbas indevidas como "multas e encargos" e pagamento de prêmio de seguro não solicitado pelo consumidor.

Nos termos da sentença, a empresa não poderá mais cobrar tais valores e deverá fornecer ao correntista documento escrito, de forma clara, com todas as informações dos contratos que envolvam concessão de crédito ou financiamento. O Itaucred foi condenado, ainda, a restituir os valores aos consumidores.

Ainda segundo a sentença, "tal cobrança se afigura abusiva e viola frontalmente o artigo 51 IV do CDC. Isso porque não é admissível que a instituição financeira transfira um encargo seu ao consumidor, não podendo simplesmente onerar o cliente com um procedimento inerente ao serviço contratado e pelo qual está sendo remunerado".

Rodrigo Terra ressaltou que o caso pode abrir importantes precedentes na Justiça do Consumidor. "Esta decisão não ficará circunscrita à área de jurisdição da 3ª Vara Empresarial e poderá ser aplicada em todo o país, resguardando as pessoas que fazem uso de empréstimos junto a instituições financeiras contra cobranças abusivas e contra a 'venda casada', na qual o consumidor paga por serviços não solicitados", explicou o Promotor.

http://www.mp.rj.gov.br/portal/page/portal/Internet

Novos cursos de Pós-Graduação do campus Centro - IFF

1- Cursos/vagas:
Educação do Campo - campus Campos Centro - 40 vagas
Docência no Século XXI - campus Campos Centro - 40 vagas
50% das vagas para profissionais de ensino da rede pública municipal

2 - Edital e Inscrições:
14 a 30 de junho, das 9h às 20h no site do IFF: http://www.iff.edu.br/processos-seletivos/pos-graduacao/processo-seletivo-pos-graduacao-2011/inscricoes-abertas-pos-graduacao-lato-sensu-2011

Informações:
DIRETORIA DO DEPARTAMENTO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO
IF Fluminense - campus Campos Centro
Rua Dr. Siqueira, 273, Parque D. Bosco, CEP: 28030-130, Campos dos Goytacazes, RJ.
Telefone: 0XX-22-2726-2815

Vicente de Paulo Santos de Oliveira Diretor do Departamento de Pesquisa e Pós-Graduação Campus Campos Centro - IFF Engenheiro Agrimensor D. Sc. Engª Agrícola

divulgação

Governo publica novas regras para FGTS para habitação popular

SÃO PAULO (Reuters) - O governo publicou no Diário Oficial da União as novas regras para utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), considerando as diretrizes e metas da segunda etapa do programa Minha Casa, Minha Vida, que será lançada oficialmente nesta quinta-feira, após ser apresentada há 15 meses.

O novo texto estabelece que as operações de financiamento para habitação popular serão destinadas à população com renda familiar mensal bruta limitada a R$ 3,9 mil, valor que pode ser elevado a até R$ 5,4 mil nos casos de imóveis localizados em regiões metropolitanas ou equivalentes, municípios-sede de capitais estaduais ou com população igual ou superior a 250 mil habitantes.

Já a taxa de juro nas operações de crédito para habitação popular fica fixada em 6% ao ano. Nos casos em que o mutuário final for entidade do setor público e nos financiamentos para pessoas com renda familiar mensal até R$ 2,79 mil ou na faixa entre R$ 2,79 mil e R$ 3,1 mil será aplicada a exceção de taxa de 5% ao ano.

O texto afirma ainda que as famílias com renda até R$ 3,1 mil poderão ser beneficiadas com descontos. O governo destinará R$ 5,5 bilhões para concessão de descontos aos financiamentos a pessoas físicas, sendo 4 bilhões voltados a produção ou aquisição de, no mínimo, 150 mil imóveis novos integrantes do Minha Casa, Minha Vida.

A segunda fase do programa habitacional do governo será lançada nesta quinta-feira pela presidente Dilma Rousseff, mais de um ano após ter sido anunciada.

O plano original do Minha Casa, Minha Vida 2, anunciado em março de 2010, estima subsídios do governo federal de R$ 71,7 bilhões, sendo R$ 62,2 bilhões do Orçamento e R$ 9,5 bilhões sob a forma de financiamentos.

Do total de 2 milhões de novas moradias, três quintos seriam destinadas a famílias com renda de até três salários mínimos.

Por Vivian Pereira
Uol

2011/06/15

O que houve com a coleta de lixo reciclável?

Nas últimas três semanas, de acordo com o que constatou o blog, pelo menos no bairro parque Santo Amaro, em Campos dos Goytacazes, não foi feita a coleta de lixo reciclável, antes realizada toda terça-feira. O material exposto pelos moradores acabou recolhido pela coleta de lixo comum, normalmente realizada no período noturno. Se os responsáveis pelo setor mudaram a data da coleta de recicláveis não houve comunicação, ou ela foi falha.
Aguardamos informações.

2011/06/14

Mais informações sobre o acidente na BR 101

reprodução da TV Globo

RIO - A BR-101 ficou interditada nos dois sentidos, no km 83, em Ibitioca, na região de Campos, devido a uma colisão entre duas carretas e um ônibus na manhã desta terça-feira. Dezoito pessoas ficaram gravemente feridas, e ainda há outras vítimas. Neste momento, a pista sentido Espírito Santo está liberada e foi montado o sistema pare e siga no local. Equipes da concessionária Autopista Fluminense, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) trabalham no atendimento e triagem das vítimas e na remoção dos veículos e liberação das pistas.

Foi montado um hospital de campanha na pista para atender os feridos. As vítimas mais graves estão sendo levadas para o Hospital Municipal Ferreira Machado, no Centro de Campos. Ricardo Madeira, diretor do hospital Ferreira Machado, o principal de Campos, fez um apelo para que moradores do município doem sangue para as vítimas.

A região é cheia de curvas, e a ulltrapassagem é proibida. Passageiros do ônibus, que estava lotado e vinha de São João da Barra em direção ao Rio, dizem que o motorista de uma das carretas fez uma ultrapassagem indevida e bateu de frente no ônibus da viação 1001. O veículo, que transportava açúcar líquido, vinha de Paranavaí, no Paraná, em direção a Campos. Em seguida, a segunda carreta não conseguiu frear e também colidiu.

Foi o segundo acidente grave na BR-101 Norte envolvendo uma carreta. No domingo, às 14h, no trevo de acesso a Macaé, morreram mãe e filha quando o carro em que elas estavam foi atingido por uma carreta.

Já a Rodovia Niterói-Manilha continua com uma faixa interditada no sentido Itaboraí, altura do km 314, no Gradim, em São Gonçalo. Na madrugada desta terça-feira, um caminhão carregado de cimento tombou na pista. O destombamento da cabine ainda está sendo feito. Há dois quilômetros de lentidão na região.

Paulo Roberto Araújo e Waleska Borges - O Globo

Acidente grave deixa vários feridos no Norte Fluminense

Caminhão e ônibus bateram na BR-101, em Campos dos Goytacazes.
Segundo as primeiras informações, há pelo menos oito feridos graves.


Um caminhão e um ônibus bateram, na manhã desta terça-feira (14), na BR-101, na altura da cidade de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. De acordo com as primeiras informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), dezenas de pessoas estão feridas e há pelo menos oito vítimas em estado grave.

A Autopista Fluminense informa que, por causa do acidente, a pista chegou a ser interditada nos sentidos, na altura do km 83, por cerca de 40 minutos. Segundo a concessionária, no sentido Niterói, a via já reaberta. Já no sentido Espírito Santo, o trânsito funciona no sistema pare e siga.

Ambulâncias do Corpo de Bombeiros prestam atendimento às vítimas. Ainda não há informações sobre para qual hospital estão sendo removidas as vítimas.

do G1
Rio de Janeiro

Portal em atraso. De novo.

Já estamos na metade do mês de junho e o "Portal da transparência" da prefeitura de Campos dos Goytacazes ainda exibe dados do mês de abril.
http://www.transparencia.campos.rj.gov.br/receitas.php
http://www.transparencia.campos.rj.gov.br/despesas.php
Além disso, até como sugestão, os responsáveis pelo serviço poderiam fornecer informações mais detalhadas.

2011/06/12

12 de junho

Hai Kai


Com o negro carvão
rabisquei no muro branco
teu nome, poema em cor.

Nas rimas ricas te vejo,
nas pobres te procuro
como perfeita estrofe.

O sol não só aquece,
pois não esquece de mirar
os raios em ti.

2011/06/11

FHC foi decisivo para a estabilidade econômica, diz Dilma Rousseff

O presidente Fernando Henrique Cardoso recebeu uma enorme surpresa, ontem à noite, em São Paulo, durante jantar em homenagem aos seus 80 anos com a presença de 500 amigos na Sala São Paulo.

FHC recebeu das mãos do ministro da Defesa, Nelson Jobim, uma mensagem com muito carinho e respeito da presidenta Dilma Rousseff.

O depoimento de Dilma Rousseff será incluído no hotsite elaborado pela CDN Comunicação Corporativa para homenagear os 80 anos de FHC, a serem completados no próximo dia 18. O hotsite é www.fhc80anos.com.br.

No seu depoimento, Dilma ressalta várias características de FHC. Entre elas, a de ter sido o presidente que contribuiu decisivamente para a consolidação da estabilidade econômica.

Dilma também chama a atenção para o fato de Fernando Henrique ter sido o primeiro presidente eleito desde Juscelino Kubitschek a dar posse a um sucessor oposicionista igualmente eleito.

E conclui dizendo que, apesar de ter opiniões diferentes, ela não esconde sua admiração pela abertura de Fernando Henrique ao confronto franco e respeitoso de ideias.

Desde que assumiu a presidência, nas duas vezes que se encontrou com Fernando Henrique, Dilma foi bastante afetuosa e respeitosa a FHC.

Tanto no aniversário de 90 anos da Folha de S. Paulo, na Sala São Paulo, como no almoço com o presidente Barack Obama, em Brasília, durante sua visita ao País, Dilma fez questão de cumprimentar Fernando Henrique Cardoso de forma bastante carinhosa.

Segue a mensagem de Dilma Rousseff em homenagem aos 80 anos de FHC:

“Em seus oitenta anos há muitas características do Senhor Presidente Fernando Henrique a homenagear.

O acadêmico inovador, o político habilidoso, o ministro-arquiteto de um plano duradouro de saída da hiperinflação e o presidente que contribuiu decisivamente para a consolidação da estabilidade econômica.

Mas quero aqui destacar também o democrata. O espírito do jovem que lutou pelos seus ideais, que perduram até os dias de hoje.

Esse espírito, no homem público, traduziu-se na crença do diálogo como força motriz da política e foi essencial para a consolidação da democracia brasileira em seus oito anos de mandato.

Fernando Henrique foi primeiro presidente eleito desde Juscelino Kubitschek a dar posse a um sucessor oposicionista igualmente eleito.

Não escondo que nos últimos anos tivemos e mantemos opiniões diferentes, mas, justamente por isso, maior é minha admiração por sua abertura ao confronto franco e respeitoso de ideias.

Querido Presidente, meus parabéns e um afetuoso abraço!”

Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil


iG
Guilherme Barros

2011/06/10

Hoje tem 14 Bis no teatro do Sesi em Campos





14 BIS

Consagrada e com mais de 30 anos de estrada, a banda 14 Bis promete embalar o público do SESI com vários sucessos de sua carreira. No repertório, misturas de rock, pop e MPB.

Voz e guitarra: Cláudio Venturini
Voz e baixo: Sergio Magrão
Voz e teclados: Vermelho
Bateria: Hely Rodrigues
Data: 10/06
Horário: 20h
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia)
Classificação: 12 anos
divulgação

2011/06/09

Ventos provocam queda de árvores e de energia no Rio

Um vento forte que atinge o Rio na noite desta quinta-feira (9) provocou a queda de árvores e de um outdoor nas ruas da cidade. Algumas vias estão interditadas.

Na zona sul, uma árvore caiu em Copacabana, na Rua Tonelero, entre Hilário de Gouveia e Paula Freitas; outra na avenida Borges de Medeiros, na Lagoa, em frente à Hípica, sentido Gávea; uma terceira na avenida Epitácio Pessoa, altura do número 2.800, sentido Rebouças, e mais uma em São Conrado, na altura do shopping Fashion Mall.

Na zona oeste há árvores caídas na avenida Abelardo Bueno, sentido Linha Amarela, altura do Autódromo, e na avenida das Américas, no sentido Recreio, na altura do número 12.300. Na avenida Ayrton Senna, altura da Lúcio Costa, um outdoor caído interdita uma das pistas.

Estações pluviométricas registram chuva em Laranjeiras, na zona sul, na Penha, na Tijuca e no Méier, na zona norte.

De acordo com o meteorologista Pedro Jourdan, do Alerta Rio, a previsão para as próximas horas é de chuva fraca em vários pontos da cidade. Porém, a área de instabilidade se afastará do Rio ainda nesta sexta-feira. O fim de semana deve ser de tempo seco e estável.

O Instituto Nacional de Meteorologia informa que a previsão para esta sexta é de mínima de 10ºC e máxima de 23ºC, com ventos fracos a moderados, com rajadas.

Sem luz

Pelo Twitter, internautas reclamam da falta de luz no Jardim Guanabara, bairro da Ilha do Governador, na zona norte, e na Lagoa e no Leblon, na zona sul.

Motoristas também relatam sinais apagados na descida da Linha Amarela, na altura da Barra da Tijuca. Segundo o Centro de Operações, falta luz ainda em Campo Grande, Freguesia e Copacabana.

Luiza Souto
09/06/2011 - 21h33
da Folha.com
Bol

"Bin Laden estaria protegido no Brasil", diz senador ao criticar decisão sobre Battisti

Ex-procurador da República, o senador Pedro Taques (PDT-MT) foi à tribuna nesta quinta-feira (9) para criticar a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de não reverter a decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que viabilizou a libertação do ex-ativista italiano Cesare Battisti. Para ele, parlamentar de primeiro mandato e pertencente a um partido que apóia a presidente Dilma Rousseff, o Brasil desrespeitou um tratado que tem com o país europeu.

“A decisão do Supremo de ontem é lamentável. Se Bin Laden estivesse vivo e fugisse para o Brasil, aqui estaria confortavelmente protegido. Graças a Deus, ele não fugiu”, afirmou o parlamentar. "Nós estamos nos transformando, com perdão da palavra, em um país 'cafofo de criminosos', esconderijo de criminosos, 'mocó' de criminoso. O Brasil não pode se transformar num país dessa ordem".

Na quarta-feira (8), o STF decidiu manter uma decisão tomada no último dia de mandato de Lula no Palácio do Planalto: manter o ex-ativista no Brasil depois de uma decisão do próprio Supremo de dar ao presidente da República a última palavra sobre o destino do italiano. Battisti nega os crimes e foi libertado do presídio da Papuda nesta madrugada.

“Decisão do Supremo é para ser cumprida, mas é para ser discutida também. Battisti tem quatro condenações por homicídio na Itália e não cabe ao Brasil avaliar a condenação feita em outro país”, disse Taques a jornalistas, após deixar a tribuna. “Estamos fazendo um juízo indevido. Estamos ofendendo a soberania da Itália.”

Taques afirmou que a decisão do Supremo não impede a Itália de buscar outros foros para reverter a decisão, como a Corte Internacional de Haia, na Holanda. “O governo italiano pode ir a outras instâncias e isso não será um recurso à decisão do Brasil. A decisão do STF é soberana no Brasil, embora não ache que tenha sido correta”, afirmou.
Antes, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) havia pedido a palavra para comemorar a votação. Visivelmente transtornado com as declarações de Taques, Suplicy disse que não era possível comparar Battisti com Bin Laden.

“Laden não veio ao Brasil. Por outro lado, ele disse ser responsável pelos atentados que mataram mais de 3.000 nas torres de Nova York e no Pentágono. Enquanto que Cesare Battisti vem há quatro anos afirmando que não cometeu os quatro assassinatos pelos quais foi condenado à prisão perpétua. A Constituição brasileira não permite a prisão perpétua”, afirmou o senador petista.

Suplicy ressaltou que se caso for, de fato, levado a em instâncias internacionais como o Tribunal de Haia (Holanda), será uma oportunidade para Battisti poder se explicar. “E mesmo que a Itália vá para Haia, então se proverá a oportunidade para ele, em liberdade, dizer e comprovar que não cometeu os quatro assassinatos (...). Foi comprovado que os defensores de Cesare Battisti falsearam a procuração que os designava para defender e não defenderam Cesare Battisti na Corte italiana e na Corte europeia”, acrescentou.

Camila Campanerut e Maurício Savarese
Do UOL Notícias
Em Brasília


Após caso Battisti, Itália diz que Brasil não está pronto para ser 'potência'

O subsecretário das Relações Exteriores da Itália, Alfredo Mantica, disse que o Brasil "ainda não está pronto" para ser uma potência mundial devido à decisão de manter no país o ex-militante italiano Cesare Battisti.

"Esta libertação demonstra que o Brasil ainda não está pronto para entrar no círculo das grandes potências mundiais, e isto a Itália vai recordar em todas as oportunidades e fóruns internacionais", afirmou o diplomata.

Segundo ele, a decisão sobre Battisti "é um grave erro político e estratégico, além de judiciário. Um erro que outras potências emergentes, como China, Rússia ou Índia, jamais cometeram".

Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, foi solto nesta madrugada, após o Supremo Tribunal Federal (STF) validar a decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de não extraditar o ex-militante.

O italiano foi detido no Brasil em 2007 e, dois anos depois, recebeu o status do refugiado político do então ministro da Justiça, Tarso Genro, o que automaticamente impediu sua extradição.

O caso foi analisado em 2009 pelo STF, que autorizou a extradição, mas decidiu que a palavra final caberia ao presidente. A determinação para manter Battisti no Brasil foi anunciada no último dia de mandato de Lula.

"A libertação de Battisti demonstra como, no Brasil, a dependência entre o sistema judiciário e a política limita fortemente os padrões democráticos deste país emergente", afirmou Mantica.

O subsecretário das Relações Exteriores da Itália também destacou que o gesto brasileiro é um "sinal feio" para "as empresas italianas e europeias que olham o Brasil como um potencial parceiro para os investimentos".

Ontem, o STF decidiu, por 6 votos a 3, validar a determinação de Lula e aprovou a libertação do italiano, que estava sob prisão preventiva na penitenciária de Papuda, em Brasília.

Ansa
Em Roma
Uol

Rescaldo

Lamentável, mas que ninguém se engane ou tenha dúvidas - o pior de todos os resultados surgidos dos últimos acontecimentos envolvendo os valorosos integrantes do Corpo de Bombeiros e o governo do Estado do Rio de Janeiro é a exploração política que já começa a ser feita em torno do assunto.

É hoje: samba no Teatro do Sesi

Samba & Outras Coisas com Grupo Ébano

TEATRO DO SESI CAMPOS
Data: 9/06 (quinta-feira)
Horário: 20h
Entrada franca sujeita a alteração e lotação
Classificação: 12 anos

Um bate-papo regado a samba e alegria. O Samba & Outras Coisas no SESI, projeto que vem ganhando cada vez mais admiradores, apresenta o Grupo Ébano para uma agradável conversa embalada por sambas de diversos estilos, clássicos e contemporâneos.

Voz: Edivaldo Gomes Felipe
Cavaquinho: Carlos Eduardo da Silva Rodrigues
Violão: Sebastião Floriano


O Grupo Ébano foi formado no ano de 2002 tendo como componentes o Edivaldo Gomes Felipe, mais conhecido como ED Ébano (vocalista), Carlos Eduardo da Silva Rodrigues o “Dudu” e Sebastião Floriano o “Tico” no violão, e sempre tendo em sua especialidade o samba nos mais variados estilos.

divulgação
c/ed.

Itália recorrerá a Haia por decisão do STF sobre Battisti

Presidente italiano disse que a decisão do STF entra em contradição com as obrigações entendidas em acordo internacional dos países

A Itália manifestou nesta quinta-feira (9) indignação e revolta com a decisão do Brasil de negar a extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti, que ganhou a liberdade, e anunciou que apresentará um recurso à Corte Internacional de Justiça de Haia.

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, expressou "grande desgosto" com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) a favor da libertação de Battisti. "Não se leva em consideração a expectativa legítima de que se faça justiça, em particular para as famílias da vítimas de Battisti", lamentou Berlusconi em um comunicado oficial.

"A Itália continuará com sua ação e ativará as instâncias judiciais oportunas para garantir o respeito dos acordos internacionais que unem os dois países, unidos por vínculos históricos de amizade e solidariedade", anunciou Berlusconi.

O chefe da diplomacia italiana Franco Frattini afirmou que a Itália "utilizará qualquer mecanismo de tutela jurídica possível ante instituições multilaterais competentes, em particular ante a Corte Internacional de Justiça de Haia".

A batalha da Itália para que Battisti cumpra a condenação não acaba com a decisão do STF, já que o país espera levar o caso ao órgão judicial da ONU, por considerar que foram violados os acordos entre os dois países.

"O objetivo da Itália é conseguir a revisão de uma decisão que não consideramos coerente com os princípios gerais do direito e com as obrigações previstas no direito internacional", declarou Frattini. "O direito à justiça das vítimas dos crimes de Battisti foi ofendido. A decisão está em contradição com as obrigações que se entendem dos acordos internacionais que unem os dois países."

O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, também condenou a decisão do Brasil e anunciou que apoiará qualquer recurso de Roma para tentar reverter a situação. A decisão do STF "prejudica gravemente" os acordos assinados entre Itália e Brasil, afirma Napolitano em um comunicado.

Para o presidente italiano, histórico dirigente do Partido Comunista, a recusa da extradição de Battisti afeta "as históricas relações de amizade e parentesco" entre as duas nações. No texto, Napolitano reitera a "proximidade e solidariedade" aos familiares das vítimas pelos "horrendos crimes cometidos por Battisti" e anuncia que "apoiará plenamente qualquer passo" que a Itália decida adotar nas instâncias judiciais para que "se garanta o pleno respeito das convenções internacionais".

O presidente recorda no comunicado que Itália e Brasil assinaram acordos para a luta contra o terrorismo e para a defesa da liberdade e das instituições democráticas, no rigoroso respeito ao Estado de direito.

A indignação e a revolta tomou conta de toda Itália, em particular dos familiares das vítimas dos crimes de Battisti. "Foi uma decisão política. Um tapa moral. Meu irmão foi morto pela terceira vez", afirmou ao canal Sky TG24 Maurizio Campagna, irmão de Andrea, carcereiro assassinado em 1978.

Ao tomar conhecimento da notícia, vários ministros e políticos, tanto de direita como de esquerda, condenaram a decisão brasileira. A ministra para a Juventude, Giorgia Meloni, citou a "enésima humilhação" das famílias das vítimas, enquanto a deputada Alessandra Mussolini, neta do ditador Benito Mussolini e membro do Povlo da Liberdade (PDL), partido de Berlusconi, afirmou que a "ofensa" sofrida pela Itália "é muito grande" e deve ser feita pagar. "Amargura e desconcerto", foram as palavras usadas por Vannino Chiti, vice-líder no Senado do Partido Democrático, o maior da esquerda italiana.

O caso

A Itália exigia a extradição de Battisti para que cumprisse a condenação à prisão perpétua no país, por suposta participação em quatro assassinatos cometidos na década des 70, nos chamados "anos de chumbo", quando era integrante de um grupo armado de ultraesquerda.

O 'caso Battisti' se arrastava nos tribunais brasileiros desde que o italiano foi detido no Rio de Janeiro em março de 2007. Battisti passou a maior parte dos últimos quatro anos na penitenciária da Papuda, a 25 km do centro de Brasília, de onde foi libertado na madrugada desta quinta-feira.

Battisti é reclamado pela Itália depois de ter sido condenado em 1993, à revelia, à prisão perpétua por quatro assassinatos e cumplicidade de assassinato, crimes dos quais se declara inocente. Em setembro de 2009, o STF anulou o benefício do refúgio a Battisti e se manifestou a favor da extradição para a Itália, mas depois de uma longa e acalorada discussão decidiu, por maioria, que a última palavra no caso ficaria com o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula consultou a Advocacia Geral da União (AGU) e, em seu último dia de governo, 31 de dezembro de 2010, publicou no Diário Oficial um decreto que permitia a permanência de Battisti no Brasil. Quando parecia que o longo caso havia chegado ao fim, os advogados que representam o Estado italiano apresentaram um novo pedido de extradição, rejeitado na quarta-feira.

O italiano, ex-integrante do grupo radical italiano Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), de 56 anos, chegou ao Brasil depois de fugir de seu país e passar vários anos exilado na França e no México, período em que se tornou escritor de policiais.

Último Segundo
iG

2011/06/08

Consulta ao 1º lote do IR está liberada

Serão creditadas restituições para 1.509.186 contribuintes, totalizando R$ 1,9 bilhão; dinheiro será depositado no dia 15/6

A Receita Federal liberou, nesta quarta-feira, a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física deste ano. O Fisco também liberou lotes da malha fina de 2010, 2009 e 2008.

Ao todo, serão beneficiados 1.550.877 contribuintes, que receberão R$ 2 bilhões. Do total, 97% referem-se a declarações deste ano. Para o exercício de 2011, a Receita pagará R$ 1,9 bilhão a 1.509.186 pessoas físicas, das quais cerca de 1,3 milhão têm mais de 60 anos e têm prioridade no recebimento por causa do Estatuto do Idoso.

O dinheiro será depositado no próximo dia 15, nas contas bancárias informadas na declaração. Em relação ao exercício de 2011, a correção será de 1,99%. As restituições terão acréscimo de 12,14% para o lote de 2010, 20,60% para as declarações de 2009 e 32,67% para o lote de 2008. Em todos os casos, a correção corresponde à variação da taxa Selic (que mede os juros básicos da economia) desde maio do ano de entrega da declaração até este mês.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet. A consulta também pode ser feita pelo telefone 146. Caso a restituição não seja creditada, o contribuinte deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos). Nesse caso, a pessoa física deverá agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

iG

Ninguém merece

Não dá para deixar passar.
Pipocando denúncias sobre possíveis fraudes no "cartão-cidadão"; obras em ritmo de passos de cágado; denúncias de obras mal feitas; manifestações populares em protesto pela falta de investimentos em bairros periférios; epidemia de dengue; ônibus urbanos caindo aos pedaços e sem fiscalização apesar do decreto para as substituições, entre outros probleminhas, e a prefeitura de Campos anuncia:
show de Emílio Santiago para o dia dos namorados!
Assim não há romance que resista.

2011/06/07

Gleisi Hoffmann é convidada a substituir Palocci na Casa Civil

A senadora Gleisi Hoffman (PT-PR) foi convidada nesta terça-feira para substituir Antonio Palocci na Casa Civil. O ministro vai perdir demissão hoje, conforme anteciparam Vera Magalhães e Julio Wiziack.

O martelo só será batido em caráter definitivo após o atual titular da pasta formalizar sua demissão, o que deve ocorrer em uma hora, segundo a Folha apurou com interlocutores da presidente.

Por enquanto, disseram fontes da Folha, essa é a única mudança no Palácio do Planalto. O ministro Luiz Sérgio (Relações Institucionais) continua no cargo.

Natuza Nery
Valdo Cruz
Márcio Falcão
de Brasília
Folha.com
Uol

Juíza indefere pedido de habeas corpus para bombeiros

Rio - Um primeiro pedido de habeas corpus, impetrado por um grupo de bombeiros no último fim de semana, foi negado pelo STJ. Em seu despacho, a juíza Maria Izabel Pena Pieranti, não desconsidera que a categoria tinha razão em reivindicar melhorias salariais. No entanto, ela diz que "os fins, in casu, não justiçam e nem justificariam os meios" e, em outro trecho, ao citar novamente a invasão, afirma que "... o que se viu foi uma verdadeira baderna protagonizada não por civis coléricos".

A magistrada diz que as imagens dos canais de comunicação mostram bombeiros enfurecidos, ensandecidos, buscando, com força bruta, alcançar intentos que consideravam justos.

Comandante se dispõe a conversar com deputados

O deputado estadual Marcelo Freixo (PSol) conversou nesta terça-feira, por telefone, com o novo comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões. O parlamentar afirmou, através de sua conta no Twitter, que o oficial se colocou à disposição para ir à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), para uma conversa 'honesta' e 'aberta'.

Por Christina Nascimento
O Dia
c/ed.

CPI do Cartão Cidadão (?)

"Logo que tomou conhecimento da fraude do cartão cidadão, que subsidia a passagem dos ônibus urbanos e interdistritais de Campos, a vereadora Odisséia Carvalho, do PT, anunciou que pretende colher assinaturas na sessão ordinária de hoje, 7, para instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI.

O objetivo é reunir 6 vereadores que decidam cumprir o principal dever do Legislastivo, que é fiscalizar os atos e ações do Executivo e promovam uma investigação rigorosa do escândalo. O problema é que a Oposição, hoje, na Câmara conta com apenas 4 parlamentares."

do blog Fernando Leite & Outros Quintais
c/ ed.

Obs. pergunta básica do blog: será que vai dar quorum?

2011/06/05

Celebre o Dia Mundial do Meio Ambiente com os animais!

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em 5 de junho. A data foi estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1972, durante a primeira conferência internacional para a proteção do meio ambiente, em Estocolmo, na Suécia. Desde então, ocorreram diversas outras reuniões intergovernamentais, entre elas, a famosa Eco92, no Rio de Janeiro.

Agora, estamos a um ano da Rio +20, a Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, que ocorrerá de 4 a 6 de junho de 2012, na cidade do Rio de Janeiro. Chefes de estado, cientistas, representantes da sociedade civil e ONGs do mundo inteiro debaterão os avanços conquistados internacionalmente, as dificuldades enfrentadas, os problemas emergentes e definirão os próximos passos relativos à proteção ambiental.

É importante lembrarmos que o meio ambiente e os animais, incluindo o ser humano, estão intimamente ligados. Os animais silvestres não existem sem as florestas e matas, e os biomas não sobrevivem sem a fauna. E a existência humana pode tornar-se inviável no planeta sem as outras formas de vida.

Mas as discussões devem incluir também os animais de produção e os impactos ambientais dessas atividades. A criação humanitária, que promove o bem-estar animal e ocorre em harmonia com o meio ambiente, diminui esse impacto e contribui para a sustentabilidade na cadeia de produção de alimentos.

Além disso, os crescentes desastres ambientais resultantes das mudanças climáticas envolvem também a vida animal. Além do sofrimento individual dos animais silvestres, de produção ou de companhia, famílias que dependem financeiramente dos animais de produção se desestruturam financeiramente. E as pessoas sofrem com a perda afetiva causada pela morte de seus cães e gatos.

Por esses motivos, a WSPA acredita que o bem-estar animal está intrinsecamente ligado ao desenvolvimento sustentável e trabalha para a inclusão dos animais nas discussões da Rio +20.

WSPA - Sociedade Mundial de Proteção Animal

2011/06/04

Ainda dá tempo


1° CIRCUITO SESI CBTIJ DE TEATRO INFANTIL
Teatro do SESI Campos
04 de junho (sábado) às 17h
Classificação Livre (Recomendado para crianças a partir de 4 anos)
Ingressos : R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Musicalização e dramatização de conhecidos trava-línguas. O espetáculo se organiza em quadros independentes, cada um deles determinado por um trava-língua que serve de base para a encenação. Dele saem as circunstâncias, os personagens, o humor, a música e o jogo de interação com o público.

A COMPANHIA POP DE TEATRO CLÁSSICO, fundada em 1999, tem se dedicado tanto ao teatro infantil quanto adulto. Seu trabalho está baseado na idéia de montar textos de valor literário reconhecido, buscando a comunicação com o espectador através de duas vertentes principais: o clássico, visto como qualidade dramatúrgica assegurada, e o popular, tratado como a possibilidade de um público amplo ver no teatro encenados seus anseios e necessidades fundamentais.

A montagem de A ARANHA ARRANHA A JARRA A JARRA ARRANHA O TRAVA-LÍNGUA segue estes princípios. Sendo os trava-línguas uma parte extremamente rica da nossa cultura popular, a peça traz histórias simples que são compreendidas por todos. Ao mesmo tempo em que chama atenção para a riqueza da nossa língua, ampliando o vocabulário das crianças pela alegre repetição que fazem dos trava-línguas, desenvolve sua imaginação, através da mímica dos atores que são estimuladas a adivinhar.

Elenco

Cecília Ripoll
Aline Sampin

Ficha Técnica
Direção e Dramaturgia: Demetrio Nicolau
Direção de Movimento: Nara Keiserman
Cenário: Companhia Pop
Figurinos: Teca Fichinski
Direção Musical: Demetrio Nicolau
Caracterização: Mona Magalhães
Assistente de Direção: Helena Borschiver
Iluminação: Demetrio Nicolau
Fotografia: Guga Melgar
Produção: Maravilha Criações & Produções Artísticas Ltda
Realização: Companhia Pop de Teatro Clássico

divulgação

Cartão-cidadão

As denúncias que começam a surgir em Campos dos Goytacazes a respeito de fraudes no "Cartão-cidadão", programa através do qual a prefeitura subsidia as empresas para a cobrança de R$ 1,00 nas passagens de ônibus, não podem ficar sem investigação e resposta.
É um assunto sério, que envolve verba pública, e com seriedade deve ser tratado.
Esperamos todos o desenrolar dos acontecimentos.

Carro de Garotinho atingido por tiros

Cabo Frio - O carro onde estava o deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) foi atingido por dois tiros na noite de ontem nas proximidades de Cabo Frio. Nenhum dos ocupantes do veículo — o ex-governador, o motorista e um segurança — foi atingido pelos tiros. As balas perfuraram a lataria.

Garotinho tinha acabado de participar de uma reunião do PR em Cabo Frio e se dirigia para sua casa em Campos dos Goytacazes. Ele é o presidente do diretório estadual do partido.

O deputado passou boa parte do dia no Rio, onde participou de manifestações organizadas por bombeiros. Ao lado da filha, a deputada estadual Clarissa Garotinho (PR), ele chegou a discursar em um ato da categoria promovido diante da Assembleia Legislativa, onde os militares estavam concentrados. Depois, foi de carro para Cabo Frio, onde participaria de encontro do PR.

Fernando Molica
O Dia Online

2011/06/03

Curiosidades: histórias para se ler no fim de semana

1931: Al Capone condenado

Em 24 de outubro de 1931, Al Capone foi condenado a 11 anos de prisão e multa de 50 mil dólares por sonegar impostos. O filho de imigrantes italianos ascendeu a líder entre as gangues do submundo norte-americano.

Nascido a 17 de janeiro de 1899, no Brooklyn, em Nova York, filho de imigrantes da Sicília, Alphonse "Al" Capone foi um dos mais famosos chefões da máfia nos Estados Unidos. Cercado de miséria e criminalidade, conheceu cedo a violência e a brutalidade. Uma cicatriz adquirida numa briga com facas valeu-lhe o apelido de "Scarface" (cara marcada).

Quando o pai faleceu, em 1920, Al Capone mudou-se para Chicago, onde queria tentar a sorte ao lado do poderoso chefe de gangue italiano Johnny Torrio, que explorava o comércio ilegal de bebidas alcoólicas, a prostituição e salões de jogos. Cresceu rapidamente e, em pouco tempo, tornou-se um mito entre os criminosos americanos. Seus grandes inimigos eram os bandos irlandeses do norte da cidade, com os quais os italianos travaram uma verdadeira guerra em meados da década de 20.

O ferimento de Torrio numa destas brigas, com um bando de Bugs Moran, trouxe-lhe a aposentadoria prematura. Al Capone, entrementes o homem mais poderoso do submundo do crime, jurou vingança. No dia 14 de fevereiro de 1929, assassinos profissionais executaram sete membros importantes do bando de Moran.

Profissão: vendedor de antigüidades

A polícia logo desconfiou quem poderia estar por trás dos crimes, mas não tinha provas. Al Capone tinha um álibi para o momento do crime. Durante vários dias, o assunto ocupou a imprensa norte-americana. A Casa Branca resolveu, então, encarregar o chefe do FBI pessoalmente para investigar todos os detalhes dos negócios de Al Capone. Oficialmente, era vendedor de antigüidades. Sabia-se que faturava mais de três milhões de dólares por ano, mas não pagava impostos.

Os investigadores reviraram a contabilidade do gângster para, em 1931, chegarem à conclusão de que Al Capone devia mais de 200 mil dólares ao fisco. Para o que a promotoria pediu 34 anos de prisão. Os advogados de Capone tentaram em vão a redução da pena junto ao juiz James Wilkerson, que não se deixou subornar. Até a tentativa de compra dos jurados falhou, pois o juiz substituiu todo o corpo de jurados na última hora.

A sentença contra "o rei de Chicago", no dia 24 de outubro de 1931, foi de 11 anos de prisão por sonegação de impostos. Dois anos foram cumpridos num presídio em Atlanta, depois ele foi levado à prisão de segurança máxima de Alcatraz, onde os médicos atestaram que tinha sífilis. Por causa da saúde precária e de sua boa conduta, foi posto em liberdade em 1937.

Ele faleceu em 1947, em Miami, na Flórida, mas foi enterrado em Chicago. Na sepultura, as palavras: "Alphonse Capone, 1899-1947, My Jesus Mercy (Misericórdia, meu Jesus)".

Jens Teschke (rw)
http://www.dw-world.de/dw/article/0,,974704,00.html

Câmara de SãoJoão da Barra aprova moção de repúdio à prefeita de Campos dos Goytacazes

Com o plenário lotado, a sessão legislativa da Câmara Municipal de São João da Barra teve início nesta quinta-feira, com um requerimento verbal proposto pelo vereador Jonas Gomes de Oliveira. Ele propôs uma moção de repúdio à prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, que durante esta semana, teria especulado que parte do Super Porto do Açu pertence a Campos. Após ser discutida por mais de 30 minutos, a matéria foi aprovada por cinco votos a três. “Colhi mais de duas mil assinaturas de pessoas insatisfeitas com o interesse de Rosinha. Nunca fiz uma moção de repúdio, mas em nome do povo sanjoanense, não podia me calar”, disse Jonas.

Suplementação -

Em seguida, o presidente da Casa, Gerson da Silva Crispim (Gersinho) e o líder da bancada governista, Aluízio Siqueira começaram a debater sobre o pedido de suplementação de R$ 51 milhões enviado pelo Executivo. Vendo que a matéria não constava na pauta, os vereadores da situação, pela quinta vez consectutiva, saíram do plenário.

No entanto, Gersinho foi notificado, durante a sessão, da reconsideração do pedido de liminar feito pela prefeita Carla Machado para que a suplementação fosse votada. Só que segundo o texto, isso deve acontecer em sessão extraordinária, já marcada para às 14h da próxima terça-feira (07).

Justiça – Carla Machado já havia impetrado uma liminar para que a suplementação fosse votada, porém, o juiz da segunda vara do município, Leandro Loyola de Abreu, havia indeferido. Um pedido de reconsideração foi feito e deferido na última quarta-feira.

Desapropriação- Proprietários e produtores rurais do Quinto Distrito fizeram manifestação na tarde desta quinta em frente à Câmara. Para evitar tumultos e contratempos, desde cedo, quatro viaturas da Tropa de Choque da Polícia Militar permaneceram no local. Parte dos manifestantes aproveitaram a ocasião para assistir à sessão legislativa.

Ascom CMSJB

2011/06/02

MPF processa Cesar Maia por mau uso de verbas públicas na Vila do Pan

Prefeitura dispensou licitação e favoreceu empresa na construção de duas vias de acesso



Rio - O Ministério Público Federal (MPF) no Rio moveu ação contra o ex-prefeito Cesar Maia por dispensa indevida de licitação e favorecimento na contratação das obras das vias 5 (Norte) e 6 (Acesso) da Vila do Pan. Além do ex-prefeito, o ex-secretário municipal de obras, Eider Dantas, e o ex-secretário municipal especial do Pan 2007, Ruy Cesar, também são acusados. Também responde à ação civil pública de improbidade administrativa a construtora Sanerio, beneficiada no processo de seleção.


De acordo com o MPF, os réus estão sujeitos às penas fixadas na lei de improbidade administrativa, como perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa e proibição de contratar temporariamente com o poder público.

As obras, apesar de assumidas pelo Município em novembro de 2004 não foram licitadas a tempo, sendo contratadas por emergência em março de 2007, cinco meses antes dos Jogos. Segundo a ação, esta dispensa é irregular por que decorreu da inércia da própria Prefeitura, num cenário de urgência fabricada.

Além disso, a contratação favoreceu a empresa Sanerio Engenharia Ltda., responsável por outra obra na Vila do Pan e citada pelo ex-Secretário Ruy Cezar como vencedora antes mesmo do início do processo de seleção.

O Dia



.

Manifesto da oposição da Fafic

A HORA DA MUDANÇA! O RESGATE DAS TRADIÇÕES!

As histórias começadas e desempenhadas pelos homens (...) não voltam para trás no sentido daquilo que era anteriormente conhecido, mas evoluem para um futuro desconhecido, tal fato, dizíamos, deve a sua existência, não a uma especulação teórica, mas a uma experiência política e ao curso dos acontecimentos reais. (ARENDT, 1971, p. 51- 54).


Como sugere o texto acima, as histórias produzidas pelos homens não apenas evoluem para o desconhecido, mas estão também em constante mudança. Essas mudanças não acontecem necessariamente com a extinção do que os homens fizeram, ou seja, nada é completa e radicalmente novo, mas o fruto mais ou menos desejado da interação entre a tradição e a mudança, entre o ato de produzir e de reproduzir.

Nesse sentido, o novo não é o resultado de uma mudança total de tudo! As novidades guardam partes das tradições e as mudanças precisam encontrar espaços e meios de estabilidade. Ambas – a mudança e a estabilidade – não são excludentes, ao contrário, se complementam. E se uma ou outra prevalece, é pela mais pura vontade dos homens e das mulheres que as fazem.

A partir dessa reflexão assumimos aqui a perspectiva de que a história não fica 50 anos estática e que mudar, se adequar a novas demandas, olhar de maneira diferente é determinante para continuar existindo. Mas não ignorando aquilo que aprendemos a fazer e a fazer muito bem! Entretanto, temos assistido nesses dez últimos anos na Faculdade de Filosofia de Campos a um movimento marcado por tomada de decisões que não reconhece a importância das tradições historicamente construídas, tradições que produziram a própria identidade formativa da instituição e determinou o importante papel que a mesma assumiu no Município e nas regiões circunvizinhas.

Isso se faz evidente no processo de desmanche que temos vivenciado em relação às licenciaturas da Faculdade de Filosofia de Campos e, por que não, da tradição institucional. Processo esse marcado pela tomada de decisões equivocadas, a maior parte delas a revelia das Coordenações de Curso que, se tornaram, nos últimos anos, um espaço político esvaziado, uma vez que as determinações deixaram de ser discutidas internamente para serem resolvidas de “cima para baixo”. Ora, se voltarmos um pouco na história será possível lembrar-se do tempo no qual os problemas das licenciaturas eram densamente discutidos nos colegiados entre professores, coordenadores e vice-coordenadores, de onde saíam às propostas, os projetos e as ações.

Talvez o primeiro grande equívoco tenha sido o corte das Vice-Coordenações, decisão tomada sem que fosse discutida sequer pelo Conselho das Coordenações, muito menos pelo Conselho Superior. De forma rápida, também os Coordenadores foram perdendo espaço e transformados em caçadores de alunos. Alunos difíceis, Coordenadores culpados! E as Coordenações não tinham sequer autonomia para tomar decisões. A última decisão foi no sentido de que as Coordenações das Licenciaturas passassem a dividir um mesmo espaço, em nome da suposição de que, juntos, os Coordenadores poderiam pensar em saídas para a “crise”. Declarados culpados, agora eles que encontrassem a saída... Uma série de práticas democráticas, marcas tradicionais da instituição, foi simplesmente ignorada em nome da “crise das Licenciaturas”.

Crise das Licenciaturas, crise do Magistério e crise da FAFIC. Como reinventar nossas tradições? Como preservar a democracia interna? Como enfrentar a concorrência sem perder a alma? E se a crise for, principalmente, de gestão, ou de um modelo de gestão que se esgotou na sua própria reprodução? E se a crise for uma crise de inércia, de falta de idéias novas, enfim, de falta justamente de oxigênio e de renovação, para que a instituição possa, de fato, respirar novos ares?

O que propomos, portanto, é a mudança com projetos que ampliem o foco de atuação da instituição no Ensino Superior e no Ensino Técnico. Mas assumindo o compromisso de rever algumas decisões para que, neste novo tempo, a Faculdade de Filosofia de Campos possa se estabelecer como uma instituição de vanguarda e resgatar seu prestígio na Formação de Professores.

Para tanto, o ponto de partida será retomar a prática de levar para o debate coletivo a discussão sobre os projetos atuais da faculdade para as licenciaturas. De igual modo, pensamos ser necessário um trabalho sistemático com os alunos das escolas públicas municipais, uma vez que, de acordo com o Relatório do ENADE, mais de 70% de nossos alunos são oriundos dessas instituições.

Acreditamos que esse investimento deverá ser acompanhado de uma política institucional que valorize o magistério e apresente-o como uma alternativa de ascensão social aos jovens, levando ao conhecimento dos mesmos: i) histórias de professores bem sucedidos e que transformaram suas vidas por meio do magistério; ii) as discussões que têm sido tecidas, em esfera federal, sobre a valorização salarial do professor; iii) amplitude do mercado de trabalho para um portador de diploma de licenciatura; e, iv) a perspectiva de salário inicial para um professor em nossa região, que está acima da média de salários de outros profissionais.

Além disso, será necessário resgatar a qualidade dos cursos oferecidos com um currículo que, na prática, corresponda ao que está proposto ao aluno. Ou seja, nosso objetivo será fazer valer o que está previsto nas matrizes curriculares em termos de carga horária, sem cortes na quantidade de aulas em nome da “viabilização dos cursos”, pois, se é verdade que a instituição vive um momento complicado, também é verdade que o aluno e o professor não devem ficar com o prejuízo.

Oferta de novos Cursos com critérios objetivos e pesquisa de mercado, investimentos cuidadosos e calculados, renovação com segurança, preservando nossas melhores tradições, parece que, enfim, soou a

Hora da Mudança!

Daniel Barreto
Diretor

Eduardo Peixoto
Vice- Diretor

Do blog Fernando Leite & Outros Quintais
c/ed.
Obs. Fafic (Faculdade de Filosofia de Campos) - RJ

Teatro do SESI - Campos dos Goytacazes - programação de junho

clique para ampliar

Curso

"A Kandy Alimentos, sempre inovando e trazendo novas experiências aos seus clientes, neste mês em que o Amor é o tema principal das comemorações, traz o Curso Básico de Cupcake.
Independente de sua profissão, idade, sexo e experiência na cozinha, você pode proporcionar a melhor surpresa para o seu amor. Presenteie com um delicioso CUPCAKE feitos por você com todo carinho.
O curso com duração de 2 horas ensina a fazer duas massas deliciosas (baunilha e chocolate) de CUPCAKE, coberturas que vão proporcionar um ar de personalidade e embalagens que irão fazer o acabamento final desta delicia que é a moda do momento.
Ligue-nos e agende seu curso.
ULTIMAS VAGAS. CURSOS NOS DIAS 03 E 04 DE JUNHO. CONTATO: 2725-1040/ 88358112
http://www.kandy.com.br/ "

2011/06/01

Quando o que se quer é menos

O Dia da Imprensa é comemorado, no Brasil, no dia 1º de junho, data em que começou a circular o jornal Correio Braziliense, fundado por Hipólito José da Costa, em 1808. A instituição se deu pela Lei nº 9.831, de 13 de setembro de 1999.
Insisto, e não desisto, mas, reflitamos, exceto a busca hercúlea do profissionalismo, por abnegados entrincheirados, há mesmo o que se comemorar na aldeia?
O que se quer, é simplesmente menos: menos parcialidade negociada; menos envolvimentos suspeitos de representantes da classe com o governo; menos notícias evasivas; menos inverdades; menos frases compradas, eis que eivadas de mentiras; menos exploração; menos invasões de falsos profissionais a poder de espaço negociado; menos lobos em peles de cordeiro; menos verdades ao meio; menos balões de ensaio; enfim... menos descomprometimento.

Surpreendidos no Palácio pela convocação de Palocci, líderes governistas declaram guerra à oposição

Surpreendidos durante uma reunião no Palácio do Planalto pela notícia de que o ministro Antônio Palocci foi convocado a depor na Comissão de Agricultura da Câmara, os líderes da base governista decidiram partir para a briga.

A estratégia da oposição para aprovar a convocação foi pedir verificação de quorum na comissão numa votação anterior. Pelo Regimento, só uma hora depois pode ser cobrada nova verificação. Assim, a oposição conseguiu fazer a votação neste intervalo, mesmo com a comissão esvaziada.

Os líderes governistas dizem que a estratégia rompe um pacto de não-agressão e agora prometem passar o trator.

iG
Último Segundo
O Palácio do Planalto determinou que os líderes façam de tudo para desfazer a convocação