2009/08/31

Curso no IFF/Campos dos Goytacazes

E mail do professor Vicente de Paulo, do IFF:

CARÍSSIMOS E CARÍSSIMAS

JÁ ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PESCA, AQUICULTURA E AMBIENTE DO INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE.

O EDITAL JÁ ESTÁ DISPONÍVEL E AS INSCRIÇÕES TAMBÉM PODEM SER FEITAS NO ENDEREÇO http://portal.iff.edu.br/processos-seletivos/pos-graduacao/pos-graduacao-lato-sensu-em-pesca/inscricoes-abertas-para-especializacao-em-pesca-aquicultura-e-ambiente
UM ABRAÇO

VICENTE

Vicente de Paulo Santos de Oliveira
Professor de Ensino Tecnológico do IFF
Pesquisador da Unidade de Pesquisa e Extensão Agro-Ambiental
Engenheiro Agrimensor
D. Sc. Engª Agrícola
cel. (22) 8821-8771

2009/08/29

McDia Feliz


É hoje!
Ainda dá tempo de participar!

Coordenado pelo Instituto Ronald McDonald, o McDia Feliz é a maior campanha do país no combate ao câncer infanto-juvenil, além de ser o principal evento comunitário do Sistema McDonald’s no Brasil.

No McDia Feliz, todo o dinheiro arrecadado com a venda de sanduíches Big Mac (exceto alguns impostos), vendido separadamente ou incluído McOferta número 1, - além de materiais promocionais como camisetas, bonés, chaveiros, entre outros produtos - é revertido para instituições de apoio e combate ao câncer infanto-juvenil de todo país.

O evento sempre é realizado no último sábado de agosto, e é o dia de maior movimento em mais de 500 restaurantes McDonald’s, contando com uma mobilização de cerca de 30 mil voluntários. Ao longo de 20 anos de realização da campanha, a renda obtida com o McDia Feliz contribuiu para o expressivo crescimento do índice de cura da doença no Brasil: de 15%, no final da década de 80, podendo chegar a 85% em alguns casos.

Com os resultados obtidos desde o primeiro ano de sua realização, em 1988, a campanha já reverteu a mais de 100 instituições brasileiras, em mais de 20 estados, mais de R$ 90 milhões. Os recursos têm viabilizado a implantação de unidades de internação, ambulatórios, e salas de quimioterapia, casas de apoio e unidades de transplante de medula óssea.

Criado pelo McDonald’s no Canadá em 1977, o McDia Feliz foi realizado pela primeira vez no Brasil em 1988, em São Paulo. Em 1989, chegou ao Rio de Janeiro, e, a partir de 1990, passou a ser realizado em nível nacional, envolvendo todos os restaurantes da Rede McDonald’s do país.

site do Instituto Ronald McDonald

Dia Nacional de Combate ao Fumo III

Dia Nacional de Combate ao Fumo II

Imagens fortes!

Dia Nacional de Combate ao Fumo

Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Fumo.

"Glamourizado no passado pelas charmosas baforadas de estrelas de cinema, o cigarro já foi desmascarado há tempos e denunciado como vilão da saúde, causador de doenças graves como câncer e enfisema pulmonar.

Não se trata de exagero: cigarro mata mesmo. No Brasil, estima-se que o cigarro mate 80 mil pessoas por ano, alerta o PrevFumo, projeto da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina), que oferece tratamento para largar o vício.

Para animar os futuros ex-fumantes, é bom saber que há muitos benefícios a curtíssimo prazo quando se larga o vício de fumar. A seguir, uma lista com 10 boas notícias para a sua saúde, depois que se apaga o último cigarro.

1 - Em 20 minutos a pressão arterial e os batimentos cardíacos retornam ao normal

2 - Em 8 horas os níveis de monóxido de carbono retornam ao normal

3 - Em 1 dia há redução do risco de ataque cardíaco

4 - Em 3 dias há relaxamento dos brônquios e aumento da capacidade respiratória

5 - De 2 a 12 semanas melhora a circulação

6 - Entre poucos dias e algumas semanas (dependendo do quanto e por quanto tempo a pessoa fumava) o paladar e o olfato se recuperam completamente

7 - De 1 a 9 meses há redução de tosse, infecções e ocorre melhora da capacidade respiratória

8 - Em 1 ano o risco de doença coronária cai pela metade

9 - De 10 a 15 anos o risco de doença coronariana se iguala ao de uma pessoa que nunca fumou

10 - De 15 a 20 anos o risco de câncer se aproxima do risco de uma pessoa que nunca fumou"

Fonte: PrevFumo/Unifesp

2009/08/28

São João da Barra terá maior parque de restinga do mundo

"Secretaria do Ambiente anuncia criação do Parque Gruçaí"

"O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, e a secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, anunciaram nesta sexta-feira (28/08) a criação do Parque do Gruçaí, que será o maior de restinga do mundo e ficará no município de São João da Barra. Minc, Marilene e o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), André Ilha, deram entrevista coletiva na qual falaram ainda sobre a ampliação do Parque Estadual dos Três Picos.

Minc destacou a importância de se proteger todas as Unidades de Conservação, sejam elas municipais, estaduais ou federais, e que a meta é dobrar a área protegida de Mata Atlântica de modo a formar um corredor florestal unindo todas as Unidades de Conservação.

- Estamos correndo atrás de 400 anos de destruição- observou o ministro.

Marilene Ramos explicou que, no início de 2007, havia no estado 120 mil hectares de área protegida de Mata Atlântica, e, hoje, a área já é de 178 mil hectares em todo estado. Destacou, ainda, a ampliação do Parque Cunhambebe que tem hoje 38 mil hectares e a criação do Parque do Gruçaí.

A secretária disse também que o núcleo Piraquara, do Parque Estadual da Pedra Branca, em Realengo, passou por uma reforma e será inaugurado em dois meses, com recursos de compensação ambiental.

- Estamos ampliando e cuidando das Unidades de Conservação que já existem. Esse cuidado nunca houve antes - comentou.

O diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Inea, André Ilha, apresentou um mapa atualizado da ampliação do parque dos Três Picos, com sua área original, os espaços ampliados e as unidades de conservação (Parque Nacional da Serra dos Órgãos e Estação Ecológica Estadual do Paraíso), com as quais forma um corredor florestal no coração da Região Serrana fluminense.

Três Picos é o maior parque estadual do Rio de Janeiro e foi criado em 2002 com uma área de 46.350 hectares. Agora, acabou de ser ampliado em 12.440 hectares, pelo decreto nº 41.990. A maior parte da ampliação ocorreu nos municípios de Cachoeiras de Macacu, Silva Jardim e Nova Friburgo e, em menor escala, nos municípios de Teresópolis e Guapimirim. Com o aumento de sua extensão, passam a fazer parte do Parque dos Três Picos a Serra da Botija, o Morro do Maratuã e a Pedra da Baleia, dentre outros pontos notáveis da região. As florestas do parque possuem os mais elevados índices de biodiversidade de todo o estado. No local são encontradas ainda cerca de 65% das espécies de aves de toda a Mata Atlântica brasileira.

Além de estimular a preservação da fauna e da flora, a ampliação vai trazer benefícios para os municípios nos quais o parque está inserido, como a elevação da arrecadação do ICMS Verde, a manutenção da qualidade e da quantidade dos córregos e rios que nascem na região e a ampliação da prática dos esportes de aventura."

28/08/2009 19h47
Por Ascom da Secretaria do Ambiente
site do governo do Estado

2009/08/27

Lula receberá governadores

Lula se reúne com Serra, Cabral e Hartung no domingo para fechar acordo do pré-sal

O Palácio do Planalto não cogita a possibilidade de adiar o lançamento do marco regulatório do pré-sal, previsto para a próxima segunda-feira (31), como sugeriu nesta quinta-feira (27) o governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, para rediscutir o modelo de partilha dos royalties com as unidades federativas.

Lula receberá no domingo os governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, do Espírito Santo, Paulo Hartung, e de São Paulo, José Serra, de acordo com um assessor próximo ao presidente Lula. Nesta quinta, Cabral disse que no encontro, ele e Hartung pedirão ao presidente que adie o lançamento.

O presidente, no entanto, irá manter a programação, e cogita não fechar a discussão sobre a partilha dos royalties do petróleo a ser extraído e deixar esse debate para o Congresso Nacional, para onde o projeto será encaminhado.

Os governadores que se reunirão com Lula demonstraram descontentamento com o modelo de partilha de royalties, alegando que haverá perda de arrecadação. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, se reuniu com Cabral e Hartung recentemente para tratar do assunto. O governador do Rio de Janeiro disse também ter conversado por telefone com o presidente Lula, mas ainda assim diz que mantém a posição de não comparecer à cerimônia de lançamento.

Yara Aquino
Da Agência Brasil
Em Brasília
Uol

Outra mudança na PMCG?

O blog recebeu a informação esta tarde de que um fiel colaborador da prefeita Rosinha Garotinho, secretário municipal, estaria deixando sua pasta. Vamos tentar confirmar o fato para fazer a posterior comunicação.

2009/08/26

Amor de cão II


Precisa dizer algo?

O Brasil em Angola

E mail recebido do colega Carlos Alberto Júnior, na África a serviço da TV Brasil.
O canal produziu uma série de reportagens sobre a presença brasileira em Angola. Vale a conferida pelo blog:

http://diariodaafrica.blogspot.com/2009/08/o-brasil-em-angola.html

2009/08/25

E tudo acaba em futebol(?)

AE
BRASÍLIA - O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) utilizou nesta terça-feira à noite em discurso no Plenário uma linguagem próxima à grande maioria do povo brasileiro: a do futebol. O parlamentar tirou do paletó e mostrou aos parlamentares um cartão vermelho para pedir a renúncia do presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP).

“No meu entender, o arquivamento das representações não foram suficientemente esclarecidas. Para voltarmos à normalidade, o melhor caminho é que Sua Excelência renuncie ao cargo no Senado", pediu Suplicy.

Em defesa de Sarney, o senador democrata Heráclito Fortes (PI) fez uma série de intervenções durante o discurso do senador petista que, de forma inesperada, recebeu de Suplicy um cartão vermelho também.

O bate-boca entre os dois parlamentares se transformou em gritaria. O senador da oposição pedia ao petista que mostrasse o cartão vermelho ao Presidente Lula, que “deu cartão amarelo” ao líder do Partido no Senado, Aloizio Mercadante. “O Presidente Lula foi quem invadiu as dependências do Senado, ele é o responsável pela crise”, bradou Fortes. “Use a palavra e não o cartão”, pediu.

"Não estou afirmando que tenham relações, mas que cabe a investigação, no mínimo", voltou a defender Suplicy.

O senador Mão Santa (PMDB-PI), que presidia a mesa no momento da discussão, aproveitou o tom da conversa e soltou: “Quem está com o apito aqui sou eu?” e pediu que a discussão se encerrasse para dar continuidade aos discursos dos demais senadores inscritos.

IG

DO

O companheiro Ricardo André (Eu penso que...) atualizou o blog e postou várias notas sobre publicações do DO da PMCG. O colega Cleber Tinoco (Campos em debate) também abordou o assunto.
Para estômagos fortes. Infelizmente.
E la nave va...

2009/08/24

Câmara debate redução da jornada de trabalho

A Câmara dos Deputados realiza amanhã (25), a partir das 9h30, comissão geral no plenário para debater a proposta de emenda à Constituição que reduz a jornada de trabalho das atuais 44 para 40 horas semanais.

A PEC 231/95 já foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e pela Comissão Especial que analisou o mérito da proposta.

A PEC ainda precisa ser aprovada em dois turnos de votação pela Câmara por, no mínimo, 308 votos favoráveis em cada votação. Depois, a proposta tem que ser encaminhada à deliberação do Senado e aprovada também em dois turnos de votação por, no mínimo, 49 votos favoráveis dos 81 senadores.

A Câmara convidou para o debate sobre a PEC representantes do governo, do setor empresarial e dos trabalhadores. Já confirmaram presença o ministro do Trabalho, Carlos Lupi; o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), Marcio Pochmann; o presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Luciano Ataíde Chaves; e o representante da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Laércio José de Oliveira.

Também confirmaram presença os presidentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Artur Henrique Silva; da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP); e da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (Cgtb), Antônio Neto.

Foram convidados, mas, até o final da tarde, não confirmaram presença no debate o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), deputado Armando Monteiro (PTB-PE); a presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu (DEM-TO); o presidente da Federação Brasileira dos Bancos (Febrabran), Fábio Barbosa; e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

A PEC da redução da jornada de trabalho, na Comissão Especial, foi aprovada, por unanimidade, no dia 30 de junho. Mais de mil sindicalistas acompanharam a votação, feita num auditório da Casa. Desde então, os sindicalistas insistem na votação da proposta no plenário da Câmara e prometem uma mobilização nesse sentido. Já o setor empresarial trabalha para adiar a votação da proposta.

Uol

Ela desatinou


Boa semana a todos.

2009/08/22

Brasil (infelizmente) ultrapassa Argentina

O Brasil ultrapassou a Argentina em número de mortes pela gripe suína --a gripe A (H1N1)--, segundo dados divulgados na noite de ontem pelo Ministério da Saúde argentino e pelas informações das secretarias estaduais de saúde brasileiras, ficando atrás apenas dos Estados Unidos entre os países que divulgam sistematicamente estes dados.

A gripe suína já matou 1.799 pessoas em todo o mundo, principalmente no continente americano, desde o seu aparecimento, no final de março, segundo os últimos dados da OMS. A entidade declarou a primeira pandemia de gripe do século 21 no dia 11 de junho. No total, 170 países já confirmaram casos.

No Brasil, as secretarias de Saúde de São Paulo, Paraná, Rio e Rio Grande do Sul confirmaram ontem mais 81 mortes, e o número subiu para, ao menos, 488. Com isso, o país ultrapassou a Argentina, onde o número de mortos subiu de 404, em balanço divulgado há oito dias, para 439, segundo comunicado do Ministério da Saúde do país.

O Brasil já havia passado o México na semana passada. Na ocasião, balanço das secretarias estaduais da Saúde mostravam 277 óbitos no país, contra 162 no México. O último balanço naquele país, divulgado na quinta-feira, aponta para a morte de 170 pessoas.

Agora, dos países que divulgam sistematicamente dados sobre mortes por gripe suína, o Brasil só está atrás dos Estados Unidos. Os americanos confirmam a morte de 522 pessoas pela doença até a noite de ontem, segundo informações do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças, na sigla em inglês).

Os dados são emblemáticos porque o México foi o primeiro país do mundo a ter um surto de gripe suína, enquanto que a Argentina foi quem enfrentou o problema com mais gravidade primeiro na América do Sul --o que fez, inclusive, com que turistas brasileiros evitassem viajar para estes países.

Brasil

Somente em São Paulo, o total de óbitos saltou de 134 --conforme balanço do último dia 11--para 179 nesta sexta-feira. No Paraná, foram confirmadas mais 23 mortes, e o total subiu para 142 no Estado. Já o Rio Grande do Sul anunciou mais nove óbitos, elevando para 93 o número de vítimas.

No Rio de Janeiro, o total de vítimas já chega a 47, com as quatro novas confirmações desta sexta-feira. Mais cedo, Santa Catarina havia confirmado a 11ª morte no Estado --que está em situação de emergência desde o dia 3 de agosto devido à doença.

São Paulo é o Estado com o maior número de mortes no país em decorrência da gripe A (H1N1), com 179 óbitos confirmados. O Paraná é o segundo em número de vítimas (142), seguido pelo Rio Grande do Sul (93), Rio (47), Santa Catarina (11), Minas (8), Paraíba (2), Bahia (1), Pará (1), Rondônia (1), Mato Grosso do Sul (1) e Amazonas (1), além do Distrito Federal (1).

Segunda onda em 2010

A gripe suína deve voltar a circular no Brasil de forma mais intensa em meados de abril ou maio de 2010, informou o colunista Hélio Schwartsman na edição deste sábado da Folha.

Segundo ele, após o inverno e o pico pandêmico, a tendência (válida para os Estados do Sul e do Sudeste) é de redução paulatina no número de novos casos. "A julgar pelo que ocorreu no verão boreal [hemisfério Norte], nos próximos meses o novo vírus circulará por aqui num padrão mais intenso que o das cepas sazonais, mas nada tão dramático como a situação a que assistimos nas últimas semanas, quando os hospitais das regiões mais afetadas chegaram bem perto de seu limite."

Isso dá tempo ao Brasil de preparar uma estratégia para enfrentar a segunda onda da gripe "de modo mais eficiente" do que a primeira. "A principal arma deverá ser a vacinação, cuja estreia no hemisfério Norte teremos ocasião de observar antes de tomar as decisões mais graves."

BOL Notícias

Dia do folclore

Corrijam-me se a realidade for outra, mas acho que passou despercebido em Campos: hoje é o Dia do Folclore.
"Em 1965, o Congresso brasileiro oficializou o dia 22 de agosto como o Dia do Folclore, numa justa homenagem à cultura popular brasileira. A palavra folclore tem origem no inglês antigo, sendo que "folk" significa povo e "lore" quer dizer conhecimento, cultura.
O folclore brasileiro, portanto, é a cultura de nosso povo e não há nada mais nacional do que ele. Afinal, ele é precisamente o conjunto das tradições culturais dos conhecimentos, crenças, costumes, danças, canções e lendas dos brasileiros de norte a sul. Formada pela mistura de elementos indígenas, portugueses e africanos, a cultura popular brasileira é riquíssima.
Na área musical, por exemplo, são inúmeros e muito variados os ritmos e melodias desenvolvidos em nosso país. É o caso do frevo, do baião, do samba, do pagode, da música sertaneja... Há ainda as danças típicas das festas populares, como o bumba-meu-boi, o forró, a congada, a quadrilha e - é claro - o próprio carnaval, um verdadeiro símbolo de nosso país.
Um dos aspectos mais interessantes do folclore brasileiro, porém, são os seres sobrenaturais que povoam as lendas e as superstições da gente mais simples. O mais popular é o Saci, um negrinho de uma perna só, que usa um barreta vermelho, fuma cachimbo e adora travessuras, como apagar lampiões e fogueiras ou dar nó nas crinas dos cavalos.
Mas há vários outros seres fantásticos em nosso folclore: o Curupira, um anão de cabelos vermelhos, que tem os pés ao contrário; a Mula-sem-cabeça, que solta fogo pelas narinas; a Boiúna, cobra gigantesca cujos olhos brilham como tochas; e o Lobisomem, o sétimo filho homem de um casal, que vira lobo nas sextas-feiras de luas cheias, entre outros."
Uol

Faltou falar, por exemplo, de Iara Mãe D'Água, que atrai os homens para o fundo dos rios com seu canto, e do Curupira, que deixa falsas pegadas com seus calcanhares invertidos para enganar os caçadores.
Ainda dá tempo de comemorar. Afinal, o que não falta nesta terra é personagem folclórico.

2009/08/21

Amarelo canarinho

Mercadante recua e diz que, por Lula, seguirá como líder do PT no Senado

BRASÍLIA - O senador Aloizio Mercadante (PT-SP) recuou, em discurso nesta sexta-feira no plenário do Senado, e disse que decidiu ficar no cargo de líder de seu partido na Casa, a pedido do presidente Lula, apesar de se sentir frustrado por não ter conseguido impedir o arquivamento das ações contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Segundo o petista, Lula lhe enviou uma carta pedindo que ele ficasse na liderança do partido. "Companheiro Mercadante, você me expressou sua indignação com a situação do Senado. Respeito sua posição, mas não posso concordar com sua renúncia à liderança da bancada do PT. A bancada e eu consideramos você imprescindível. Quero que fique. É um pedido sincero do amigo Luiz Inácio Lula Silva", escreveu Lula.

"Mais uma vez não tenho como dizer não ao presidente Lula. Meu governo errou, o partido errou e eu errei. Eu peço desculpas, mas, pela minha história com o Lula, não posso dizer não ao meu companheiro presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva", disse o senador.

Mercadante não deixou, porém, de manifestar sua insatisfação com a decisão do Conselho de Ética. "Subo a essa tribuna com o sentimento da frustração. De um homem que lutou, e eu lutei. Nunca aceitei o caminho fácil da condenação sem defesa, porque esse não é o caminho da democracia. Ainda que seja mais fácil do ponto de vista eleitoral", afirmou.

Último Segundo
Ig
c/ed.

2009/08/20

Mais petróleo na Bacia de Campos

RIO - A Petrobras descobriu óleo leve no bloco BM-C-36, antes da camada de sal (pós-sal), na Bacia de Campos. O poço perfurado no local foi o 1-BRSA-713-RJS (1-RJS-661), informalmente denominado Aruanã.

A área é operada com exclusividade pela Petrobras. De acordo com a companhia, análises preliminares indicam a presença de volumes recuperáveis em torno de 280 milhões de barris de óleo leve (28º API) e com boa produtividade.

O Bloco BM-C-36 foi adquirido na sétima rodada de licitação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em 2005. O poço descobridor está localizado a cerca de 120 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro, em lâmina d'água de 976 metros. A descoberta foi comprovada pelo "teste de formação a poço revestido" aplicado em avaliações de reservatórios localizados entre 2.993 e 3.123 metros de profundidade, e será objeto de um plano de avaliação a ser apresentado à ANP.

Também na Bacia de Campos, no Campo de Marlim Sul, em reservatórios geologicamente semelhantes a Aruanã, a Petrobras perfurou dois poços, o 6-MLS-122-RJS (Jurará) e o 6-MLS-146D-RJS (Muçuã), em 2007 e 2009. Esses poços foram perfurados em lâmina d'água de 1.200 metros e permitiram as estimativas, em conjunto, de 350 milhões de barris recuperáveis de óleo de 27º API. O desenvolvimento desses projetos está previsto no Plano Estratégico 2009-2013, com o início da produção das plataformas P-51 e P-56 em 2011.

A empresa destaca que ganhou experiência para exploração desse tipo de reservatório no campo de Marlim Leste, com o poço 6-MLL-14-RJS, informalmente denominado Jabuti, em lâmina d'água de 1.300 metros, distante 120 quilômetros da costa, que identificou reservatório portador de um volume recuperável de cerca de 345 milhões de barris de óleo de 28º API. O primeiro óleo desse reservatório foi produzido em 2008 com a plataforma FPSO Seillean.

"A produção do conjunto dessas áreas deve contribuir a curto e médio prazos para o crescimento da curva de produção da companhia, pois já existem instaladas estruturas de produção e escoamento", diz a nota divulgada pela empresa, acrescentando que as descobertas de Jabuti e Jurará já estão computadas nas reservas provadas da Petrobras de 2008.

Último Segundo
Ig

O verdadeiro fenômeno

AFP

Bolt é campeão mundial também dos 200 m rasos na Alemanha
Com novo recorde, jamaicano volta a sobrar na pista e conquista seu segundo ouro no Mundial de Berlim

BERLIM (Alemanha) – Ele é o mais rápido do planeta, e não há dúvida. O jamaicano Usain Bolt venceu nesta quinta-feira a prova dos 200 m rasos no Mundial de Berlim. De novo com recorde mundial, 19s19, em uma corrida tranqüila.

É o segundo ouro de Bolt no Mundial, depois do show nos 100 m rasos, em prova na qual voltou a abaixar o recorde mundial, agora de 9s58.

A melhor marca dos 200 m já era sua, com 19s30, obtida nos Jogos de Pequim. E foi dizimada nesta quinta ainda com vento contrário ao velocista. Desta forma, ele repete a dobradinha olímpica nas provas mais rápidas do atletismo.

O panamenho Alonso Edward ficou com a medalha de prata, com 19s81, enquanto o norte-americano Wallace Spearmon assegurou o bronze, com 19s85. Os dois medalhistas tiveram ótima chegada, mas ficaram bem distantes do campeão, que parece correr em uma categoria apenas sua.

Bolt volta à pista no sábado em busca de sua terceira conquista, no revezamento 4x100m, no qual seu país é o favorito absoluto, tendo a companhia do medalhista de bronze Asafa Powell.

Ig Esportes

Dunga convoca seleção

SÃO PAULO - O atacante Adriano é a principal novidades do técnico Dunga para os dois próximos jogos do Brasil nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, contra a Argentina, em Rosário, no próximo dia 5, e Chile, em Salvador, no dia 9. Um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro, com dez gols, ao lado de Val Baiano e Marcelinho Paraíba, o Imperador não era chamado para servir a seleção desde o jogo contra o Peru, dia 1º de abril pelas Eliminatórias da Copa.

Veja a lista de conbvocados:

GOLEIROS
Julio Cesar (Inter de Milão)
Victor (Grêmio)

LATERAIS
Maicon (Inter de Milão)
Daniel Alves (Barcelona)
André Santos (Fenerbahce)
Filipe (Deportivo La Coruña)

ZAGUEIROS
Lúcio (Inter de Milão)
Juan (Roma)
Luisão (Benfica)
Miranda (São Paulo)

MEIO-CAMPISTAS
Gilberto Silva (Panathinaikos)
Josué (Wolfsburg)
Felipe Melo (Juventus)
Lucas (Liverpool)
Elano (Galatasaray)
Ramires (Benfica)
Kaká (Real Madrid)
Julio Baptista (Roma)

ATACANTES
Robinho (Manchester City)
Luís Fabiano (Sevilla)
Nilmar (Villarreal)
Adriano (Flamengo)

Ig
c/ed.

Será que amarelou?

O ministro José Múcio (Coordenação Política) telefonou há pouco para o senador Aloizio Mercadante. Era portador de um recado de Lula.

O presidente pediu a Mercadante que não formalizasse a renúncia à liderança do PT antes de conversar com ele.

E o senador decidiu adiar o discurso que programara para a tarde desta quinta (20). “Devo isso ao presidente”, diz Mercadante.

Vai dar meia-volta? “Não, a minha decisão está tomada”. Lula está fora de Brasília. Cumpre agenda no Rio Grande do Norte. Só volta à Capital no final do dia.

Deve avistar-se com Mercadante ainda nesta quinta. O senador imaginou que sua conversa com Lula poderia ser telefônica.

Porém, Múcio informou a Mercadante que o presidente quer conversar pessoalmente. Assim, Mercadante optou por adiar o discurso.

De renunciante "irretratável", voltou à condição de quase-futuro-ex-líder-do-PT.

Do blog do Josias
Uol

Amor de cão


Pensem nisto.

2009/08/19

O Brasil de Sarney: povo ordeiro ou entorpecido?

Conselho de Ética arquiva definitivamente todas as acusações contra Sarney

O Conselho de Ética do Senado arquivou nesta quarta-feira (19) todas as acusações contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). As denúncias foram arquivados por nove votos a favor e seis contrários à abertura de processo.
Seis foram as denúncias analisadas em bloco pelos membros do colegiado. Quatro foram apresentadas pelo líder tucano Arthur Virgílio (AM) e duas em conjunto por Virgílio e Cristovam Buarque (PDT-DF). As representações foram cinco: três protocoladas pelo PSDB e duas pelo PSOL.
O colegiado ainda avaliará uma acusação apresentada pelo PMDB contra o líder tucano Arthur Virgílio.
Votaram a favor da abertura de processo os seguintes senadores: Demóstenes Torres (DEM-GO), Eliseu Resende (DEM-MG), Marisa Serrano (PSDB-MS), Sérgio Guerra (PSDB-PE), Rosalba Ciarlini (DEM-RN), Jefferson Praia (PDT-AM).
Votaram contra a investigação: Wellington Salgado (PMDB-MG), Almeida Lima (PMDB-SE), Gilvam Borges (PMDB-AP), Inácio Arruda (PCdoB-CE), o vice-presidente do conselho, Gim Argello (PTB-DF), o corregedor Romeu Tuma (PTB-SP). Três petistas também foram contra as acusações: o titular João Pedro (AM) e os suplentes Delcídio Amaral (MS) e Ideli Salvatti (SC).
A oposição já se prepara para apresentar recurso ao plenário do Senado, em uma nova tentativa de forçar a investigação das acusações contra Sarney.
As votações se repetiram tanto na análise em bloco das denúncias como na avaliação das representações. O presidente do conselho, senador Paulo Duque (PMDB-RJ) só votaria em caso de empate. O petista Eduardo Suplicy (SP) não votou, por ser o terceiro suplente do partido, mas deixou registrado que votaria a favor da investigação.
As denúncias têm um peso menor em relação às representações, apresentadas por partidos e que podem resultar em cassação. O caminho até a perda de mandato, no caso de uma denúncia, é mais longo.
Durante a sessão, foi lida no plenário do conselho uma carta do presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, com a orientação para que todos os integrantes do partido votassem pelo arquivamento das representações, por achar que o conselho "não tem condições para encaminhar uma investigação isenta e equilibrada".
O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) criticou a carta do PT. "Essa nota é deplorável em todos os aspectos. Hoje o PT tem um discurso que se dissocia totalmente da prática. Deixou de ser um partido dialético para ser 'duolético'. Perdeu sua identidade e muda de posição toda hora".
A oposição recorreu de todos os arquivamentos de pedidos de investigação contra Sarney e passou a trabalhar em busca dos votos do PT, que seriam decisivos na tentativa de desarquivar as acusações.
A disputa interna no PT teria feito o líder do partido no Senado, Aloizio Mercadante (SP), a cogitar colocar sua liderança à disposição. Ele estaria sendo pressionado por aliados para substituir os petistas que fazem parte do conselho, o que aumentaria a 'blindagem' ao presidente Sarney.

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

Infrações contra animais

Juíza defende criação de Vara do Meio Ambiente com competência para julgar infrações contra animais

A juíza Rosana Navega, do Juizado Especial Criminal de Nova Iguaçu, defendeu a criação de uma Vara Ambiental no Judiciário do Rio. Segundo ela, as empresas do Estado do Rio que cometem infrações ambientais e são condenadas a pagar multas milionárias acabam, muitas vezes, beneficiadas pela prescrição do crime, que ocorre em cinco anos. Os processos, geralmente, tramitam nas Varas da Fazenda Pública, juntamente com ações de medicamentos e demais processos tendo como réus o Estado e o Município do Rio. "A prescrição faz com os cofres públicos deixem de arrecadar multas milionárias", afirmou a juíza.

A proposta foi apresentada no 1º Encontro Carioca de Direito dos Animais, realizado no mês passado na Procuradoria Geral do Município do Rio. O evento contou com a presença de defensores dos animais, representantes de ONGs, professores, advogados, procuradores, promotores e a juíza Rosana Navega.

Um manifesto foi redigido ao final das discussões, sugerindo a criação de uma Promotoria de Justiça de Defesa do Animal. Para a juíza, a idéia deve vir acompanhada de uma Vara, também especializada no tema, por isso, a proposta de uma Vara Ambiental, com competência para julgar infrações contra os animais.

"A proposta é que a Vara do Meio Ambiente abrace a causa animal. Para existir a Promotoria Ambiental tem que existir também uma Vara Ambiental", ressaltou a juíza.

Os participantes criticaram a realização dos rodeios e reconheceram que os animais são titulares de direitos fundamentais, fazendo com que sejam merecedores do mesmo respeito que os humanos têm por parte do Estado e da comunidade. Eles defenderam também a inclusão do conteúdo do Direito dos Animais nos cursos jurídicos de bacharelado e de pós-graduação.

"Nessa linha, o Estado e a comunidade têm o dever de assumir um papel ativo com a finalidade de garantir as condições existenciais mínimas para uma vida digna, livre e saudável, isenta de sofrimento (físico e psíquico) e que obedeça aos ciclos e características biológicas naturais próprias de cada espécie animal", escreveram os participantes no documento.

http://www.tj.rj.gov.br

2009/08/18

Cuidados básicos: H1N1



clique para ampliar
arte: Uol

Cabral sanciona lei antifumo

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), sancionou nesta terça-feira a lei que proíbe o consumo de cigarros, charutos e derivados em ambientes coletivos --públicos ou privados-- no Estado. O projeto da lei antifumo foi aprovado na semana passada pela Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) e entra em vigor em 90 dias.

A lei número 5.517 prevê a proibição do "consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou de qualquer outro produto, derivado ou não do tabaco, em ambientes públicos e privados de uso coletivo". A legislação se aplica aos espaços "total ou parcialmente fechados", onde haja permanência ou circulação de pessoas.

A lei define como espaços de uso coletivo, entre outros, os ambientes de trabalho, estudo, cultura, culto religioso, lazer, esporte e entretenimento, áreas comuns de condomínios, casas de espetáculos, bares, lanchonetes, restaurantes, hotéis, centros comerciais, repartições públicas, instituições de saúde, museus e transportes coletivos de qualquer natureza.

A lei "não se aplica aos cultos religiosos em que produtos fumígenos façam parte do ritual; às vias públicas e aos espaços ao ar livre; às residências; aos quartos de hotéis, pousadas e afins; às tabacarias; às produções teatrais e aos locais de filmagens cinematográficas e televisivas", informou o governo.

Todos os locais deverão afixar avisos de proibição do fumo em pontos de alta visibilidade. Caberá aos proprietários e responsáveis pelos estabelecimentos e veículos de transporte fiscalizar a aplicação das lei. Caso a legislação seja descumprida, os proprietários dos estabelecimentos ficarão sujeitos a pagar multas.

SP
Conheça as restrições e as punições da lei antifumo em SP:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u605927.shtml

Uol Notícias
Folha Online

2009/08/17

União homoafetiva

A AGU (Advocacia Geral da União) encaminhou parecer ao STF (Supremo Tribunal Federal) em que defende a união estável entre pessoas do mesmo sexo. Segundo o órgão, que representa a posição oficial do governo federal nos processos judiciais, o reconhecimento dos direitos civis de casais homossexuais não fere a Constituição.

Pelo contrário, na manifestação em nome do presidente da República, a AGU alega que a legitimação dos status civil de parceiros do mesmo sexo protege diversos valores constitucionais, como a dignidade da pessoa humana, a privacidade e a intimidade, além de proibir qualquer discriminação por orientação sexual.

Diversas decisões judiciais têm impedido que casais homossexuais compartilhem direitos entre si, como benefícios previdenciários e inclusão do companheiro no plano de saúde. Motivado por uma Adin (Ação direta de inconstitucionalidade) proposta pela PGR (Procuradoria Geral da República), o Supremo deverá decidir se a proibição da união estável imposta pelo artigo 1.723 do Código Civil, já que cita apenas a entidade familiar entre homens e mulheres, está de acordo com os preceitos constitucionais.

"Numa interpretação sistemática da Constituição da República é possível verificar que o que se pretende é justamente proteger a liberdade de opção da pessoa", ressaltou o advogado da União Rogério Marcos de Jesus Santos, que assina o documento.

De acordo com a Advocacia, a união homoafetiva no país "é uma realidade para qual não se pode fechar os olhos". Argumenta que as relações homossexuais existem independentemente de amparo legal, "embora diversos países do mundo já tenham alterado seu sistema de direito positivo para incluir a possibilidade de união estável entre pessoas do mesmo sexo".


A manifestação destaca ainda que as mudanças legais nesses países “foram frutos da luta pela consolidação de direitos civis, pela efetivação de direitos, e dessa luta participam as pessoas com orientação sexual diversa”.

Uol Notícias
c/ed.

UENF só abre semestre letivo dia 24

A Uenf volta às aulas na próxima segunda, 24/08/09. O novo calendário do segundo semestre letivo foi aprovado na tarde de hoje, 17/08/09, pelo Colegiado Acadêmico da Universidade. Conforme o novo calendário, o segundo semestre letivo da Uenf termina em 22/12/09.

Ascom UENF

2009/08/16

Vai passar


Uma boa semana a todos!

Diogo Mainardi

O dízimo do tráfico

“Carlos Magno de Miranda era um dos líderes da Igreja Universal. Ele relatou os detalhes de sua ida a Medellín, para receber dinheiro dos narcotraficantes colombianos. Um mensageiro entregou-lhes 450 000 dólares. As mulheres dos pastores esconderam o dinheiro nas calcinhas”

O pastor Carlos Magno de Miranda, em 1991, acusou a Igreja Universal de ter comprado a Rede Record com dinheiro de narcotraficantes colombianos. Agora, com duas décadas de atraso, o episódio finalmente poderá ser esclarecido. Os mesmos promotores que, na semana passada, denunciaram criminalmente Edir Macedo e outros integrantes da Igreja Universal indagam também a suspeita de que a segunda parcela da compra da Rede Record possa ter sido saldada com recursos do Cartel de Cali. Carlos Magno de Miranda é uma das testemunhas arroladas pelo Ministério Público, e os promotores cogitam pedir a abertura de mais um processo contra os donos da Rede Record.
Carlos Magno de Miranda era um dos líderes da Igreja Universal. Em 1990, ele se desentendeu com Edir Macedo e passou a atacá-lo publicamente. Num dos documentos obtidos pelo Ministério Público, ele relatou os detalhes de sua ida a Medellín, para receber o dinheiro dos narcotraficantes colombianos. Ele teria viajado com os pastores Honorilton Gonçalves e Ricardo Cis, todos acompanhados de suas mulheres. Permaneceram dois dias na cidade. No primeiro dia, aguardaram no hotel. No segundo dia, um mensageiro entregou-lhes uma pasta contendo 450 000 dólares. As mulheres dos pastores esconderam o dinheiro nas calcinhas e, de madrugada, retornaram ao Rio de Janeiro num jato fretado. Segundo Carlos Magno de Miranda, os fatos teriam ocorrido entre 12 e 14 de dezembro de 1989. Os promotores do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) analisaram os registros aeroportuários da Polícia Federal e – epa! – documentaram que, naqueles dias, os pastores da Igreja Universal realmente foram a Medellín, com escala em Manaus.
O Ministério Público, além disso, entrou em contato com autoridades americanas para poder interrogar o narcotraficante colombiano Víctor Patiño, que foi preso em 2002 e extraditado para os Estados Unidos. Seu nome foi associado ao da Igreja Universal em 2005, quando a polícia colombiana descobriu que uma de suas propriedades em Bogotá – uma cobertura de 600 metros quadrados – era ocupada por Maria Hernández Ospina, que alegou ser representante de Edir Macedo. Uma das dificuldades dos promotores do Gaeco é que Edir Macedo tem cidadania americana, dado confirmado oficialmente pelo consulado. O Ministério Público já encaminhou todos os documentos do processo contra Edir Macedo aos Estados Unidos, para que os americanos possam abrir um inquérito próprio.
A Igreja Universal, nos últimos dias, atrelou sua imagem à de Lula. É a mesma estratégia empregada por José Sarney. Um apoia o outro. Um defende o outro. Edir Macedo está com Lula e com Dilma Rousseff. Agora e em 2010. Se a Igreja Universal tem um Diploma do Dizimista, assinado pelo senhor Jesus Cristo, Dilma Rousseff tem um Diploma de Mestrado da Unicamp, supostamente assinado pelo senhor Espírito Santo. O senhor Edir Macedo e o senhor Lula se entendem. Eles sabem capitalizar a fé.

Por Diogo Mainardi
Revista Veja
edição 2126 - ano 42 - n.º 33

Informações - gripe H1N1

Nos endereços abaixo, informações, infográfico e respostas a questões sobre a gripe H1N1, a "gripe suína":

http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/especial/2009/gripe-suina/

http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/especial/2009/gripe-suina/infografico-gripe-suina.jhtm?quadro=5

http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/2009/07/30/ult4477u1899.jhtm

Uol

2009/08/15

Serra lidera corrida a Brasília

Pesquisa Datafolha que será publicada neste domingo (16) pela Folha indica que o governador José Serra (PSDB-SP) está na frente na preferência dos eleitores na sucessão presidencial em 2010.

Serra tem 37% das intenções de voto. Em segundo lugar, estão empatados a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) com 16% e o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) com 15%.

Heloísa Helena (PSOL) tem 12% e está em quarto lugar. A senadora Marina Silva (PT-AC) tem 3% das intenções de voto.

A pesquisa ouviu 4.100 entrevistados entre os dias 11 e 13 de agosto, em 171 municípios. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.
Uol Notícias

Hackers atacam Record



O site da Rede Record foi atacado por hackers na tarde deste sábado (15). Por volta das 14h40, os internautas que tentaram acessá-lo encontraram uma página com ofensas - que, entre outras, chamava os bispos da Igreja Universal, donos da emissora, de "ladrões" -, a foto sensual de uma mulher e um logo da Rede Globo.

Procurada pelo UOL Notícias, a assessoria de imprensa da emissora não foi encontrada. Uma funcionária da empresa que não quis se identificar, disse que a emissora ficou sabendo do ataque por volta das 15h e que já estava tomando as devidas providências. Ela não soube precisar quanto tempo a página modificada pelos hackers ficou no ar.
Uol Notícias

2009/08/12

Ricardo Teixeira é condenado

"Enfim, Ricardo Teixeira é condenado pelo vôo da muamba


A Vigésima Segunda Vara Federal do Rio de Janeiro condenou o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, à suspensão de seus direitos políticos por três anos, devido a prejuízos causados aos cofres públicos em razão da liberação das bagagens dos jogadores da seleção brasileira de futebol, sem o desembaraço aduaneiro, no desembarque ocorrido na Copa do Mundo de 94.

O dirigente esportivo também está proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de três anos.

O Ministério Público Federal ajuizou a ação de responsabilidade pela prática de atos de improbidade administrativa, alegando que, após a conquista do título mundial de 94, a delegação brasileira de futebol e seus convidados retornaram ao Brasil trazendo 17 toneladas de produtos importados.

Segundo a sentença, depois que a fiscalização da Receita determinou a liberação apenas das bagagens de mão, o réu teria condicionado o desfile dos jogadores à liberação das mercadorias. Em seguida, as mercadorias foram liberadas sem qualquer controle da Receita.

O episódio ficou conhecido como o "vôo da muamba".

Levou 15 anos, mas, enfim, a Justiça apareceu."

do blog do Juca Kfouri

2009/08/11

Justiça abre processo criminal contra Edir Macedo



g1.globo.com

Sem fumo no Rio

A exemplo da lei antifumo de São Paulo, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou nesta terça-feira (11), por 49 votos a 0, uma lei que proíbe o fumo em locais públicos no Estado. O texto, semelhante ao sancionado em SP, foi aprovado com dez das 28 emendas apresentadas anteriormente e será enviado agora à sanção do governador Sérgio Cabral (PMDB). Dos 70 deputados, 21 faltaram à sessão.

O projeto de lei 2.325/09 proíbe o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos e cachimbos em locais públicos, exceto ruas, tabacarias, residências, cultos religiosos, quartos de hotéis, produções teatrais e locais de filmagens.

Ao declarar o seu voto, o líder do governo, Paulo Melo (PMDB), disse que não tinha vergonha de "copiar uma ideia extremamente bem sucedida do Estado de São Paulo". Melo afirmou ainda que "o governo, com esta proposta, atende ao clamor da sociedade pela prevenção dos males causados pelo tabagismo com uma lei que possa coibir o uso indiscriminado do cigarro".

Assim como em São Paulo, a proposta aprovada no Rio responsabiliza e pode punir os proprietários ou responsáveis por estabelecimentos comerciais ou meios de transporte público onde o consumo de cigarros acontecer após a lei entrar em vigor. As multas poderão variar de R$ 3.000 a R$ 30 mil, com contestação em um prazo de 30 dias. Em São Paulo, o valor da multa pode chegar a R$ 1.585.

Uol
c/ed.

2009/08/10

STJ garante nomeação de aprovados em concurso público dentro do número de vagas

RIO - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) avançou na questão relativa à nomeação e posse de candidato aprovado em concurso público. Por unanimidade, a Quinta Turma garantiu o direito líquido e certo do candidato aprovado dentro do número de vagas previstas em edital, mesmo que o prazo de vigência do concurso tenha expirado e não tenha ocorrido contratação precária ou temporária de terceiros durante o período de sua vigência.

O concurso em questão foi promovido pela Secretaria de Saúde do Amazonas e ofereceu 112 vagas para o cargo de cirurgião dentista. A seleção foi realizada em 2005 e sua validade prorrogada até junho de 2009, período em que foram nomeados apenas 59 dos 112 aprovados.

Antes do vencimento do prazo de validade do concurso, um grupo de 10 candidatos aprovados e não nomeados acionou a Justiça para garantir o direito à posse nos cargos. O pedido foi rejeitado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas com o argumento de que a aprovação em concurso público gera apenas expectativa de direito à nomeação, competindo à administração pública, dentro do seu poder discricionário, nomear os candidatos aprovados de acordo com sua conveniência e oportunidade, ainda que dentro do número de vagas previsto em edital.

O grupo recorreu ao Superior Tribunal de Justiça. Acompanhando o voto do relator, ministro Jorge Mussi, a Turma acolheu o mandado de segurança para reformar o acórdão recorrido e determinar a imediata nomeação dos impetrantes nos cargos para os quais foram aprovados.

Ao acompanhar o relator, o presidente da Turma, ministro Napoleão Nunes Maia, ressaltou que o Judiciário está dando um passo adiante no sentido de evitar a prática administrativa de deixar o concurso caducar sem o preenchimento das vagas que o próprio estado ofereceu em edital. Segundo o ministro, ao promover um concurso público, a administração está obrigada a nomear os aprovados dentro do número de vagas, quer contrate ou não servidores temporários durante a vigência do certame.

Em um processo anterior, relatado pelo ministro Napoleão Nunes Maia, a Turma já havia decidido que, a partir da veiculação expressa da necessidade de prover determinado número de cargos através da publicação de edital de concurso, a nomeação e posse do candidato aprovado dentro das vagas ofertadas ultrapassa a condição de mera expectativa a direito subjetivo, sendo ilegal o ato da administração que não assegura a nomeação de candidato aprovado e classificado até o limite de vagas previstas no edital, por se tratar de ato vinculado.

Falando em nome do Ministério Público Federal, o subprocurador-geral da República Brasilino Pereira dos Santos destacou que, antes de lançar edital para a contratação de pessoal mediante concurso público, a administração está constitucionalmente obrigada a prover os recursos necessários para fazer frente a tal despesa, não podendo alegar falta de recursos financeiros para a nomeação e posse dos candidatos aprovados.
O Globo

2009/08/09

Apesar de você


Um momento de reflexão para nosso povo, em meio a tantas notícias desanimadoras, incompetência e subserviência.
Boa semana a todos!

2009/08/07

Veja, Cardinot e Campos

Curiosidade.
Creio que passou despercebido dos colegas, mas o blog acabou se lembrando. Um dos personagens da reportagem "Como o Brasil vê televisão", publicada na edição desta semana da revista Veja - Joslei Cardinot - trabalhou em Campos nos anos 1980. Foi inclusive meu colega de redação da Folha da Manhã. Hoje ele está em Recife e faz sucesso apresentando um programa policial bastante popular. Para a reportagem da revista, ele é um pit bull da TV regional.
Na wikipedia -
"O baiano Joslei Cardinot Meira, nome de batismo, começou a carreira quando tinha apenas 14 anos, na Rádio Cultura de Campos, no Rio de Janeiro – onde morou desde pequeno, quando saiu de Salvador. A Comunicação apareceu na vida deste jovem meio que por acaso, quando foi divulgar uma campanha da escola sobre a solidariedade aos deficientes físicos. Ele falou pela primeira vez na Rádio Cultura e nunca mais saiu de rádio. Joslei foi convidado pelo radialista Ismael Luiz, conhecido como Bolinha, a participar semanalmente do quadro de debates, dando sua opinião de adolescente. “Gostei tanto que comecei a colar na redação, fiz curso de datilografia e fiquei fazendo matérias, além de estar toda semana no ar”, lembra Cardinot.
Aos 16 anos foi contratado – com carteira de trabalho e tudo – e chegou a trabalhar em outra rádio ao lado de Antony Garotinho. Um ano depois foi convidado pelo então presidente do Sindicato dos Jornalistas, Luiz Mário Concebida, a fazer reportagens para o jornal "A Folha da Manhã". Depois do jornal, veio a televisão. Cardinot trabalhou na TV Norte Fluminense, então afiliada à Rede Globo.
Cardinot acabou chegando ao Recife, anos depois, com Bolinha, que adotou o nome de Paulo Roberto na antiga Rádio Globo. Na Globo, trabalhou fazendo redação e produção, mas uma modificação determinada pela direção do Sistema Globo de Rádio na programação levaria o comunicador a apresentar o "Vôo Livre", um programa musical voltado ao público jovem, totalmente diferente do estilo apresentado atualmente pelo comunicador."

Vejam a matéria da Veja:

http://veja.abril.com.br/050809/como-brasil-ve-televisao-p-144.shtml

Penas maiores para crimes

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou lei que aumenta a pena para crimes de pedofilia, de estupro seguido morte e de assédio sexual de menores. Determina ainda que qualquer crime sexual que resulte em gravidez terá aumento de 50% na pena. Caso o criminoso transmita doença sexual para vítima, a pena terá acréscimo que vai variar de um sexto à metade do tempo. Pela nova legislação passa também a ser considerado crime a prática de qualquer ato libidinoso contra menores de 14 anos e deficientes, que antes era considerado apenas atentado violento ao pudor.

De acordo com o texto, o estupro contra maiores de 14 anos e menores de 18 anos passará a ter uma pena de oito a 12 anos de reclusão. Hoje, a pena vai de seis a dez anos. No caso do estupro seguido de morte, a pena máxima que hoje é de 25 anos passa para até 30 anos de prisão. Se houver violação sexual mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação da vontade da vítima, a pena aumentará de um a três anos de reclusão para de dois a seis anos. Se o crime for cometido com o objetivo de obter vantagem econômica, será aplicada também multa ao criminoso.


Para o crime de assédio sexual de menores de 18 anos, a pena, que hoje é de um a dois anos de reclusão, será aumentada para um mínimo de um ano e quatro meses a dois anos e oito meses. Em caso de corrupção de menores, a pena será ampliada de um a quatro anos, para dois a cinco anos de reclusão. O mesmo projeto classifica agora como crime o estupro de vulnerável, que são os menores de 14 anos, e os deficientes, assim como qualquer ato libidinoso com menores de 14 anos e outros vulneráveis, estabelecendo uma pena de oito a quinze anos para quem praticá-los.


O tráfico de pessoas, normalmente mulheres, seja no País, seja fora do País, terá uma pena de reclusão de dois a seis anos, no primeiro caso, e de três a oito anos, se for internacional. A pena é aumentada da metade, nos dois casos, se a vitima for menor de 18 anos ou se, por enfermidade ou doença mental, não tiver discernimento para a prática do ato.

Agência Estado
Uol

Detro intervém em empresa de ônibus de Campos

Rápido São Cristóvão perde concessão por 180 dias por mal estado da frota

O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), suspendeu pelo prazo de seis meses, a partir de hoje, a concessão da Rápido São Cristóvão para operação de 14 linhas. A intervenção foi motivada pela constatação de que a frota da empresa registrada no órgão não apresentava as condições de tráfego e segurança exigidas.
O Detro realizou inspeção na garagem da Rápido São Cristóvão para apurar as inúmeras denúncias registradas na ouvidoria do Departamento, principalmente sobre o péssimo estado de conservação da frota, falta de veículos, quebra e atrasos. Os fiscais constataram as irregularidades, concluindo que os ônibus que compõem a frota para operação das linhas autorizadas não possuem condições de tráfego, comprometendo a segurança dos usuários e a qualidade dos serviços. A empresa foi notificada diversas vezes, mas não resolveu os problemas.
A partir de hoje, por 180 dias, as empresas Auto Viação 1001, Rápido Macaense e Transportadora Macabu operam os trajetos sob intervenção em caráter emergencial. A Rápido São Cristóvão continua operando com os ônibus aprovados na vistoria apenas as linhas Macaé – Quissamã (via Conde de Araruama) e Macaé – Quissamã (via Canto de Santo Antonio).
Assim, por seis meses, a Auto Viação 1001 operará as linhas: Campos – Quissamã (via Conde de Araruama), Campos – Quissamã (via Carapebus), Campos – Quissamã (via Flexeira e Bela Vista), Farol de São Tomé – Macaé (via Quissamã), Campos – Quissamã (via Dores de Macabu) e Carapebus – Parque dos Tubos. Já os trajetos Macaé – Quissamã (via Rodagem), Macaé – Quissamã (via Penha), Macaé – Quissamã (via Morro Alto) e Macaé – Quissamã (via Carapebus) ficam sob responsabilidade da Rápido Macaense e as linhas Campos – Macabuzinho e Macaé – Quissamã (via Estrada de Conceição de Macabú) serão operados pela Transportadora Macabú.
Durante este prazo, se a Rápido São Cristóvão regularizar sua situação junto ao Detro, poderá voltar a operar as referidas linhas. Caso contrário, perderá definitivamente a concessão e as linhas serão licitadas.

Renata Grieco
Detro
por e mail

2009/08/06

Secretário estadual de Saúde estará em Campos para discutir a gripe H1N1

O secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, estará em Campos nesta sexta-feira, sete de agosto. Às 14 horas, na Sociedade Fluminense de Medicina e Cirurgia, ele terá um encontro com o secretário de Saúde de Campos, Paulo Hirano, a fim de que seja discutidos diversos aspectos referentes às ações integradas de prevenção e controle da disseminação do vírus H1N1 (gripe suína).
"Hirano obteve a garantia de Côrtes de que não faltará o medicamento Tamiflu para tratamento das pessoas com sintomas da doença. Na próxima segunda-feira (10), a Vigilância Epidemiológica reúne os 150 obstetras que atuam em hospitais e clínicas públicas e das redes conveniadas e particular de saúde para repassar orientações e procedimentos adotados no atendimento a gestantes."
Em Campos há 23 gestantes sob suspeita de contaminação pelo vírus H1N1 e duas mães que já deram à luz.
fonte: http://www.fmanha.com.br

2009/08/05

Técnico admite culpa por doping coletivo e abandona a carreira

Técnico de três dos cinco atletas que foram flagrados em um exame antidoping, Jayme Netto anunciou nesta quarta-feira que está abandonando a carreira. Em entrevista coletiva concedida na sede da Rede Atletismo, equipe à qual pertence, o treinador admitiu culpa pelo caso, mas afirmou que não sabia que a substância era dopante.
Apoiado pelo presidente da CBAt, Roberto Gesta de Melo, e pelo presidente da Rede, Jorge Queiroz de Moraes Junior, Netto explicou que a injeção de EPO nos cinco atletas foi sugerida por um colega, Pedro Balikian Jr, professor e coordenador do laboratório de fisiologia do exercício da Unesp, segundo o qual a substância serviria para acelerar a recuperação física dos atletas.
"Como estudioso, sei que o treinamento é importante, mas tem substâncias que podem favorecer, e outras que servem para dar um upgrade. Ele me falou que essa ajudaria na recuperação, e eu acreditei", detalhou o técnico.
Técnico renomado, conhecido pelo bom trabalho realizado nas equipes brasileiras de revezamento, Jayme Netto reconheceu sua parcela de culpa. "Tive culpa mesmo em acreditar na palavra dele", afirmou o treinador, que procurou evitar jogar toda a responsabilidade nas costas de Balikian Jr. "Quero acreditar que ele acreditava no que estava fazendo. Ainda não conversei com ele e não o estou condenando, só ficaria feliz se ele falasse que também se enganou".
Desolado, o treinador afirmou que o caso o leva a encerrar a carreira. "Fui a 10 Mundiais e cinco Olimpíadas. Estou muito decepcionado comigo mesmo", admitiu. "Foi difícil, eu não conseguia raciocinar, não imaginei que isso fosse acontecer. Estou muito preocupado com os atletas, mas não vou abandoná-los em hipótese alguma".
Todos integrantes da Rede, os cinco atletas flagrados em um teste fora de competição são: Bruno Lins Tenório de Barros (200m e 4x100m), Jorge Célio da Rocha Sena (200m e 4x100m), Josiane da Silva Tito (4x400m), Luciana França (400m com barreiras) e Lucimara Silvestre (Heptatlo). Membro da mesma equipe, Lucimar Teodoro (400m com barreira) já havia sido flagrada anteriormente, em exame realizado durante o Troféu Brasil, mas a substância dopante não foi divulgada.
Os seis atletas, que estavam na Alemanha preparando-se para o Mundial de Berlim, retornaram ao Brasil e não poderão disputar a competição. Todos estão suspensos preventivamente.
Procurado pela reportagem do UOL Esporte, Pedro Balikian Jr. não atendeu as ligações.
Thales Calipo
Em Bragança Paulista (SP)
Uol

Corpo de brasileiro que desapareceu na África é encontrado


arquivo pessoal

O corpo do economista brasileiro Gabriel Buchmann, 28, foi encontrado nesta quarta-feira em Maláui, na África. Ele estava desaparecido desde o dia 17 de julho, quando escalava uma montanha.
Parentes do brasileiro informaram à Folha Online que o corpo foi localizado no alto da montanha e que o resgate é feito lentamente. A morte foi comunicada aos parentes no Brasil por Lúcio Chaves de Melo, tio de Gabriel e que acompanhava as buscas na África.
"Ainda não sabemos qual é o estado do corpo, nem quem conseguiu encontrá-lo", disse a tia do economista, Emília Chaves de Melo.
Familiares disseram que o rapaz foi visto pela última vez por um guia turístico quando escalava a montanha Mulanje, localizada em um parque florestal.
O Itamaraty informou que o corpo de Gabriel será levado para uma base no Maláui, onde será feito uma necropsia. Segundo a família do economista, o corpo deve chegar à base amanhã.
Ainda não há previsão para o corpo ser transportado ao Brasil. Os custos do traslado, de acordo com o Itamaraty, ficarão sob responsabilidade da família.

Buscas

Ontem, uma equipe de 12 bombeiros do Rio, sendo quatro oficiais e oito soldados, seguiu para Maláui para auxiliar as buscas.
Na quinta-feira (27), em entrevista à Folha Online, a mãe de Gabriel, Maria de Fátima Buchmann, reclamou da "falta de atenção do Itamaraty" e disse que gastou US$ 25 mil com as passagens da equipe de profissionais do Canadá que ajudava nas buscas.
Na ocasião, a assessoria do Itamaraty informou que foram contratadas 20 pessoas da região para ajudar a procurar Gabriel e um helicóptero cedido pelo governo da África do Sul participa das buscas pelo brasileiro.
Com DIANA BRITO, colaboração para a Folha Online, no Rio

Projeto no Senado prevê divórcio on-line

Na era do namoro pela internet, a separação e o divórcio consensuais on-line podem passar a ser uma realidade.

A possibilidade está prevista em um projeto de lei apresentado pela senadora Patrícia Saboya (PDT-CE), com o objetivo de agilizar os processos para casais sem filhos menores ou incapazes e que se separam em comum acordo -casos em que é possível recorrer ao cartório.

A senadora quer, inclusive, suprimir a obrigatoriedade de audiência entre as partes.

Presidente da comissão de tecnologia e informação do Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Alexandre Atheniense explica como funcionaria o procedimento:
1) o casal procura um advogado com cadastro digital no tribunal;
2) o advogado envia dados e documentos pelo site do próprio tribunal;
3) ao receber os dados, o juiz decide pelo fim do casamento, solicita mais informações ou chama as partes, se achar necessário.


Para ele, além de maior rapidez, a proposta diminuiria o dano do fim do casamento. "A tecnologia favorece muito o anonimato, você consegue conduzir o procedimento sem ter que se expor", diz Atheniense.

Ele recomenda, no entanto, que o projeto estabeleça prazo para implementação. Há uma lei em vigência que permite que os processos tramitem na Justiça por via eletrônica. A maioria dos tribunais, porém, está em fase inicial de implantação.

O Fórum da Freguesia do Ó, em São Paulo, é um dos poucos que já trabalha on-line. Juízes, entretanto, não dispensam a audiência entre as partes.

O projeto está sob análise da Comissão de Constituição e Justiça do Senado e ainda deve sofrer modificações.

Saboya quer também dispensar a necessidade de advogados no divórcio on-line.

"Quero facilitar o divórcio de casais sem filhos, pois, se há acordo, é como se fosse um contrato desfeito", diz ela.

Defensores do texto dizem que o processo tende a ser mais rápido e barato e que a medida favorecerá casais que não moram mais no mesmo Estado ou que não querem se encontrar.

Facilidade

Há quem seja contrário a essa facilidade para o divórcio. "Sou contrária ao projeto pois a formalidade do casamento, seja na sua constituição ou extinção, impede a vulgarização do instituto", diz Débora Garritano Mendes de Arruda, advogada que trata do tema.

A desburocratização do divórcio tem a simpatia do governo federal. Para o secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Pedro Abramovay, as regras atuais do divórcio e da separação foram uma concessão feita aos católicos e "não faz sentido ter uma regra não laica no direito".

Dados do IBGE mostram que, em 2007, foram concedidos 152.291 divórcios em primeira instância no país. As separações judiciais foram 91.743 no mesmo ano.

da Folha de São Paulo
c/site da OAB-RJ

Denise Frossard ganha ação contra Garotinho e Rosinha

A 16ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio acolheu recurso da ex-deputada e juíza Denise Frossard e anulou decisão que a havia condenado a pagar R$ 40 mil aos ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho por danos morais. O casal alegava que Frossard, durante a campanha para o governo do Estado em 2006, teria ofendido sua honra e dignidade, atribuindo-lhes a responsabilidade pela morte de várias pessoas inocentes.

O fato teria ocorrido durante um "corpo-a-corpo" com eleitores no Centro Comercial da Saara, no Centro do Rio, em 19 de julho de 2006, e fora divulgado pelo site de um jornal carioca. Garotinho e Rosinha ajuizaram ação de indenização, cujo pedido foi julgado improcedente pela 7ª Vara Cível da capital, sob o fundamento de não terem conseguido provar que Frossard tenha feito as declarações que foram atribuídas a ela.

Todavia, ao julgar o recurso de apelação do casal, a 14ª Câmara Cível do TJRJ, por dois votos a um, condenou a ex-deputada ao pagamento de R$ 20 mil a cada um deles, a título de danos morais. Consideraram os desembargadores que, da simples leitura da matéria divulgada, concluía-se ter Denise Frossard atentado contra a honra e a dignidade dos ex-governadores, sem qualquer justificativa, não tendo ela negado a autoria da declaração ofensiva, ao ser notificada extrajudicialmente pelos autores.

Na ocasião, ficou vencida a desembargadora Helena Candida Lisboa Gaede, que negava provimento à apelação, considerando que as afirmações atribuídas à ré, não constituíam ofensa pessoal, mas sim uma crítica política externada em campanha eleitoral.

Com base neste voto, Denise Frossard interpôs recurso de embargos infringentes, pedindo o desprovimento da apelação e o restabelecimento da sentença que julgou improcedente o pedido de Garotinho e Rosinha. Ao analisarem a matéria, os desembargadores da 16ª Câmara, por unanimidade, concluíram que, para comprovar as ofensas, era indispensável aferir o contexto em que a expressão foi proferida, não se podendo inferir conteúdo ofensivo de uma única frase solta no espaço.

"Assim, sem a prova cabal da prática pela ré de ofensa à honra dos autores, não há como condená-la ao pagamento de indenização por dano moral", destacou em seu voto o relator do recurso, desembargador Mario Robert Mannheimer.

Processo 2009.005.00083
Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

2009/08/04

Doping no atletismo brasileiro

Entristecido, o presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, Roberto Gesta de Melo, falou à Rádio Bandeirantes sobre os resultados positivos de exames antidoping de cinco atletas que representariam o país no Campeonato Mundial de Atletismo, que começa dia 15, em Berlim, na Alemanha. “É um momento muito triste para o atletismo nacional. Vamos apurar os fatos e tomar todas as providências para verificar a origem. É a primeira vez que ocorre um caso coletivo e temos que dar sequência a essa investigação.”
O dirigente não acredita na possibilidade de Bruno Tenório (4×100m e 200m), Jorge Célio Sena (4×100m e 200m), Josiane Tito (4×400m), Luciana França (400m com barreiras) e Lucimara Silvestre (heptatlo) disputarem a competição. “Eles estão praticamente fora do Mundial. A hipótese de a contraprova apresentar um resultado diferente é muito remota. Os exames foram feitos em especial para EPO (Eritropoietina). Os atletas foram avisados ontem (03/08), têm sete dias para preparar a defesa e estão preventivamente suspensos.”

Gesta dá a dimensão do estrago da notícia para a equipe brasileira que vai disputar o Mundial. “Eu diria que é um desastre de grandes proporções por atingir não apenas esportistas importantes e colocar o revezamento 4×100m masculino em dificuldade muito grande, mas também abala de algum modo a equipe como um todo. No entanto, vamos tratar como um problema localizado. Temos que respeitar as pessoas e apurar os fatos com cuidado para verificar se realmente houve a intenção dos atletas. Se bem que, segundo as normas internacionais, a simples a presença das substâncias proibidas já implica na pena.”

Enviado por: Sérgio Patrick
Ig notícias

Queixa crime de Garotinho contra jornalista é rejeitada

O Tribunal de Justiça do Rio confirmou sentença do juiz Flávio Marcelo de Azevedo Horta Fernandes, da 37ª Vara Criminal da capital, e rejeitou queixa crime do ex-governador Anthony Garotinho contra o jornalista Bruno Thys, do jornal Extra. Em 2006, então pré-candidato à presidência da República, Garotinho disse que foi vítima do crime de calúnia em uma série de reportagens sobre irregularidades na sua campanha e no governo de sua mulher, Rosinha Garotinho. Uma das denúncias dizia respeito à liberação de R$ 254 milhões, sem licitação, pela Fundação Escola do Serviço Público (Fesp) para 12 ONGs. Em protesto às matérias jornalísticas, o ex-governador deu início a uma greve de fome.

Assim como o juiz, a 1ª Câmara Criminal do TJ, que julgou recurso de Garotinho contra a sentença, considerou que não houve por parte do jornalista a intenção de caluniar ou ofender a honra do ex-governador. O voto do relator do recurso, desembargador Marcus Basílio, foi acompanhado por unanimidade.

"O crime de calúnia reclama a presença do dolo, ou seja, da vontade de ofender a honra objetiva da pessoa, com outras palavras, a vontade de imputar a outrem, falsamente, a prática de crime. No caso presente, como bem reconheceu o juiz de 1º grau, não se encontra presente aquela vontade de caluniar", afirmou o relator.

Ele disse que Bruno Thys, na época diretor de redação e editor responsável do jornal Extra, atuou na condição de jornalista, no seu legítimo direito de crítica. "Fez duras críticas ao querelante. Reclamou explicações que todo agente político deve prestar à população. Noticiou fato amplamente divulgado em todos os jornais e que teria ocorrido no governo de sua esposa Rosinha. Penso tratar-se do legítimo exercício do direito de crítica, tendo o agente atuado com animus de criticar, de narrar e nunca de ofender a honra alheia", finalizou o desembargador.

O ex-governador entrou com ação imputando ao jornalista a prática do crime de calúnia previsto no artigo 20 da Lei de Imprensa, revogada por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O processo continuou, no entanto, uma vez que o crime também é previsto no Código Penal. "Afastada a lei especial, pode ser aplicada a lei geral", afirmou o relator.

Processo nº 2009.050.01025

do site do TJ

"Maria da Penha" para o homem

Um homem foi beneficiado pela Justiça do Rio Grande do Sul com medidas de proteção estabelecidas pela Lei Maria da Penha, que originariamente foi criada para proteger mulheres vítimas de violência doméstica. O juiz Alan Peixoto, da Comarca da cidade de Crissiumal, concedeu no dia 17 medida de proteção de não aproximação em favor de um homem. De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RS), o magistrado determinou que a ex-companheira permaneça a uma distância mínima de 50 metros, ressalvada a possibilidade de acesso à sua residência, localizada junto ao estabelecimento comercial onde o homem trabalha.
A decisão foi motivada porque, na avaliação do juiz, a mulher "se utilizava da medida de proteção deferida em seu favor para perturbar o suposto agressor". No dia 16, uma decisão semelhante havia sido concedida determinando que seu ex-companheiro não se aproximasse e nem estabelecesse contato de qualquer forma. O pedido liminar de habeas-corpus apresentado pelo Ministério Público (MP) em favor da mulher, para reverter a concessão da medida ao ex-companheiro, foi indeferido na quarta-feira pelo desembargador Newton Brasil de Leão, da 3ª Câmara Criminal. O habeas-corpus segue tramitando no TJ-RS.

Yahoo notícias

Marina Silva candidata?



Folha Imagem

O gabinete da senadora Marina Silva (PT-AC) confirmou que ela recebeu convite para disputar a Presidência da República pelo PV e que avalia a possibilidade de concorrer em 2010.

Segundo nota publicada hoje pela coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, Marina foi convidada pelo presidente nacional do PV, José Luiz Penna, que teria apresentado uma pesquisa em que ela apareceria com até 12% dos votos.

"Esta tudo certo o que saiu no jornal, é isso mesmo", disse Jandira Gouveia, assessora de Marina. Marina teria pedido um tempo para pensar na proposta. Segundo Jandira, Marina está "avaliando a proposta do PV" e, no momento, não cogita entrar numa disputa interna dentro do PT.

"Votaria nela com entusiasmo", disse ao UOL Notícias o empresário Oded Grajew, que apoiou Luiz Inácio Lula da Silva em diversas ocasiões. Para o empresário, Silva está "léguas à frente da maioria da classe política em termos de desenvolvimento sustentável".

Segundo ele, que é próximo de Marina Silva, a senadora "vai procurar um lugar onde possa se sentir inteira, onde vai ser acolhida". Grajew nega que haja uma articulação que, há alguns meses pelo menos, discute a candidatura. "Marina hoje é muito cortejada, ela recebe muitos convites, não precisa de uma grande articulação. O convite do PV não é surpresa".

A aproximação com o PV foi assunto "Jornal do PV". Um texto publicado no site do partido, "Com Marina Silva: os primeiros passos - PV reúne-se com Marina Silva e discute caminhos inovadores para a política brasileira", relata a reunião da senadora, na quarta-feira, dia 29 de julho, com Penna, Alfredo Sirkis, presidente do PV no Rio, Sérgio Xavier e Marco Antônio Mroz, todos integrantes da Executiva Nacional do PV.

Numa entrevista recente a um jornal da Fundação Getúlio Vargas, Sirkis afirmou que "Marina Silva seria uma grande candidata à presidência da república pelo PV. Só não será se não quiser. O PV já decidiu lançar candidato à Presidência e o nome prioritário é o dela."

O site Movimento Marina Silva Presidente traz até um jingle, assinado por R. Arthur, que chama Marina de MahatMarina, alusão a ao líder pacifista indiando Mahatma Gandhi: "Pessoas vão e vêm/ Mas elas não vêm em vão/ MahatMarina tem /O mundo no coração", diz trecho da música.

Haroldo Ceravolo Sereza
Do UOL Notícias
Em São Paulo

2009/08/03

Novo secretário de Agricultura em Campos

O Diário Oficial do Município de Campos dos Goytacazes na edição referente aos dias primeiro, dois e três de agosto, em sua página 23, traz a publicação da portaria 2093/2009, que nomeia Carlos Frederico da Silva Paes para a secretaria de Agricultura, em lugar de Robson Corrêa Vieira, que respondia interinamente. Até então, Carlos Frederico ocupava cargo de diretor da secretaria.

H1N1 - MPF investiga ações em Campos

Rio de Janeiro - O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito civil público para investigar as medidas tomadas pelas autoridades municipais e estaduais em Campos, no norte fluminense, para conter a influenza A (H1N1) - gripe suína. Segundo nota divulgada pelo MPF, o procurador da República Eduardo Santos de Oliveira quer saber qual a capacidade de atendimento e tratamento das unidades públicas de saúde no município, o número de leitos e os kits de medicamento disponíveis.

De acordo com o MPF, a procura por atendimento médico em Campos aumentou “demasiadamente”, em virtude da nova gripe. O Ministério Público destacou ainda que a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), que tem sede em Campos, e a rede municipal já adiaram o fim das férias por causa da epidemia.

Além disso, o município vizinho de Macaé já declarou situação de emergência, em virtude do aumento de 40% no número de atendimentos em suas unidades de saúde. As secretarias Municipal e Estadual de Saúde terão 72 horas para prestar informações ao Ministério Público Federal.

Hoje (3), a prefeitura de Campos informou, em nota à imprensa, que as mulheres grávidas que apresentarem sintomas de gripe suína terão de ser medicadas imediatamente. Para tanto, as maternidades da cidade deverão ter estruturas específicas para tratar as gestantes com suspeita da doença.

Representantes da Secretaria Municipal de Saúde e diretores de hospitais da cidade terão um encontro hoje, às 19h, na Faculdade de Medicina de Campos, para discutir as novas medidas de atendimento às gestantes.

“Hoje, repassaremos as orientações, para que cada instituição seja capaz de prever o fluxo de atendimento, como a gestante será tratada, que profissional deve ser encarregado desse acompanhamento e, especialmente, sobre o pedido do remédio Tamiflu, que deve ser ministrado a toda gestante que apresentar sintomas da gripe A”, disse o chefe da Vigilância Epidemiológica de Campos, Charbell Kury, por meio da nota.

Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil
Edição: Nádia Franco
Agência Brasil

STF e a EBCT

O STF (Supremo Tribunal Federal) retoma, nesta segunda-feira (3), o julgamento da ação que contesta o monopólio dos Correios sobre o serviço postal no país. Os ministros devem decidir sobre a participação de empresas privadas no setor, a partir de ação proposta em 2003 pela Abraed (Associação Brasileira das Empresas de Distribuição) que pede que a lei 6.538/78 seja declarada inconstitucional.
O julgamento teve início em 2005 e, de lá para cá, vários pedidos de vista adiaram sua conclusão. Nesta segunda, a análise será retomada a partir do voto do ministro Carlos Alberto Menezes Direito, que pediu mais tempo para avaliar a questão, na sessão realizada no dia 12 de junho de 2008. Sete ministros já votaram. Quatro, pela manutenção dos serviços sob responsabilidade exclusiva da União: Eros Grau, Joaquim Barbosa, Cezar Peluso e Ellen Gracie. O relator, Marco Aurélio Mello, foi o único até agora a defender o fim do monopólio da estatal.
O presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, manifestou-se favorável ao monopólio, mas contrário à criminalização da violação do mesmo, constante dos artigos 42 a 45 da lei que rege os serviços postais no país. O ministro Carlos Ayres Britto considerou a ação parcialmente procedente, ao interpretar que a atividade meramente mercantil estaria excluída do monopólio estatal. Ainda faltam os votos de quatro ministros.
Na ação, a Abraed defende que as empresas de distribuição sofrem de insegurança jurídica pela indefinição da abrangência do monopólio dos Correios. E defende que ele fique restrito à entrega de cartas. "Uma decisão pelo total monopólio do Estado nos preocupa, porque as empresas de entregas vêm quebrando pelo avanço dos Correios", argumenta Antônio Juliani, um dos diretores do Setcesp (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e região). "Você pode imaginar São Paulo sem o serviço dos motoboys? São 1,5 mil empregos ameaçados e 15 mil empresas correndo o risco de fechar".
Ele diz que quando uma empresa de transportes é pequena, "fica longe da visibilidade dos Correios". Quando cresce, passa a ser alvo de notificações de que estaria exercendo uma atividade que é exclusiva da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos).
O presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio, diz que as notificações só ocorrem quando as empresas invadem a legislação em vigor e entregam documentos como contas de água, luz, telefone, talões de cheque e malotes. "Encomendas expressas e sedex outras empresas já fazem". Sua expectativa é que o STF "seja favorável à legislação que existe hoje", pois o fim do monopólio, em sua opinião, significará uma piora no atendimento à população, pela abrangência dos Correios no país. "A empresa privada só atuará em cidades de grande densidade
populacional".
Esse argumento também constou do voto da ministra Ellen Gracie, que avaliou a proposta de restrição do monopólio dos Correios às cartas como uma forma de as empresas privadas ficarem com "a parcela menos penosa e mais rentável do mercado de entregas de correspondência". Para a ministra, o serviço postal não deve ser submetido aos princípios da livre concorrência porque tem como fim a integração nacional.
Juliani contesta as argumentações, dizendo que o mercado de cartas é "muito rentável" e que, mesmo se não fosse, o Estado deveria estar presente. "Imagine essa linha de pensamento na saúde e na educação: então, onde não há rentabilidade, o Estado não cuida da saúde?"
Ele afirma que as companhias privadas também estão presentes fora dos grandes centros urbanos e ressalta que tem como vantagem a entrega em mãos da correspondência. "O Correio não sobe no 15º andar para entregar sua carta".
O diretor do Setcesp descarta ainda que o objetivo da ação seja privatizar a ECT. "Isso não passa pela nossa cabeça. Eu queria tranquilizar os funcionários dos Correios e dizer que (a estatal) não vai perder nada, não vai perder receita (com a participação das empresas privadas no setor)".

Uol notícias

2009/08/01

Cred Rio Norte

Já está em funcionamento na rua Dr. Siqueira, 278, em Campos dos Goytacazes, a Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Profissionais da Educação do Norte, Noroeste e Região dos Lagos, a Cred Rio Norte.
A inauguração das novas instalações ocorreu ontem à noite, numa solenidade bastante concorrida. A criação da Cred Rio Norte, presidida por Neilton Ribeiro da Silva, tornou-se possível a partir de autorização do Banco Central para o crescimento da antiga Coocefetcam, a cooperativa que aglutinava apenas os funcionários do então Cefet, hoje IFF.

As fotos são do colega Diomarcelo Pessanha

Andrade efetivado

Os bons resultados e os apelos da torcida surtiram efeito. Neste sábado, a diretoria do Flamengo decidiu efetivar Andrade como o novo treinador. Sendo assim, ele deixará de ser interino já na partida deste domingo, contra o Náutico, às 16h, no Maracanã, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.
"Estou muito feliz com este momento e sabia que um dia isso chegaria. Mas agora que estou efetivado como técnico, nada vai mudar. Continuarei sendo a mesma pessoa, mas a cobrança por resultados também será igual. Nem sempre os jogos serão fáceis, mas vejo muito coisa boa pela frente para o Flamengo", disse Andrade.
Andrade substituiu Cuca, que foi demitido após o empate com o Barueri. Em duas partidas, o até então interino esteve á beira do gramado nas vitórias sobre o Santos, na Vila Belmiro, e Atlético-MG, no Maracanã.
A decisão de efetivar Andrade foi informada aos jogadores cerca de 15 minutos antes do treino começar. Os atletas, é claro, gostaram da notícia.
"Estamos muito felizes pela notícia, fiquei emocionado e vejo o Andrade como uma pessoa maravilhosa e que quer o bem do Flamengo mais do que qualquer pessoa, porque conhece o clube como nenhum de nós. Vamos lutar sempre pelo bem do time e do Andrade também. Por isso estamos concentrados e certos de que não será fácil vencer o Náutico", salientou Kléberson.
Como técnico interino, Andrade teve seis passagens pelo Flamengo e comandou o time em 30 jogos, com nove vitórias, 13 empates e oito derrotas. Como jogador do clube, ele foi campeão da Libertadores e do Mundial Interclubes, em 1981, além de ter vencido quatro Campeonato Brasileiros (1980, 1982, 1983 e 1987) e os Estaduais de 1979, 1981 e 1986.
Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro

O Blog Geral acha que Andrade merece. Parabéns e MUITO boa sorte!