2014/10/20

Pezão chega a 46% das intenções de voto e amplia vantagem sobre Crivella, diz Ibope

Candidato do PRB cai dois pontos percentuais e tem 36%


RIO — O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, tem 46% das intenções de voto e segue liderando a disputa pelo governo do estado, mostra a pesquisa Ibope divulgada na noite desta segunda-feira. O candidato do PRB, Marcelo Crivella, aparece com 36%. Os dois candidatos oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Pezão subiu um ponto em relação à pesquisa divulgada na sexta-feira, enquanto Crivella caiu dois. A vantagem de Pezão, que era de sete pontos percentuais na sexta-feira, agora está em dez pontos.


Brancos e nulos somam 13%, enquanto 5% dos eleitores entrevistados não souberam responder. Em relação aos votos válidos, Pezão aparece com 56%, dois pontos a mais que no levantamento anterior. Crivella perdeu dois pontos e aparece com 44%.


O Ibope mediu também a avaliação do governo Pezão. Dos eleitores entrevistados, 50% afirmaram que aprovam a gestão, um aumento de três pontos em relação ao levantamento anterior. Já 32% disseram que desaprovam o governo, uma queda de dois pontos.


Nesta segunda-feira, Pezão e Crivella cumpriram, em momentos distintos, agendas de campanha ao lado da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.


O Ibope ouviu 2.002 eleitores em 46 municípios do Rio, entre sexta-feira e domingo. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) com o número RJ-00073/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR 00073/2014.


por
http://oglobo.globo.com/brasil/pezao-chega-46-das-intencoes-de-voto-amplia-vantagem-sobre-crivella-diz-ibope-14306362

2014/10/18

Quo vadis?

Lamentavelmente, mas muito lamentavelmente mesmo, nos últimos anos Campos só tem surgido no chamado cenário nacional da mídia por situações que jamais gostaríamos de ver. Por favor, alguém diga que estou equivocado, e me mostre.

2014/10/16

Ibope, votos válidos: Pezão tem 54%, e Crivella, 46%

Margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Segundo o instituto, indecisos somam 5%.


Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (16) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos na corrida para o governo do Rio de Janeiro:
Luiz Fernando Pezão (PMDB) - 54%
Marcelo Crivella (PRB) - 46%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo.

O Ibope afirma que, se as eleições fossem hoje, Pezão seria eleito governador do Estado do Rio.

Votos totais

Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

Luiz Fernando Pezão (PMDB) - 45%
Marcelo Crivella (PRB) - 38%
Branco/nulo – 12%
Indecisos – 5%

O Ibope fez a pesquisa nos dias 13 a 15 de outubro. O instituto ouviu 2002 eleitores. A margem de erro é de dois pontos, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número RJ-00070/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR 01101/2014.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/eleicoes/2014/noticia/2014/10/ibope-votos-validos-pezao-tem-54-e-crivella-46.html

“Serviço local, bem global” é tema do Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito



Objetivo é demonstrar o impacto positivo das cooperativas de crédito na economia mundial

Celebrado na terceira quinta-feira de outubro, o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito (DICC / ICU Day, em inglês) é promovido pelo Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions – Woccu) para divulgar o trabalho desenvolvido pelas cooperativas de crédito, aumentando a conscientização sobre sua importânciaeconômica e social e, consequentemente, o apoio ao movimento cooperativo. Em 2014, a comemoração está marcada para o próximo dia 16 com o tema “Serviço local, bem global”.

No Brasil, a campanha terá adesão por parte da Central Sicredi PR/SP/RJ, que promoverá, por meio do Projeto Mais Árvores, o plantio de 11 mil mudas nativas nos três estados de atuação. Além disso, jornalistas dessas regiões vão conhecer o Centro Administrativo do Sicredi, em Porto Alegre, e o berço do cooperativismo de crédito no Brasil, que fica em Nova Petrópolis (RS). Todas as ações serão registradas nas redes sociais, com a utilização de “hashtag” #ICUDay.

De acordo com dados do Woccu, 57 mil cooperativas de crédito estão presentes em 103 países e 208 milhões de pessoas celebrarão a data em todo o mundo. Os ativos totais das instituições financeiras cooperativas que fazem parte do Woccu movimentaram, em 2013, cerca de US$ 1,5 trilhão. Neste ano, Manfred Dasenbrock, presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ e da Sicredi Participações S.A., foi nomeado secretário geral da entidade – primeiro brasileiro a ocupar o cargo.

No Brasil, a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) contabiliza, com base em números de 2013 do Banco Central – incluindo cooperativas ligadas ao Sistema OCB, mais de 7 milhões de associados, 1.154 cooperativas de crédito com 4.959 pontos de atendimento espalhadas pelo País, gerando mais de 45 mil empregos. Elas movimentaram R$ 117,2 bilhões de ativos e R$ 55 bilhões em depósitos.
 
Inserido nesse contexto, o Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 2,8 milhões de associados, tem contribuído para o crescimento sólido e sustentável do cooperativismo de crédito e investimento. Em 2013, os ativos totais do Sistema atingiram R$ 38,4 bilhões e as sobras geradas totalizaram R$ 803,3 milhões. O Sicredi encerrou o primeiro semestre de 2014 com R$ 43,7 bilhões em ativos e 1.306 pontos de atendimento em 11 Estados brasileiros.

As cooperativas de crédito incentivam o empreendedorismo, criam oportunidades de negócio e promovem o crescimento, a educação e o fortalecimento das localidades em que estão presentes. “O objetivo principal do cooperativismo de crédito e investimento é agregar renda aos associados e à comunidade na qual está inserido. Assim, é possível promover um crescimento sustentável“, argumenta Dasenbrock.

www.cooperativismodecredito.coop.br

2014/10/15

TRE-RJ proíbe Universal de fazer campanha para Crivella em cultos e na TV

A juíza do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro) Daniela Assumpção de Souza proibiu a IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) de realizar cultos religiosos com pedidos de votos e promoção da imagem do candidato do PRB ao governo do Rio, Marcelo Crivellasobrinho de Edir Macedo, líder da Universal. As emissoras de televisão Record e CNT também estão proibidas de veicular "propaganda dissimulada" nos cultos da igreja.

A decisão foi motivada por um pedido da coligação "O Rio em 1º Lugar", do governador e candidato à reeleição, Luiz Fernando Pezão (PMDB), que apresentou vídeos do que seriam cultos transmitidos pela televisão em que pastores da igreja pedem votos para Crivella. "Os cultos eram realizados em grandes templos e com enorme concentração de público, constatando-se que todos os fiéis responderam em coro o nome do candidato", afirma a juíza em sua decisão.

A multa por descumprimento da decisão é de R$ 500 mil por dia. A IURD, a Record, a CNT e o senador podem responder por abuso de poder econômico, uso indevido dos meios de comunicação e propaganda irregular em bem de uso comum, no caso, os templos religiosos.

Em nota, a Igreja Universal afirma que "orienta todos os seus bispos e pastores a zelarem pelo rigoroso cumprimento da legislação" e diz que irá recorrer da decisão "naquilo que extrapole os limites já estabelecidos pela própria Lei Eleitoral e pelas resoluções do Tribunal Superior Eleitoral". Procurado pelo UOL, o candidato Marcelo Crivella não se posicionou até a publicação desta reportagem.

Do UOL, no Rio

2014/10/14

Horário de verão será mais longo, mas deve gerar economia de energia menor

A partir de domingo, 19, relógios deverão ser adiantados em uma hora no DF e em 10 estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste

BRASÍLIA - A previsão do o secretário de Energia, do Ministério de Minas e Energia, Ildo Grudtner, é de que o horário de verão 2014/2015, que terá duração de 126 dias, trará uma economia para o setor de R$ 278 milhões. O valor será R$ 127 milhões menor do que os R$ 405 milhões alcançados na última edição do horário especial 2013/2014, apesar da duração ter sido um pouco menor, em média são 122 dias.

O secretário atribuiu a diferença a utilização intensiva das termelétricas este ano, por causa da seca que vem assolando o país. Ele disse ainda que a economia nos reservatórios de energia elétrica com o horário de verão, no caso das regiões Sudeste/Centro-Oeste, onde estão os mais importantes, será de apenas 0,4%, e na região Sul, de 1,1%.

Ildo Grudtner acredita que poderão ser evitados investimentos de R$ 4,5 bilhões para a construção de novas térmicas a gás por causa da adoção do horário de verão.

O horário de verão vai começar a partir da zero hora do próximo domingo, dia 19, quando os relógios deverão ser adiantados em uma hora no Distrito Federal e em 10 estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O secretário disse que pelo decreto sobre o horário de verão normalmente termina no terceiro domingo de fevereiro, mas Ele vai terminar no dia 22 de fevereiro de 2015, quarto domingo do mês, porque o terceiro domingo coincide com o Carnaval.

— A gente busca (com o horário de verão) o melhor aproveitamento da luz do sol e consequentemente maior racionalidade no uso da energia elétrica — disse o secretário.

O principal objetivo da medida é reduzir o consumo de energia no horário de ponta, entre 18h e 21h. Isto evita a sobrecarga do sistema, nas linhas de transmissão, e diminui os riscos de queda de energia.

A expectativa do Ministério de Minas e Energia é de que neste horário de verão 2014/12015, a redução do consumo na ponta no Brasil seja de 4,5% ou 2.595 megawatts (MW).


http://oglobo.globo.com/economia/uso-das-termicas-deixara-economia-com-horario-de-verao-31-menor-14241734



















Rede Band promove hoje debate entre Aécio e Dilma

Transmissão do primeiro debate do segundo turno começará às 22h15

O internauta do Portal da Band poderá acompanhar ao vivo o evento e também os bastidores com a chegada dos candidatos, a partir das 20 horas.

Em uma eleição com muitas reviravoltas e campanhas agressivas, o primeiro debate entre os candidatos promete ser ainda mais disputado. A 12 dias da eleição, o eleitor quer que este encontro proporcione algumas respostas importantes.

“O primeiro debate do segundo turno vai indicar a postura que cada um dos candidatos vai adotar na reta final da campanha”, afirma o diretor de Jornalismo do Grupo Bandeirantes, Fernando Mitre.

“Uma das novidades do debate será as considerações iniciais. Cada candidato terá dois minutos livres para falar logo no início do encontro”, diz.

“Nós vamos ter 48 momentos em que um candidato vai ou perguntar, ou responder, ou replicar ou treplicar no confronto com o outro. E isso é uma novidade incrível nessa campanha e será uma oportunidade maravilhosa para que o telespectador veja as diferenças e faça as suas comparações”, complementa Mitre.

O internauta do Portal da Band também poderá acompanhar nos intervalos e após o debate uma análise com os cientistas políticos Pedro Fassoni e Vera Chaia, ambos da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo).

O debate também será transmitido pela BandNews TV, pelas rádios Bandeirantes e BandNews FM e pelo aplicativo da Band para smartphones e tablets. Os eleitores poderão fazer comentários pelo Twitter com a hashtag #debatedaband.

O debate terá 1h20 de duração, com quatro blocos de perguntas e respostas e um para as considerações finais. Como serão apenas dos concorrentes, o direito de resposta, quando solicitado por algum candidato, só será concedido se a eventual ofensa tiver ocorrido na última fala de cada bloco.

A responsabilidade de mediar esse encontro determinante para o futuro do País será do jornalista Ricardo Boechat. “Quem é o público? É você, o eleitor que tá aí, contando com a possibilidade, neste confronto, que não é ponto corrido, é mata-mata, agora no segundo turno, praticamente. Você poder decidir o que vai fazer com seu voto”, afirma.

2014/10/13

GPP: Pezão tem 56,8%, e Crivella, 43,2%

Pesquisa Estadual GPP de intenções de voto  para o governo do Rio de Janeiro, divulgada nesta segunda-feira (13) mostra o candidato do PMDB, Luiz Fernando Pezão, com 56,8% dos votos válidos, e o candidato do PRB, Marcelo Crivella, com 43,2%.
Com a inclusão dos votos inválidos, Pezão tem 47,8%, Crivella tem 36,3%, brancos e nulos somam 10,5%, e não sabem em quem votar, 5,4%.
No levantamento de intenções de voto por região, Pezão tem 47,2% na capital, 43,5% na região metropolitana, e 53,7% no interior. Crivella tem 33,4% na capital, 42,7% na região metropolitana, e 32,7% no interior.
A pesquisa foi realizada nos dias 6 e 7 de outubro.
Veja demais dados da pesquisa:
Dados da pesquisa GPP
Dados da pesquisa GPP
Jornal do Brasil
Hoje às 15h22
 
http://www.jb.com.br/eleicoes-2014/noticias/2014/10/13/gpp-pezao-tem-568-e-crivella-432/