2015/05/27

Farra do gol 2

'Dono do futebol brasileiro', réu confesso J. Hawilla terá que devolver US$ 151 mi


Além do ex-presidente da CBF José Maria Marin, de 83 anos, outros dois brasileiros são citados pela Justiça norte-americana no escândalo de corrupção entre a Fifa e empresas de marketing e transmissão esportiva.

O mais conhecido deles é o réu confesso José Hawilla, de 71 anos, dono da Traffic Group, maior agência de marketing esportivo da América Latina, que tem os direitos de transmissão, patrocínio e promoção de campeonatos de futebol e jogadores, além de empresas de comunicação no Brasil.

O departamento de Justiça revelou que J. Hawilla, como prefere ser chamado, teria confessado culpa, em dezembro do ano passado, por acusações de extorsão, fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução da justiça - ele é o único brasileiro entre os réus confessos declarados culpados pela Justiça dos EUA.

O caso envolvendo Hawilla, uma das figuras mais proeminentes do futebol nacional, só veio a público na manhã desta quarta-feira, com a divulgação da nota do departamento de Justiça, onde aparece com destaque.

Segundo a nota do governo dos EUA, o executivo teria concordado com o confisco de US$ 151 milhões de seu patrimônio - US$ 25 milhões deste total já teriam sido pagos no momento da confissão. O mandatário da Traffic já foi classificado diversas vezes pela imprensa nacional como "dono do futebol brasileiro".

De acordo com reportagens publicadas pela imprensa brasileira nos últimos 10 anos, estima-se que o faturamento anual da empresa de J. Hawilla, que começou a carreira profissional como vendedor de cachorros-quentes, gire em torno de US$ 500 milhões.

Negócios lucrativos

O Departamento de Justiça americano indiciou 14 pessoas por fraude, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha: nove dirigentes da Fifa e cinco executivos de empresas ligadas ao futebol.

O grupo é acusado de armar um esquema de corrupção com propinas de pelo menos US$ 150 milhões de dólares (mais de R$ 470 milhões), que existe há pelo menos 24 anos.

"O indiciamento sugere que a corrupção é desenfreada, sistêmica e tem raízes profundas tanto no exterior como aqui nos Estados Unidos", disse a procuradora-geral Loretta Lynch. "Essa corrupção começou há pelo menos duas gerações de executivos do futebol que, supostamente, abusaram de suas posições de confiança para obter milhões de dólares em subornos e propina."

A nota divulgada pela Justiça americana afirma ainda que investiga suposto pagamento e recebimento de suborno e propina em um acordo de patrocínio "da CBF com uma grande fabricantes de roupas esportivas dos EUA", na seleção do país anfitrião da Copa do Mundo de 2010 e nas eleições presidenciais da FIFA em 2011.

"Que fique claro: este não é o último capítulo na nossa investigação", disse o procurador americano Kelly T. Currie, durante o anúncio dos envolvidos no esquema de corrupção.

A empresa de J. Hawilla é a atual responsável pelos direitos de torneios como a Copa Libertadores, passes de jogadores como o argentino Conca e o brasileiro Hernanes, dona de times como o Estoril Praia, de Portugal, e pelas vendas de camarotes do Allianz Parque, estádio do Palmeiras, em São Paulo.

A Traffic teve exclusividade na comercialização de direitos internacionais de TV da Copa do Mundo da Fifa no Brasil, em 2014. O empresário brasileiro também foi o responsável pelo contrato celebrado em 1996 entre a Nike e a seleção brasileira - alvo de uma CPI, encerrada em junho de 2001 sem desdobramentos práticos.

Em 2008, J. Hawilla foi eleito o 56º homem mais influente do futebol mundial pela revista britânica World Soccer.

Marin e Margulies

José Maria Marin, presidente da CBF até o mês passado, é outro brasileiro entre os detidos pela polícia americana. Aos 83 anos, tem fama de ter subido na carreira por ser "o homem certo no lugar certo".

Marin já foi governador biônico de São Paulo durante a Ditadura Militar, deputado estadual paulista e vereador paulistano. Atualmente, ele é filiado ao PTB.

Assumiu o governo de São Paulo em 1982, quando o então governador Paulo Maluf foi disputar o cargo de deputado federal.

Também chegou à Presidência da CBF com uma renúncia, quando Ricardo Teixeira deixou o cargo por problemas de saúde e pressionado por denúncias de irregularidades à frente da entidade. Conforme estatuto da CBF, como Marin era o vice mais velho, ele assumiu a presidência da federação, integrando também a chefia do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014.

Logo que assumiu o cargo, Marin já foi reconhecido por gafes: já confundiu Ronaldo com Romário e, em 2012, foi flagrado colocando no bolso uma das medalhas da Copa São Paulo de Futebol Júnior durante a premiação aos jogadores vencedores do torneio.

O terceiro brasileiro investigado pelo FBI é José Margulies, de 75 anos, proprietário das empresas Valente Corp. e Somerton Ltd., ambas ligadas a transmissões esportivas.

Segundo o departamento de Justiça, Margulies supostamente atuou como intermediário para facilitar pagamentos ilegais entre executivos de marketing esportivo e autoridades do futebol.
Margulies aparece na lista dos acusados pela Justiça americana - que inclui outras nove pessoas, mas não traz mais informações sobre os desdobramentos práticos das acusações.

Uma representante da Traffic Sports disse à BBC Brasil que não havia ninguém disponível para comentar o teor da nota, até a publicação desta reportagem.
 
Da BBC Brasil
 

Farra do gol

Copa do Mundo do Brasil será investigada; acusados podem pegar 20 anos de cadeia

Após a operação surpresa que terminou com a prisão de José Maria Marin, ex-presidente da CBF, e outros executivos da Fifa na Suíça, a Justiça dos Estados Unidos garantiu que a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, será investigada a fundo, e que os acusados de corrupção podem ser presos por até 20 anos.

"O processo de candidatura do Brasil para a Copa do Mundo de 2014 já está sendo investigado. No entanto, não posso dar mais detalhes sobre isso no momento", revelou Loretta Lynch, secretária de Justiça dos EUA, em coletiva realizada em Nova York, nesta quarta-feira.

"As penas para os acusados podem chegar a até 20 anos de cadeia, mas depende de cada um dos acusados. Vamos ver cada investigação caso a caso para ver a possível pena para cada indivíduo", completou.

Segundo Kelly Currie, promotor federal de Nova York, diversos países estão colaborando com a investigação, que tem como objetivo "limpar de vez o futebol mundial".

O advogado disse que as informações já estão sendo passadas para o Brasil, onde muitos casos devem se desenrolar nos próximos meses.

"Já enviamos diversas informações para as autoridades brasileiras, que agora devem proceder da maneira que lhes parecer adequada", afirmou Currie.

Segundo o promotor, os Estados Unidos conduziram as investigações porque diversos processos de distribuição de propinas aconteceram em solo americano, além de envolverem entidades sediadas no país, como a Concacaf, que fica em Miami.

O FBI, que esteve presente na prisão dos acusados em Zurique, também se pronunciou sobre o caso, e assegurou que está trabalhando para desmembrar os esquemas de corrupção que assolam o futebol mundial.

"Uma das lições desse caso é a mensagem que podemos mandar: este tipo de esquema não passará despercebido, será sempre notado. Muitas pessoas se envolvem nesse tipo de prática pensando que vão se dar bem, mas não será assim. Estamos atrás de desmembrar os esquemas e não iremos descansar até o momento que o mundo entenda que esses esquemas não serão tolerados e serão castigados com todo o rigor da lei", bradou James Comey, diretor do FBI.

Entenda o caso

A dois dias da eleição para a presidência, um terremoto sacode a Fifa. Na madrugada desta quarta-feira, horário brasileiro, uma operação especial das autoridades suíças, sob liderança do FBI, prendeu sete executivos importantes da entidade sob a acusação de corrupção, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da CBF. O grupo dos detidos será extraditado para os Estados Unidos a fim de uma maior investigação sobre o assunto na federação mais importante do futebol mundial.

Segundo nota oficial do Departamento de Justiça norte-americano, 14 réus são acusados de extorsão, fraude e conspiração para lavagem de dinheiro, entre outros delitos, em um "esquema de 24 anos para enriquecer através da corrupção no futebol". Sete deles foram presos na Suíça. Além de Marin, Jeffrey Webb, Eduardo Li, Julio Rocha, Costas Takkas, Eugenio Figueredo e Rafael Esquivel. Um mandado de busca também será executado na sede da Concacaf, em Miami, nos EUA.

O brasileiro J.Hawilla, dono da Traffic, conhecida empresa de marketing esportivo, é um dos réus que se declararam culpados, assim como duas empresas de seu grupo, a Traffic Sports International Inc. and Traffic Sports USA Inc. Em dezembro de 2014, segundo a justiça dos EUA, ele concordou em pagar mais de 151 milhões de dólares, sendo que US$ 25 mi foram pagos na ocasião. As acusações são de extorsão, fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução de justiça.

Além de Hawilla, também se declararam culpados o norte-americano Charles Blazer, ex-secretário-geral da Concacaf e ex-representante dos EUA no Comitê Executivo da Fifa; Daryan e Daryll Warner, filhos do ex-presidente da Fifa Jack Warner.

http://espn.uol.com.br/noticia/513304_copa-do-mundo-do-brasil-sera-investigada-acusados-podem-pegar-20-anos-de-cadeia

Vestibular Cederj tem inscrições prorrogadas

Foi prorrogado até o próximo domingo (31/5) o prazo de inscrições para o Vestibular Cederj 2015/2. Nesta edição são oferecidas 7.749 vagas para 15 cursos de graduação a distância nas instituições públicas de Ensino Superior do Consórcio Cederj, da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj). São elas: Cefet, Uenf, Uerj, UFF, UFRJ, UFRRJ e UniRio. O estudante recebe todo material didático, na forma online e impressa, e é avaliado em atividades presenciais (provas) e a distância, em datas e horários pré-determinados.

Para concorrer a uma das vagas, o interessado deve fazer o Vestibular Cederj. A inscrição será feita apenas pela internet, no site da Fundação Cecierj (www.cederj.edu.br/vestibular), até o dia 31 de maio. O valor da taxa é R$ 65 e no ato da inscrição será necessário escolher o polo de ensino e o curso. A prova do Vestibular Cederj acontecerá no dia 20 de junho e os aprovados iniciarão a graduação no segundo semestre letivo de 2015.

Os candidatos têm a opção de escolher entre: Bacharel em Administração (711), Administração Pública (400) e Engenharia de Produção (400); e as licenciaturas em Ciências Biológicas (871), Física (375), Geografia (240), História (250), Letras (300), Matemática (830), Pedagogia (1.040), Química (318) e Turismo (285). Além disso, há vagas para Tecnólogo em Gestão de Turismo (250), Sistemas de Computação (529) e Segurança Pública (950).

As vagas para Tecnologia em Segurança Pública são destinadas somente a profissionais da ativa da Segurança Pública. Destas, 80% para policiais civis e militares do Estado do Rio de Janeiro e as demais 20% a profissionais da ativa das seguintes categorias: Guardas Municipais, Agentes Penitenciários, Bombeiros, Policiais Rodoviários Federais, Policiais Federais, membros das Forças Armadas, Agentes Portuários e Policiais Civis e Militares de outros estados da federação.

O Consórcio Cederj pertence à Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj), órgão vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. Atualmente, o Cederj possui mais de 40 mil alunos matriculados nos cursos de graduação a distância.

Os 32 polos regionais funcionam em Angra dos Reis, Barra do Piraí, Belford Roxo, Bom Jesus do Itabapoana, Campo Grande, Cantagalo, Duque de Caxias, Itaguaí, Itaocara, Itaperuna, Macaé, Magé e Miguel Pereira. Além de Natividade, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Paracambi, Petrópolis, Piraí, Resende, Rio Bonito, Rio das Flores, Rocinha, Santa Maria Madalena, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana, São Gonçalo, São Pedro da Aldeia, Saquarema, Três Rios e Volta Redonda.

http://www.rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=2446711

2015/05/25

Pela internet Receita faz leilão de celulares, motos e bicicletas; lance mínimo é de R$ 200

Órgão mantém espaço permanente no site onde são anunciadas as mercadorias apreendidas em todo o Brasil; valores de lances variam, assim como a composição dos lotes

A Receita Federal realiza leilão eletrônico ao longo desta semana de motocicletas, celulares, eletrodomésticos e eletrônicos e artigos diversos, oriundos de apreensões em Nova Iguaçu (RJ), Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. Os lances podem ser feitos de qualquer lugar do País, mas é preciso seguir trâmites orientados pelo Receita, no próprio site.
 
Segundo dados da Receita Federal, o órgão já arrecadou R$ 49,9 milhões em leilões neste ano.
O órgão mantém um espaço permanente em seu portal onde são anunciadas as mercadorias apreendidas que vão a leilão. Esses eventos são voltados tanto para pessoas físicas como jurídicas. A página é atualizada constantemente e conta com itens apreendidos em todo o Brasil. Um lote apreendido no Porto do Rio de Janeiro, por exemplo, tem valor inicial do lance de R$ 200.

Os interessados em participar do Leilão Eletrônico deverão acessar o Portal (e-CAC), mediante a utilização de Certificado Digital válido, e escolher a opção de serviço "Sistema de Leilão Eletrônico".

A Receita Federal orienta que para acessar o Sistema de Leilão Eletrônico é preciso utilizar o Navegador Internet Explorer 8.0 e 9.0, Google Chrome 27 (ou versões superiores) e Firefox 3.0 (ou versões superiores).


http://www25.receita.fazenda.gov.br/leilaoEletronicoInterPub/private/pages/visualizarPortalSle/visualizarPortalSle.jsf



http://economia.ig.com.br/2015-05-25/receita-faz-leilao-celulares-motos-e-bicicletas-lance-minimo-e-de-r-200.html

Preços da aposta da Mega-Sena, Lotofácil e Quina aumentam

Já está valendo desde domingo (24) o valor reajustado da aposta mínima da Mega-Sena, que passou de R$ 2,50 para R$ 3,50. Também aumentaram os preços das apostas na Lotofácil e Quina, Dupla-sena e nas loterias esportivas Loteca e Lotogol. Uma portaria publicada no dia 29 de abril no "Diário Oficial da União" autorizou a Caixa Econômica Federal a reajustar os preços das apostas das loterias.

Com a alta da aposta mínima, os preços das combinadas passam a ser os seguintes:

7 números – R$ 24,50
8 números – R$ 98
9 números – R$ 294
10 números – R$ 735
11 números – R$ 1.617
12 números – R$ 3.234
13 números – R$ 6.006
14 númreos – R$ 10.510,50
15 números – R$ 17.517,50

No caso da Lotofácil, o preço da aposta subiu para R$ 2 para as vendas a partir de 23 de maio (concurso 1.054).

Para a Quina, o valor da aposta de 5 números foi reajustado para R$ 1,50 para as vendas partir de 24 de maio (concurso 3.486).

No caso da Dupla-sena, o preço da aposta de seis números passou a R$ 2 a partir de 23 de maio.

Para a Loteca, a aposta simples passou a ser de R$ 1 a partir de 18 de maio.

Os preços das apostas da Lotogol passaram a ser de R$ 1 a partir de 18 de maio, para "1 aposta".
Com as elevações das apostas mínimas, sobem também, proporcionalmente, as apostas múltiplas dessas loterias.

As apostas da Lotomania e da Timemania serão mantidas, respectivamente, em R$ 1,50 e R$ 2.

http://g1.globo.com/loterias/noticia/2015/05/precos-da-aposta-da-mega-sena-lotofacil-e-quina-aumentam.html

2015/05/21

Menor detido por morte de ciclista no Rio tem outras 15 passagens

Suspeito de matar médico na Lagoa teve primeira anotação aos 11 anos

Segundo delegado, ele foi detido por dano ao patrimônio em 2010 na Lagoa.
Hoje adolescente tem 16 anos e 15 anotações.

Mariucha Machado Do G1 Rio
 
 
 
 
O adolescente de 16 anos suspeito de matar o médico Jaime Gold na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio, teve sua primeira anotação criminal aos 11 anos de idade, segundo o titular da Divisão de Homicídios, delegado Rivaldo Barbosa.

Na ocasião, em 2010, ele foi detido por dano ao patrimônio, na Avenida Epitácio Pessoa, na Lagoa, mesmo bairro onde é suspeito de ter esfaqueado o médico. Desde a primeira anotação, o menor teve outras 14, sendo 5 com uso de objetos como facas e tesouras.

Segundo Rivaldo Barbosa, ja existia uma investigação sobre o caso na 15ª DP (Gávea) que, por volta das 12h desta quarta foi passada para a DH. "Fizemos uma perícia no local e constatamos algumas testemunhas imagens, três horas após o inicio da investigação", contou. Ainda de acordo com Rivaldo, as principais áreas de atuação das anotações criminais eram Lagoa, Ipanema e Leblon.
Agentes da Divisao de Homicidios chegaram ao suspeito com a ajuda de testemunhas. Por volta das 20h de quarta, a polícia fez o inquérito e o levou ao poder judiciário, que decretou o mandado de busca e apreensão do menor. "Em uma operação em Manguinhos conseguimos pegá-lo em casa às 5h. Ele foi categórico em um papo informal ao dizer q ele furta e rouba na Zona Sul e vende para algumas pessoas na própria comunidade de Manguinhos", acrescentou.

Rivaldo Barbosa afirmou que os agentes conseguiram recuperar nove bicicletas, algumas chegam valor de 30 mil reais. "Neste mês de maio ja fizemos 34 prisão e apreendemos 38 armas. Não estamos satisfeitos ainda e tempos muito a fazer", concluiu.
Facas foram encontradas na casa do menor apreendido (Foto: Mariucha Machado/G1)Facas foram encontradas na casa do menor
apreendido (Foto: Mariucha Machado/G1)
Sobre o crime, Rivaldo afirma que ele foi atingido por trás. "Ele e o outro não deram qualquer possibilidade de defesa, foi um golpe por trás", contou. Segundo Rivaldo, apesar de admitir participação em roubos, até as 10h35 o menor não tinha confessado o crime.

A polícia, entretanto, diz não ter dúvida sobre a participação do menor. Em um corredor da casa dele, foram encontradas facas e bicicletas. A bicicleta do médico, porém, ainda não foi recuperada. 
O delegado ressaltou a frieza do jovem e a forma "sorrateira" que ele e o outro atuaram, segundo a polícia. O menor apreendido ainda prestava depoimento à policia às 10h45. 

Detido em Manguinhos

A polícia apreendeu na manhã desta quinta-feira (21) um dos adolescentes suspeitos de esfaquear e matar o médico. De acordo com a polícia, ele foi localizado em Manguinhos, no Subúrbio do Rio. O menor de 16 anos estava sendo encaminhado para a Divisão de Homicídios, que investiga o caso, às 9h desta quitna-feira. Bicicletas que teriam sido usadas pelos menores também foram levadas para a unidade policial.

"Num primeiro levantamento, a DH constatou que ele tem 16 anos de idade e 15 anotações criminais. Das 15, 5 seriam por conduta com emprego de arma branca, ou faca ou tesoura. É claro que estamos fazendo um levantamento mais apurado, mas num primeiro momento ele denota um perfil que anota uma linha criminosa de forma contumaz", disse o delegado Fernando Veloso, chefe da Polícia Civil, à rádio CBN.
Bicicletas roubadas foram apreendidas (Foto: Mariucha Machado / G1)Bicicletas roubadas foram apreendidas (Foto: Mariucha Machado / G1)

Lista de anotações
Confira a lista de passagens do menor pela polícial, com anos em que foram registradas, locais e crimes, quando informados pela polícia:

2010 – Avenida Epitácio Pessoa, Lagoa - crime contra o patrimônio
2010 – Epitácio Pessoa, Lagoa - crime patrimônio
2010 – Rua Nascimento Silva, Ipanema - crime não informado
2011 – Rua Prudente de Morais, Ipanema - crime contra o patrimônio
2011 – Av. Afrânio de Mello Franco, Leblon – crime não informado
2011 – Rua Humberto de Campos, Leblon - roubo
2011 – Rua Prudente de Morais, Ipanema - roubo
2012 - Leblon - crime contra o patrimônio
2013 - Bonsucesso - desacato
2013 – Mandela – resistência
2013 – Mandela - desacato
2014 – Rua Prudente de Moraes, Ipanema – roubo com faca
2014 – Avenida Vieira Souto, Ipanema - roubo
2014 – Rua Humberto de campos, Leblon – crime não informado
-  Rua Humberto de Campos, Leblon - data e crime não informados
Bicicletas usadas por menores foram levadas para DP (Foto: Reprodução/TV Globo)

Enterro

O corpo do médico Jaime Gold será velado e enterrado nesta quinta, no cemitério Israelita do Caju, na Região Portuária do Rio.

Durante a madrugada, o policiamento permaneceu reforçado na região. A Polícia Militar informou, em nota, que 48 PMs vão reforçar a segurança na região e farão abordagens em ônibus que circulam pelo local. O policiamento vai contar ainda com nove carros, oito motos e oito bicicletas.

Filha inconsolável

 Nesta quarta, (20), a filha do médico lamentou a morte do pai em uma rede social. Clara Amil Gold, que é estudante de psicologia, afirmou que "ninguém merece sofrer tamanha violência" e que não compreende um ser humano tirar uma vida "por uma bicicleta e uma carteira".

O médico foi esfaqueado na noite desta terça quando andava de bicicleta na Lagoa, altura da Curva do Calombo. De acordo com a Polícia Civil, ele foi abordado por dois adolescentes. Mesmo sem reagir, foi atacado na barriga e no braço.

Socorro

 Imagens gravadas por celular mostram o momento em que o ciclista é socorrido por homens do Corpo de Bombeiros. O roubo aconteceu pouco depois das 19h30, quando ainda havia bastante movimento na região. Os supostos menores fugiram levando a bicicleta. Jaime teve vários ferimentos na barriga e nos braços e estava internado no Hospital Miguel Couto, na Gávea, onde foi operado e não resistiu.

Imagens enviadas para o WhatsApp da Globo (21 - 999-00-2222) pelo funcionário público Frederico Berger, de 45 anos, mostram o socorro ao médico, que foi levado para a ambulância aparentemente desorientado, com os olhos abertos. Uma grande mancha de sangue ficou no asfalto da ciclovia. "Ele perdeu muito sangue. Levou uma facada um pouco abaixo do peito", contou. "Disseram que ele passa sempre ali de bicicleta", acrescentou Berger.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Em Campos professores municipais decidem manter greve

Cerca de 500 professores da rede municipal de ensino de Campos se reuniram em uma assembleia na noite desta quarta-feira (20) e decidiram continuar a greve até esta sexta-feira (22). O encontro foi no auditório da antiga Cedae, que ficou lotado. Na sexta-feira (22), às 15h, a categoria vai fazer uma assembleia na Praça São Salvador e um ato público, onde haverá nova avaliação sobre o movimento e a discussão de novos rumos. Segundo a professora Graciete Santana, a greve permanece com os professores nas escolas e o ponto sendo assinado.

“Vamos continuar conscientizando pais e alunos sobre a situação da má estrutura das escolas e condições dos profissionais. A categoria insiste no reajuste salarial e a proposta do governo com o plano de saúde gerenciado pelo Siprosep não foi aprovada”, comentou Graciete.

Professores criticaram escolas em microfone aberto

A reunião teve microfone aberto no qual professores de várias escolas denunciaram problemas do dia a dia. Entre as reclamações estavam: má estrutura física das unidades de ensino, número insuficiente de profissionais e acúmulo de função. “O governo diz que está tudo lindo nas escolas. Alguém trabalha em escola linda aqui?”, perguntou o professor Helmar Oliveira, seguido de um grito de ‘não’ dos outros professores.

A professora Odete Rocha se manifestou sobre a proposta de abono e gratificação oferecida pela prefeitura. “Eles nos oferecem abono e gratificação, mas isso é penduricalho que colocam e tiram a hora que querem. Isso não é salário”. Após a fala dela, todos os professores presentes gritaram por greve.

Outro tema abordado no encontro foi o gasto da prefeitura com a contratação da empresa Expoente para a distribuição dos materiais didáticos, enquanto o Governo Federal fornece material gratuito.

 “O tempo todo a prefeitura fala da crise do petróleo, como se isso fosse desculpa para tirar o que é nosso por direito. Então falamos dos livros da Expoente, que custam milhões e, nós professores, somos contra este gasto. Eu trabalho em uma escola onde faltam profissionais e ainda sofro com goteira na minha sala, mas tem o livro caro da Expoente. Não queremos este livro, queremos melhor estrutura nas nossas escolas e queremos saber quem ganha com isso”, disse a professora Luciana Ecard.

Apoio dos pais dos alunos ao movimento

Como incentivo ao movimento, a professora Odisséia Carvalho citou o apoio que os professores estão recebendo dos responsáveis pelos alunos. “Tenho quase 30 anos de magistério e nunca vi uma greve tão vitoriosa como a nossa. Foi lindo chegar nas escolas e ver os pais dando apoio total ao movimento. Foi lindo ver a força que nós educadores temos. Precisamos pensar agora nos riscos que uma greve prolongada tem e ter coragem e continuar firmes e mobilizados”, disse a professora.

Vereador fala sobre plano de saúde
O vereador Dayvison Miranda pediu para falar na assembleia e explicou que ele e o vereador Alexandre Tadeu, ambos do PRB, votaram a favor dos servidores quando a questão do reajuste salarial foi posta em votação na Câmara de Vereadores. Ele explicou ainda a proposta que o partido fez à prefeitura.

“Nós sabemos que os profissionais precisam de um plano de saúde e fizemos uma proposta ao governo municipal para que os profissionais recebessem um auxílio-saúde, como já funciona com o auxílio-alimentação. O valor de cerca de R$ 150 entra na conta e o profissional contrata o plano que quiser”, comentou Dayvison.

Os profissionais foram contra a sugestão e uma das diretoras do Sepe, Norma Dias, explicou que o assunto vai ser discutido mais detalhadamente em breve.

Reivindicações – Os professores estão reivindicando Plano de Cargos e Salários total, reajuste salarial, reposição das perdas salariais, condições dignas de trabalho, retorno do Plano de Saúde e vale-transporte, que estão suspensos há quatro meses, para todos os servidores; Auxílio Alimentação no valor de R$ 500; redução da carga horária em 1/3; e a incorporação da gratificação nos salários dos profissionais.

http://www.jornalterceiravia.com.br/noticias/campos_dos_goytacazes/69818/professores-lotam-assembleia-e-decidem-continuar-greve-ate-sexta-(22)