2012/04/30

Programação do SESI - maio

Eis a(s) questão(ões)

Só três perguntas básicas que ainda não vi ninguém fazer: quem vazou os vídeos e fotos do governador Sérgio Cabral na Europa, a troco de que e com qual intenção?

2012/04/28

Sicoob Cred Rio Norte inaugura PAC de Bom Jesus do Itabapoana

Dando continuidade a seu processo de expansão, o Sicoob Cred Rio Norte vai inaugurar no próximo dia três de maio, quinta-feira, às 16h30, o Posto de Atendimento ao Cooperado do município de Bom Jesus do Itabapoana, na região noroeste fluminense. A nova unidade será instalada no campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense – IFF, que funciona no colégio Ildefonso Bastos Borges, na avenida Dário Vieira Borges, 235, parque do Trevo. Este será o quarto PAC da cooperativa, que já conta com unidades em funcionamento em Macaé, São João da Barra e Itaperuna. Segundo adiantou Neilton Ribeiro da Silva, presidente do Sicoob Cred Rio Norte, já estão avançadas as negociações para a instalação do quinto posto de atendimento, desta vez em Quissamã, também junto ao campus do IFF naquele município.


Sicoob Cred Rio Norte

Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Profissionais da Educação do Norte, Noroeste Fluminense e Região dos Lagos
Rua Dr. Siqueira, 278 / parque Dom Bosco
CEP – 28030 130
Campos dos Goytacazes (RJ)
Tel.: (22) 27262750


www.sicoobcredrionorte.com.br

A folia de Campos

Hoje é o segundo dia, no sambódromo de Campos dos Goytacazes (RJ), ou, como nomeou o governo municipal, no Cepop, que sangrou os cofres públicos em aproximadamente R$ 80 milhões, o carnaval fora de época (ou Campos Folia, como insiste o governo). Em geral, ao blog parece que não se trata exatamente de uma época distinta, mas de uma festa da carne fora de seu tempo. Esperamos a estreia, e, apesar dos comentários mais que entusiasmados dos narradores oficiais, nada foi tão diferente dos últimos carnavais, fora o espaço.

Sem entrarmos no mérito de que, no seu mais íntimo, o povo de Campos em geral não tem hoje clima para brincar ao som dos batuques, não nos convence uma justificativa plausível para a realização desses shows e desfiles. Shows na realidade porque as grandes agremiações do Rio de Janeiro não desfilam, mas apresentam um espetáculo de porte médio, preparado para arrecadar dinheiro rodando o país e para os gringos verem lá fora. E os desfiles, bem, esses de Campos conhecemos há anos, sem evolução e trocadilho.

Dizer que o carnaval em Campos em sua época real é prejudicado pelas programações das praias da região seria um descobrir tardio da pólvora, mas também a assinatura sob a incompetência de se transformar os dias de folia em espetáculo de respeito, com planejamento e organização. Seria pedir muito?

Tentar fazer desse carnaval fora de época um evento efetivamente turístico é um esforço hercúleo, não só pela falta de vocação da cidade nesse sentido, como pela falta de estrutura de todas as agremiações carnavalescas locais. Alguém acredita que virão milhares (ok, centenas...) de foliões de outras cidades da região ou Rio de Janeiro para acompanhar a farra da planície? O número pode não ser um fiasco total devido à isca da apresentação de escolas de samba do Rio, custeadas pelo dinheiro público.

Enfim, fica um gosto de “o que é isso?”, de “para que isso?”. Para quem não consegue ficar parado com o ronco da cuíca ou certamente mora em Pasárgada, são dias de festa até a segunda-feira. Aliás, segunda não - é ponto facultativo para que todos possam dormir um pouco até mais tarde, sonhando com os próximos enredos desta nossa terra guerreira e que não merece castigo. E outra coisa: não entendemos porque a organização da festa está também a cargo da fundação Zumbi dos Palmares. O que ela tem a ver com o carnaval? A responsabilidadenão é da secretaria de Cultura e da fundação cultural Jornalista Oswaldo Lima?

2012/04/25

OAB: Direito em Debate discute políticas públicas voltadas para animais

A ausência de políticas públicas voltada para os animais e a necessidade de inclusão de matérias relativas ao tema nas universidades foram discutidas durante o programa Direito em Debate, que foi ao ar nesta terça-feira, dia 24. Para o presidente da OAB/RJ, Wadih Damous, as medidas devem ir além da criação de uma comissão de proteção aos animais na Seccional, sugerida por muitos. "Não se trata apenas de proteger os animais de maus tratos, o que, obviamente, é um pressuposto da interação com eles. Temos que cobrar políticas públicas de defesa da nossa fauna e nossa Comissão de Direito Ambiental está preparada para enfrentar este debate", afirmou.

Participaram da mesa redonda o coordenador da divisão de zoonoses - doenças em animais - da Secretaria Municipal de Marília (SP), Lupércio Garrido e os professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Rogério Caldas e da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) Daniel Lourenço.

Lupércio destacou a necessidade de uma ampla discussão sobre o tema. "Esse assunto diz respeito à saúde coletiva e à sustentabilidade do nosso modelo de civilização. É referente à justiça que deve ser feita a todos os seres do planeta", declarou. Ele esclareceu como as zoonoses são tratadas pelo poder público. "Os municípios é que acabam sendo onerados. Os recursos utilizados são do Sistema Único de Saúde, que não contempla atendimento médico-veterinário a animais sem donos", explicou.

A quase ausência de debates nos meios acadêmicos foi abordada por Rogério. "A discussão nas universidades em relação ao assunto ainda está no começo. Em diversas faculdades as matérias relativas ao tema são optativas ou, pior, nem existem", constatou.

Daniel considera a relação com os animais paradoxal. "Do mesmo modo como reputamos cães e gatos como membros da família, elegemos para uma posição moral secundária diversas outras espécies", observou. Ele classificou de precários os debates sobre o tema nas universidades. "Na UFRRJ existe uma cadeira de direito dos animais, que é, contudo, algo muito pontual. É necessário um grande avanço para proporcionar uma educação aos jovens que contemple este tipo de matéria", finalizou.

Para Wadih, os debates servirão de base para futuras ações. "Quero ver, após esses debates, de que forma a OAB/RJ vai poder contribuir para que tenhamos uma política pública de proteção à nossa fauna e ao nosso ambiente", declarou.

O Direito em Debate é transmitido pela Rede Vida todas as terças-feiras, às 21h, e está disponível na TV OAB/RJ.

TV OAB/RJ

Fonte: redação da Tribuna do advogado
http://www.oabrj.org.br/detalheNoticia/71249/Direito-dos-Animais-e-tema-de-debate.html
c/ed.

Cotas em universidades

STF decide se é constitucional a política de cotas nas instituições de ensino no Brasil

Assista ao vivo:

http://g1.globo.com/julgamento-stf-cotas-universidades/cobertura/

2012/04/21

Brasileiros fazem protestos contra a corrupção pelo país neste sábado

Manifestantes marcham contra supersalários, foro privilegiado e ficha suja.Grupo organizado pela internet estima que 80 cidades participem

Manifestantes de vários estados brasileiros organizam protestos neste sábado (21) contra a corrupção na política. Os grupos se organizaram para as marchas pelas redes sociais e pedem o fim do foro privilegiado para parlamentares, a reversão de aumentos de salários de vereadores e a obrigatoriedade de ficha limpa para candidatos a cargos eletivos. Os organizadores do movimento estimam que cerca de 80 cidades promovam protestos neste sábado.

21/04/2012 13h53 - Atualizado em 21/04/2012 17h25

Brasileiros fazem protestos contra a corrupção pelo país neste sábado
Manifestantes marcham contra supersalários, foro privilegiado e ficha suja.
Grupo organizado pela internet estima que 80 cidades participem.
Do G1, em São Paulo*

Manifestantes de vários estados brasileiros organizam protestos neste sábado (21) contra a corrupção na política. Os grupos se organizaram para as marchas pelas redes sociais e pedem o fim do foro privilegiado para parlamentares, a reversão de aumentos de salários de vereadores e a obrigatoriedade de ficha limpa para candidatos a cargos eletivos. Os organizadores do movimento estimam que cerca de 80 cidades promovam protestos neste sábado.

São Paulo
Centenas de pessoas participam do protesto contra a corrupção em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp) na Avenida Paulista. Por volta das 16h30, eles ocuparam duas faixas da avenida no sentido Consolação. Eles se alinharam para formar a expressão "SOS STF", uma mensagem endereçada ao Supremo Tribunal Federal, para que seja agilizado o processo de julgamento do mensalão. A Polícia Militar de São Paulo afirma que o protesto reuniu cerca de 500 pessoas. Os dez grupos que lideram a manifestação estimam a participação entre 2 mil e 2,5 mil pessoas. O grupo deixou o Masp para seguir até a Rua Bela Cintra, na Consolação. De lá, deve seguir até a Avenida Brigadeiro Faria Lima, onde a multidão deve se dispersar.

Distrito Federal
Em Brasília, manifestantes saíram em passeata a partir das 10h na Esplanada dos Ministérios. Eles pediram agilidade no julgamento do mensalão, ficha limpa para todos os cargos públicos, o fim do voto secreto no Congresso e a transformação de corrupção em crime hediondo. Segundo os organizadores, a manifestação reunia 20 mil pessoas às 10h. A Polícia Militar estimou em 3 mil o número de participantes.

Giderclay Zaballos, um dos organizadores do Movimento Brasil Contra a Corrupção, falou ao G1 da necessidade de protestar contra a corrupção. “Nós estamos aqui de novo porque estamos indignados. Se não houvesse nada disso [corrupção], a gente estaria aqui apenas curtindo a festa de Brasília. Mas não, viemos aqui para protestar contra tudo isso que está acontecendo.”

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal, Francisco Caputo, participou da manifestação."Esse movimento ele é bonito porque ele é espontâneo, ele nao tem dono, ele é de todos nós, que queremos o melhor para o Distrito Federal. Esse movimento é de todos aqueles que já nao aguentam mais essa impunidade que ainda existe em nosso país, todos nós que nao aguentamos mais os desvios dos políticos, das empresas."

Paraná
Em Curitiba, centenas de pessoas se reuniram no centro durante a manhã para participar da marcha. O movimento também foi chamado de "Dia do Basta Contra a Corrupção". Os organizadores pediram aos manifestantes levassem o título de eleitor, para colher assinaturas para projetos de lei e abaixo-assinados de interesse público.

Entre as bandeiras levantadas pelo movimento estão a destinação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação e o fim do foro privilegiado para parlamentares.

Espírito Santo
Moradores da cidade de Guarapari, na Grande Vitória, fizeram uma manifestação na manhã deste sábado contra o aumento dos salários dos vereadores. Eles fincaram 148 cruzes na areia da Praia do Morro, para simbolizar o percentual de 148% de aumento, aprovado em dezembro, e colheram assinaturas da população.

Um dos organizadores da manifestação, Rafael Vaillant, informou que o abaixo-assinado deve ser encaminhado ao Ministério Público. "O próximo passo que a gente deve dar com as assinaturas é ir até o Ministério Público. Um outro objetivo nosso é criar um projeto de lei para regulamentarmos os salários desses vereadores", comentou.

O aposentado Silas de Souza mostrou-se indignado com o aumento. "É um absurdo isso. A gente aposenta com um salário mínimo, enquanto os vereadores ficam ganhando um absurdo de dinheiro", falou.

Ceará
Em Fortaleza, o grupo “Unidos contra a Corrupção'' promove uma marcha a partir das 15 horas, com saída da Praça Portugal, no Bairro Aldeota, em Fortaleza. O protesto contra a corrupção deve reunir 5 mil pessoas na capital, de acordo com Daniel Frota, integrante do grupo e um dos organizadores do evento.

Segundo Frota, os manifestantes vão sair da praça, caminhar pela Avenida Desembargador e seguir na Avenida Beira-Mar até a estátua de Iracema, próximo à Volta da Jurema. “Estamos focando em três bandeiras, o fim do voto secreto nas câmaras legislativas, a tipificação da corrupção como crime inafiançável e na pressão para que ocorra o julgamento do caso mensalão'', afirma.

Pará
Centenas de pessoas foram às ruas de Belém na manhã deste sábado protestar contra a corrupção, como parte da Marcha Nacional de Combate à Corrupção. Entre os presentes estavam representantes de sindicatos, estudantes e demais membros da sociedade civil.

Para a estudante Juliana Souza, a manifestação é uma forma de expor a insatisfação diante dos problemas enfrentados pela sociedade. "Tudo que está acontecendo de problemas no país está envolvido com a corrupção, por isso não temos dinheiro para saúde e educação", desabafa a jovem.

Segundo um dos organizadores do movimento, o estudante de geografia Thiago Bessa, de 20 anos, a intenção é construir um elo com a sociedade civil. "Estamos abertos à sociedade. O que precisamos é de pessoas dispostas a se envolver nessa causa. A corrupção é como um câncer prejudicando a população", avalia Bessa.

G1
*Com informações do G1 CE, ES, PA, PR e DF

Festa pr'a que te quero

Através do http://blogclaudioandrade.blogspot.com.br/, que se baseou em publicações do Diário Oficial, tomamos conhecimento que o atual governo municipal de Campos dos Goytacazes (RJ), apenas com os recentes shows do padre Fábio de Melo, Alexandre Pires, Parangolé, Fernandinho, Gustavo Lima e Fábio Jr. e sua criação Fiuk, a maior parte para a inauguração da tão badalada espetacular obra do... sambódromo, e com o desfile da escola de samba União da Ilha (certamente uma pequena parte dela), que abrirá o carnaval (!) fora de época de nossa planície, mesmo sem qualquer tipo de clima para isso, torrou mais de R$ 731 mil.
Nada como viver numa cidade sem problemas.
Sem nada.

2012/04/20

Dilma no Açu

Segundo o jornalista Ancelmo Góis, na sua coluna desta sexta-feira no jornal O Globo, a presidente Dilma estará no próximo dia 26 em São João da Barra (RJ). Ela visitará as obras de construção do porto do Açu, acompanhada do empresário Eike Batista, e deverá também participar da celebração do primeiro óleo da OGX.
O blog acredita que a presidente será recebida pela prefeita Carla Machado.

2012/04/19

Desvio de dinheiro público

O prefeito da cidade de Presidente Kennedy (ES), Reginaldo dos Santos Quinta (PTB), foi preso nesta quinta-feira (19) durante a operação Lee Oswald, deflagrada pela Polícia Federal com apoio da Controladoria Geral da União e do Ministério Público Estadual no Espírito Santo.

A operação busca desarticular uma organização criminosa responsável por fraudes em licitações, superfaturamentos, desvio de verbas, além de pagamentos indevidos em contratos de serviços e compra de materiais no Estado. Até agora, 28 pessoas foram presas e os agentes cumprem ainda 51 mandados de busca e apreensão.

A investigação, iniciada há seis meses, verificou que o líder da quadrilha era o prefeito de Presidente Kennedy. A cidade é a campeã de créditos em royalties do Estado, com quase 20% de todo o valor recebido pelo Espírito Santo. No entanto, o município é o lanterna do ranking educacional no Estado e apresenta o quarto pior índice de desenvolvimento humano entre as cidades capixabas, segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PUND.

A grande quantidade de recursos municipais era desviada para os membros da quadrilha. As licitações eram montadas a partir de editais que restringiam a concorrência e eram direcionadas para grupos econômicos previamente escolhidos, que simulavam legalidade do processo. Foi identificado, até o momento, o desvio de cerca de R$ 50 milhões.

A quadrilha era formada pela sobrinha do prefeito, que acumulava a chefia de três secretarias municipais, além do Procurador Geral do Município, integrantes da comissão de licitação, empresários e dois policiais militares, sendo um deles o Comandante da Guarda Municipal. Um membro da executiva estadual do partido político do prefeito também participava do esquema criminoso.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, advocacia administrativa, prevaricação, peculato, falsidade ideológica, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, além de crimes específicos previsto na Lei de Licitações (lei 8.666/93).

Uol

Não é de agora

Uma obra na cidade de Campos dos Goytacazes é a maior prova que a Construtora Delta já havia fincado suas estacas no berço político do ex-governador Garotinho e, justamente, durante o governo de sua esposa, a Prefeita Rosinha Garotinho, antes de mesmo de Sérgio Cabral chegar ao Palácio Guanabara.

A Construtora Delta, em parceria com a Oriente Construção Civil, e sob o codinome Consórcio Paraíba do Sul, construiu a chamada ponte Rosinha, que na verdade se chama, conforme publicação no Diário Oficial do Estado, Leonel de Moura Brizola, no centro da cidade de Campos.

A obra foi inaugurada por Sérgio Cabral e Rosinha juntos.

A matéria pode ser conferida AQUI no blog do Pedlowski


Fonte: http://blogclaudioandrade.blogspot.com.br/

2012/04/18

Concurso da PMCG: novo calendário

Concurso Público da Prefeitura de Campos dos Goytacazes
Divulgado novo calendário

As provas serão realizadas somente no município de
Campos e apenas para os candidatos que efetuaram
pagamento bancário e geraram cartão de confirmação de
inscrição para a etapa realizada em 15 de abril.
As provas da área de Educação serão no dia 20: pela
manhã, para Professor II 25h e 35h; à tarde, para funções de
nível superior, como Pedagogo e Professores de disciplinas
específicas. Para o nível médio, as provas serão no dia 27 de
maio: pela manhã, para Agente de Operação e Fiscalização
de Transporte Coletivo, e à tarde para os demais cargos. As
provas para carreiras de Nível Superior, como Médico,
Assessor Técnico, Fiscal de Saúde Pública, Fisioterapeutas,
entre outras, serão aplicadas no dia 03 de junho, no turno da
manhã.
Informamos, ainda, que enviaremos a todos os
candidatos inscritos e-mails comunicando as novas
providências. Assim, aquele candidato que, por qualquer
razão, precisou usar e-mail de terceiros no ato da inscrição,
deve estar atento, porque não haverá outras formas de
comunicação além das já mencionadas. Não haverá novas
despesas de inscrição para os candidatos e nem alteração
dos conteúdos já divulgados.

www.cepuerj.uerj.br

2012/04/16

De novo: Campos sem ônibus

"Rodoviários param por tempo indeterminado a partir das 0h desta terça

Em reunião realizada na noite desta segunda-feira (16/04) servidores do transporte público de Campos decidiram dar sequencia a paralisação por tempo intermediário a partir da 0h desta terça-feira (17/04). Ao todo cerca de dois mil rodoviários vão cruzar os braços no município.

Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Roberto Virgílio, a categoria reivindica a equiparação do piso salarial com os trabalhadores do setor no município do Rio de Janeiro, onde o salário dos motoristas e cobradores é de R$ 1.618,06. Atualmente os rodoviários de Campos recebem R$ 1.283,40. Eles reivindicam ainda plano de saúde, cesta básica e uniforme.

“Queremos a equiparação com os trabalhadores do Rio tanto salarial como as condições de trabalho”, disse.

Virgílio disse ainda que o Sindicato Patronal chegou a oferecer reajuste de 10% para a categoria a partir de maio, mas eles só receberiam o aumento se a tarifa de ônibus aumentasse.

“A gente sabe que a tarifa não vai aumentar e então decidimos por unanimidade a paralisação. A data base para reajuste salarial é dia primeiro de março e este ano não tivemos aumento”, explicou.

De acordo com o Presidente a partir das 3h da manhã os trabalhadores vão fazer o piquete.

“Funcionários de empresas diferentes vão para as portas das garagens para evitar que saiam ônibus, esperamos ter aderência de 100% da categoria. Vamos parar por tempo indeterminado, a gente pede a compreensão da população, pois estamos reivindicando nossos direitos”, finalizou."

http://www.ururau.com.br/

Nota do MPERJ

16/04/2012
Candidatos são flagrados ao tentar fraudar concurso da Prefeitura de Campos dos Goytacazes

O Ministério Público do Estado Rio de Janeiro, por intermédio dos policiais que integram o Grupo de Apoio aos Promotores (GAP), cumpriu sete mandados judiciais de busca pessoal e apreensão junto a candidatos que realizaram, no último domingo (15/04), prova de concurso público para o cargo de agente de operação e fiscalização de transporte coletivo da Prefeitura de Campos dos Goytacazes. A investigação começou há cerca de 20 dias, após denúncia de cidadão que não se identificou à Ouvidoria do MPRJ (e não da Prefeitura de Campos), que informava que alguns candidatos fariam a prova munidos de aparelhos eletrônicos de comunicação.

A ação do GAP decorreu de pedido de expedição de mandados formulado pela 1ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal, subscrito pelos Promotores Alessandra Honorato Neves Batista e Victor Santos Queiroz, ao Juízo no sábado anterior (14/04), após a apuração preliminar da denúncia. Os mandados foram cumpridos na Universidade Estácio de Sá, no Colégio Thieres Cardoso, no Centro Educacional Feliciano Azevedo e no Colégio Estadual Silvio Bastos Tavares, onde os candidatos suspeitos faziam suas provas. "A atuação dos agentes do GAP foi discreta e eficiente para não prejudicar o normal andamento do concurso e se destinou a debelar esse foco isolado de fraude eletrônica, de acordo com as notícias que chegaram ao Ministério Público ", informou o Promotor de Justiça.

Com os suspeitos, foram apreendidos aparelhos de telefonia celular, por meio dos quais outro candidato repassaria as respostas. Os sete candidatos com os quais foram encontrados os aparelhos eletrônicos foram conduzidos à 134ª Delegacia de Polícia para a lavratura da prisão em flagrante pela prática do crime de fraude em certame de interesse público, sem prejuízo do prosseguimento das investigações com relação às práticas dos crimes de formação de quadrilha e de falsidade ideológica.

O MPRJ informa que, no momento do flagrante, o concurso era plenamente válido, portanto, a eventual anulação do certame não se deveu à atuação da Promotoria de Investigação Penal, que naquele momento visava apenas aos suspeitos.

http://www.mp.rj.gov.br/portal/page/portal/Internet

MST bloqueia entrada do Ministério do Desenvolvimento Agrário

Pasta diz que tomou 'providências jurídicas para reintegração de posse'.
Segundo MST, 1,5 mil participam do ato; grupo pede mais assentamentos.


Um grupo do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) bloqueia a entrada da sede do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MST) desde o início da manhã desta segunda-feira (16), não permitindo a entrada de servidores no local. O bloqueio atinge, segundo o ministério, também funcionários do Ministério do Esporte, que funciona no mesmo prédio. O grupo pede mais investimentos em assentamentos e reforma agrária.

Em nota oficial - leia no fim da reportagem -, o ministério informa que tomou "providências jurídicas cabíveis para reintegração de posse" e pede o "bom senso" do movimento para desocupar o prédio. Afirmou ainda que "somente após a liberação do prédio do MDA pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) irá retomar as negociações iniciadas com o movimento no último dia 11 (quarta), junto com o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho - ocasião em que os ministros receberam líderes do MST e deram início ao diálogo em torno da pauta de reivindicações".

De acordo com a Polícia Militar, cerca de 300 manifestantes ocupam o local. Em nota, o MST informou que 1,5 mil trabalhadores rurais participarão do protesto para "denunciar a estagnação da reforma agrária e a diminuição de investimentos em desapropriações de terras no país por parte do governo federal". O grupo pede ainda o assentamento de 186 mil famílias acampadas. A ocupação começou por volta de 6h.

Conforme o movimento, a ação integra a jornada nacional que o MST promove no mês de abril em todos os anos, o Abril Vermelho, para lembrar o Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará, em 1996, quando 21 sem-terra foram mortos.

16/04/2012 10h17 - Atualizado em 16/04/2012 11h44

MST bloqueia entrada do Ministério do Desenvolvimento Agrário
Pasta diz que tomou 'providência jurídicas para reintegração de posse'.
Segundo MST, 1,5 mil participam do ato; grupo pede mais assentamentos.
Do G1, em Brasília

11 comentáriosUm grupo do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) bloqueia a entrada da sede do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MST) desde o início da manhã desta segunda-feira (16), não permitindo a entrada de servidores no local. O bloqueio atinge, segundo o ministério, também funcionários do Ministério do Esporte, que funciona no mesmo prédio. O grupo pede mais investimentos em assentamentos e reforma agrária.

Em nota oficial - leia no fim da reportagem -, o ministério informa que tomou "providências jurídicas cabíveis para reintegração de posse" e pede o "bom senso" do movimento para desocupar o prédio. Afirmou ainda que "somente após a liberação do prédio do MDA pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) irá retomar as negociações iniciadas com o movimento no último dia 11 (quarta), junto com o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho - ocasião em que os ministros receberam líderes do MST e deram início ao diálogo em torno da pauta de reivindicações".

MST pede mais investimentos em assentamentos (Foto: Marcello Casal / Agência Brasil)De acordo com a Polícia Militar, cerca de 300 manifestantes ocupam o local. Em nota, o MST informou que 1,5 mil trabalhadores rurais participarão do protesto para "denunciar a estagnação da reforma agrária e a diminuição de investimentos em desapropriações de terras no país por parte do governo federal". O grupo pede ainda o assentamento de 186 mil famílias acampadas. A ocupação começou por volta de 6h.

Enquanto grupo ocupa sede do ministério, parte dos sem-terra espera em frente ao ministério (Foto: Natalia Godoy / G1)Conforme o movimento, a ação integra a jornada nacional que o MST promove no mês de abril em todos os anos, o Abril Vermelho, para lembrar o Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará, em 1996, quando 21 sem-terra foram mortos.

Grupo do MST ocupa prédio do Ministério do Desenvolvimento Agrário desde a manha desta segunda (Foto: Marcello Casal / Agência Brasil)Veja nota divulgada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário:

"Nota oficial - Agenda de negociações terá prosseguimento após desocupação do prédio

16/04/2012 10:46

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, vem a público informar que somente após a liberação do prédio do MDA pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) irá retomar as negociações iniciadas com o movimento no último dia 11 (quarta), junto com o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho - ocasião em que os ministros receberam líderes do MST e deram início ao diálogo em torno da pauta de reivindicações. Na reunião, ficou estabelecida uma agenda de negociações entre o governo federal e o MST, processo democrático que é incompatível com o comportamento iniciado na manhã desta segunda (16), quando membros do movimento passaram a ocupar o prédio do MDA na Esplanada dos Ministérios, inclusive bloqueando o acesso dos servidores dos três ministérios que integram o prédio aos seus locais de trabalho. As providências jurídicas cabíveis para reintegração de posse que garanta a normalidade de funcionamento desses órgãos governamentais já estão em andamento, mas o ministério conta com o bom senso do MST no sentido de espontaneamente desocuparem o prédio, para que possa ser dada continuidade a uma agenda de negociações já iniciada, dentro do espírito democrático e republicano que é a marca deste governo."

G1

2012/04/15

Exatamente como o previsto

"Concurso suspenso por falhas do Cepuerj

A Secretária de Planejamento e Gestão, Ana Lúcia Boynard, informa que a Prefeitura de Campos determinou a suspensão do Concurso Público Municipal, em função da identificação de falhas na organização e aplicação das provas pela instituição contratada, o Centro de Produção da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (CEPUERJ), neste domingo (15).

A Secretária informa também que estão sendo adotadas todas as medidas administrativas cabíveis para aplicar sanções contratuais, em virtude das falhas cometidas no decorrer dos dois turnos de provas aplicadas pelo CEPUERJ, impondo a esta instituição a responsabilidade pela promoção do concurso em nova data, a ser anunciada, o mais breve possível, sem prejuízos aos candidatos inscritos.

Postado por: Thábata Ferreira - 15/04/2012 17:51:00"

http://www.campos.rj.gov.br/exibirNoticia.php?id_noticia=13154

Concurso da PMCG suspenso

Assim como em outros locais, no IFF, pouco mais de uma hora depois que foi iniciada a realização das provas do concurso da prefeitura de Campos dos Goytacazes (RJ), às 15h de hoje, um fiscal percorreu as salas avisando aos candidatos que o concurso havia sido suspenso. Curiosamente, na mesma sala faziam provas candidatos a diferentes cargos. Eles levaram os cadernos de questões e devolveram o cartão de respostas. Na saída, além da enorme indignação coletiva, a constatação de que até alguns fiscais de corredor não sabiam que o concurso havia sido suspenso! A falta de informações oficiais era geral, assim como a insatisfação de todos com o concurso municipal.

Na Universo, segundo contaram ao blog vários candidatos, até as 16h os cadernos de questões não haviam sido distribuídos.

Na verdade, pelo exíguo espaço de tempo entre a abertura das inscrições e a aplicação das provas, podia-se antever a possibilidade de ocorrerem problemas, mas não no volume observado. Além disso, os próprios problemas observados na parte da manhã, como falta de provas e outros, já davam a nítida indicação de que o concurso deveria ser anulado.

O governo municipal não reagiu e ainda não se posicionou. O Cepuerj, contratado sem licitação pela notória especializalção, deverá ter jogado sobre seus ombros a responsabilidade pelas irregularidades, mas a prefeitura de Campos está longe de sair ilesa da questão e da pecha de incompetência e falta de respeito.

2012/04/13

CNJ lança site da central de informação sobre processos, o Google da Justiça

A menos de uma semana de deixar a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Cezar Peluso lançou nesta sexta-feira uma central nacional de informações sobre processos e bens dos brasileiros. Uma espécie de Google da Justiça, a central promete fornecer dados via Internet sobre a existência ou não de ações contra as pessoas e de imóveis.

A Central Nacional de Informações Processuais e Extraprocessuais (CNIPE) foi lançada sem que as informações de todo o país estivessem disponíveis. De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), nesta primeira fase será possível pesquisar de forma integrada mais de 30 milhões de processos, indisponibilidade de bens, protestos cambiais e ocorrências imobiliárias. O endereço na Internet para fazer as pesquisas é www.cnj.jus.br/cnipe.

Os dados por enquanto disponíveis são parciais e referem-se aos tribunais de Justiça de Alagoas, Distrito Federal, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo A expectativa no CNJ é de que até 2014 seja possível acessar todos os processos em tramitação na Justiça brasileira. Para criar a central, foram gastos R$ 44,9 milhões. Outros R$ 3 milhões serão consumidos com a prestação de serviços durante o primeiro ano.

"A partir de agora, o Judiciário se submeterá a um raio-X permanente. E os resultados deste exame estarão disponíveis a qualquer cidadão" , disse Peluso. "O acesso à informação é um dos requisitos básicos do exercício da cidadania nas modernas democracias. Com o lançamento da CNIPE, o Conselho Nacional de Justiça oferece contribuição importante à modernização da Justiça, à consolidação da democracia e à valorização da cidadania em nosso país. Com esse projeto, o Judiciário aproxima-se ainda mais dos cidadãos", afirmou.

Agência Estado
Uol

2012/04/12

Supremo aprova antecipação de parto de feto anencéfalo

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou a interrupção de gravidez de fetos anencéfalos, também chamada antecipação terapêutica do parto. Na anencefalia, há a ausência da maior parte do cérebro e da calota craniana (parte superior e arredondada do crânio). Foram oito votos favoráveis e dois contrários.

Agora, a grávida que tiver diagnóstico de feto com anencefalia poderá interromper a gravidez legalmente, sem a necessidade de recorrer à Justiça, como era feito até então. Vale lembrar que caberá à gestante decidir se leva a gestação adiante ou realiza a antecipação terapêutica do parto.

O julgamento foi suspenso ontem, com cinco votos a favor da interrupção da gravidez neste caso e um contra, de Ricardo Lewandoski. Na quarta (11), defenderam a tese o relator Marco Aurélio de Mello, Rosa Maria Weber, Joaquim Barbosa, Luiz Fux e Cármen Lúcia.

Na quinta (12), juntaram-se a eles, Carlos Ayres Britto, Gilmar Mendes e Celso de Mello. O presidente da Corte, Cézar Peluso, foi contrário. Entre os 11 ministros, apenas Dias Tóffoli não participa do julgamento, porque já tratou do caso quando era advogado-geral da União.

Para a maioria dos ministros, não há aborto no caso dos anencéfalos porque não há vida em potencial. Consequentemente, não há crime. O aborto é permitido apenas em casos de estupro e de risco à vida da gestante.

O presidente da Corte, Cézar Peluso, afirmou que este foi "o maior julgamento da história do Supremo". Votou contra a interrupção de gravidez de anencéfalos, comparando-a à pena de morte e à eutanásia. "Só coisa é objeto de disposição ou de direito alheio. O ser humano é sujeito de direitos", disse. "Falar em morte inevitável é pleonástico; ela o é para todos".

Maurício Savarese
Do UOL, em Brasília
c/ed.

Cooperativas de crédito crescem acima da média do mercado

O cooperativismo de crédito brasileiro continua crescendo e consolidando seu papel no processo de inclusão financeira no país. O segmento fechou 2011 com R$ 86,5 bilhões em ativos, contra R$ 68,7 bilhões contabilizados em 2010, registrando, assim, um aumento de 25,8%, perfazendo um total 8,7% superior às demais instituições financeiras. Os dados sobre o sistema financeiro nacional foram divulgados pelo Banco Central do Brasil (BC), incluindo as 1.312 cooperativas atuantes, e, dentre elas, as 1.047 ligadas ao Sistema OCB.

A evolução patrimonial foi outro indicador de destaque, no qual o setor registrou uma expansão de 20,6%, praticamente o dobro do percentual percebido pelo restante do mercado, chegando a R$ 15,9 bilhões no último ano. Segundo o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, isso se deve principalmente às ações do Programa de Capitalização das Cooperativas de Crédito (Procapcred), mas também ao reinvestimento em reservas de capital social decorrente das sobras apresentadas no final de cada exercício.

Para Freitas, os resultados alcançados em 2011 refletem o olhar do cooperativismo de crédito para o profissionalismo da gestão dos negócios. “Temos trabalhado para oferecer produtos e serviços diferenciados, com um atendimento personalizado aos nossos associados. Dessa forma, temos ganhado espaço no Sistema Financeiro Nacional (SFN) e vamos continuar atuando nesse sentido”, diz.

Os depósitos, por sua vez, totalizaram um crescimento de R$ 8 bilhões, passando de R$ 30,1 bilhões para R$ 38,1 bilhões, com um aumento de 26,3%. Ao mesmo tempo, a média das instituições financeiras restantes foi de 14,1%. As operações de crédito também tiveram uma evolução significativa, superando o mercado, que apresentou 22,3% de expansão nesse indicador, apontando incremento de 26%.

A ampliação do quadro de associados às cooperativas de crédito também deve ser ressaltada, uma vez que registrou o maior número de adesões em todos os anos. Com os 700 mil novos sócios que passaram a integrar o setor em 2011, as cooperativas de crédito já somam 5,8 milhões de cooperados.

O mesmo se pode dizer dos postos de atendimento cooperativo (PAC). Em 2011, foram inauguradas 354 novas unidades, mais de um PAC por dia útil, ou seja, praticamente 30 por mês. Essa foi a maior evolução dos últimos seis anos.

Ramo crédito (dados – BC/Sistema OCB) – Hoje, existem no país 1.312 cooperativas de crédito em atuação, reunindo 5,8 milhões de associados.

Fonte: OCB

Em Campos dos Goytacazes (RJ), conheça o Sicoob Cred Rio Norte - Rua Dr. Siqueira, 278 - Parque Dom Bosco
Campos dos Goytacazes - RJ CEP 28030-130
Tel.: (22)27262750 e Fax.: (22)27262752

E o povo, o que é?

E depois ainda reclamam das críticas.
Do http://blogclaudioandrade.blogspot.com.br/ :

"Onde foram realizados os cem shows do "DJ Júlio e sua máquina de som"?"


"O vereador e líder do governo Rosinha na Câmara dos Vereadores noticiou ontem na sessão algo que deixou todos estarrecidos. A oposição cobrou explicações acerca do pagamento de R$ 120.000.00 (cento e vinte mil reais) ao "DJ Julio e sua máquina de som" conforme inelegibilidade de licitação publicada no dia 19 de Março de 2012 e assinada pelo ex-secretário de governo Geraldo Pudim e replicada AQUI em nosso blog.

Diante da pressão da oposição, de grande parte da sociedade e do meio musical da cidade, o vereador Jorge Magal para defender o governo e, por conseguinte o alto valor pago pelo poder público a um músico apenas, informou que o valor se referia a cem apresentações de R$ 1.200 reais e isso justificaria. Detalhe: a publicação no Diário Oficial se refere à prestação de serviços no prazo máximo de 03 (três) meses.

Bem diante disso, surge a pergunta que não quer calar: onde foram realizados os cem shows do "DJ Júlio e sua máquina de som"?"

2012/04/11

AO VIVO: STF julga se libera aborto de fetos sem cérebro

Acompanhe aqui:

http://g1.globo.com/stf-julga-aborto-de-anencefalo/cobertura/

Governo do Rio quer auditorias em áreas de vazamentos em Campos

De novembro de 2011 até este mês foram detectados três derramamentos na região

RIO — O governo do Rio quer aproveitar a assinatura do Plano Nacional de Contingência (PNC) pela presidente Dilma Rousseff para encomendar auditorias internacionais nas áreas de exploração de óleo e gás do país, em particular na Bacia de Campos, conforme antecipou a coluna “Negócios & Cia” da jornalista Flávia Oliveira publicada nesta quarta-feira no jornal O GLOBO. Na região, que concentra 70% da produção nacional de petróleo, foram detectados três vazamentos de novembro de 2011 até este mês.

Primeiro, saíram 2.400 barris de uma fenda próxima a um poço da Chevron, no Campo de Frade. Mês passado, a mesma empresa detectou pequeno vazamento a três quilômetros do primeiro. Segunda-feira, foi a vez de a Petrobras revelar ocorrência mínima no Campo de Roncador, vizinho ao Frade.

O secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, já conversou com ANP, Ibama e Marinha sobre a auditoria externa internacional na Bacia de Campos. “O trabalho teria critérios técnicos estabelecidos pelos órgão regulador e ambiental e custo coberto pelas petrolíferas. É o mesmo modelo que o estado adotou após os problemas de emissão de poluentes na CSA, em Santa Cruz”, diz Minc.

O resultado da auditoria levou ao acordo com exigências ambientais que permitirão o licenciamento definitivo da siderúrgica. A auditoria não está prevista em contrato, mas seria proposta como aditivo, em razão do PNC e dos vazamentos recentes.

O Globo

2012/04/08

Encanador francês de 56 anos diz ser neto de Adolf Hitler

Philippe Loret (esq.) acredita ser neto de Adolf Hitler. Na direita, imagem de seu pai, Jean-Marie Loret

O encanador francês Philippe Loret, de 56 anos, diz acreditar ser neto do ditador austríaco Adolf Hitler. O segredo, que foi contado pelo pai de Loret, Jean-Marie Loret, estava guardado há 40 anos e só foi revelado agora, segundo o site do "Daily Mail".
 
Segundo Loret, a revelação foi feita pelo seu pai durante um jantar, enquanto ele e seus irmãos conversavam sobre o que havia acontecido no dia. “Crianças, eu tenho algo a dizer. Seu avô é Adolf Hitler”, conta o encanador. “Ficamos em um silêncio absoluto, já que ninguém sabia o que dizer. Nós não sabíamos como reagir” conta Loret.

No último mês, o filho de um soldado próximo a Hitler, divulgou um trecho do diário do pai, Leonard Wilkles, que parecia estar ligado às revelações recentes de Loret. “Hoje foi um dia interessante. Visitaram a casa onde Hitler esteve na última guerra e viram uma mulher que teve um bebê. Ela disse que agora seu filho luta no exército francês contra os alemães”, diz o diário. Tais informações dão peso à crença de que o pai de Loret, Jean-Marie, foi concebido após um breve relacionamento entre sua mãe francesa, Charlotte Lobjoire, e Hittler.

Segundo o "Daily Mail", testes mostram que Jean-Marie --que morreu em 1985, com 67 anos-- tinha o mesmo tipo sanguíneo de Hitler e escrita semelhante a do ditador. Embora Hitler não tenha filhos reconhecidos, papeis do exército alemão mostram que policiais levaram pacotes de dinheiro para Charlotte durante a Segunda Guerra Mundial.

Quando Charlotte morreu, em 1951, seu filho encontrou pinturas no sótão assinadas, segundo ele, por Hitler. Já na Alemanha, uma mulher pintada pelo ditador era extremamente parecida com a francesa. “Meu pai disse que o relacionamento durou apenas alguns meses. Ele voltou para a Alemanha e ela nunca mais o viu”, conta Phillipe.

Ainda de acordo com Phillipe, seu pai contou que “Hitler era um bom amante e foi gentil com minha avó. Mas, aparentemente, ele era uma pessoa ciumenta. Que eu saiba, ele nunca teve perversões sexuais e eu não quero fazê-lo mais monstro do que ele já é”, diz o suposto neto.

O texto diz ainda que, com vergonha de ter tido um filho ilegítimo, Charlotte foi embora e deixou seu recém-nascido com os pais. A certidão de nascimento de Jean-Marie diz que ele é filho natural de Miss Lobjoie.

No entanto, Phillipe conta ainda que Hitler, embora nunca tenha tido contado com Jean-Marie, sabia da existência do filho e fez planos para cuidar dele. Quanto tinha oito anos, Jean-Marie foi adotado por uma família rica e católica, o Frizons. A aprovação foi marcada por uma freira local chamado Irmã Theodosie, que conheceu Hitler. Aparentemente, ela fez isso a pedido dele.

Jean-Marie só descobriu que era suposto filho do ditador quando reencontrou sua mãe em Paris. “Meu pai foi reconhecido com sua mãe por oficiais alemães durante a Ocupação. Ele ainda passou uma semana com ela em seu apartamento. Foi quando ela disse que seu pai era Hitler, e não em seu leito de morte, como alguns relataram”, diz o neto.

Hoje, Phillipe tem três filhos e seis netos e diz nunca ter contado a ligação deles com Hitler. O encanador também disse que não acredita no conceito de um gene do mal e não está preocupado com o futuro de seus filhos ou seus netos. “Eu não sou uma má pessoa, e o que ele fez não tinha nada a ver comigo. Eram outros tempos. Nós não estávamos lá quando tudo isso aconteceu. Talvez as pessoas ao seu redor o manipulavam para fazer coisas desagradáveis. Talvez ele nem estava ciente de que tais coisas desagradáveis estavam acontecendo”.

do UOL, em São Paulo

2012/04/07

DEM cogita fusão com PSDB após saída de Demóstenes do partido

A oitava bancada da Câmara dos Deputados. Apenas quatro senadores. Somente uma governadora de Estado. Dois escândalos de corrupção recentes. Ex-todo-poderoso do Congresso, ainda sob o nome de PFL (Partido da Frente Liberal), o Democratas passa por uma crise de representatividade. Às vésperas de uma eleição municipal, que poderia redimir a legenda, não faltam integrantes mais ansiosos por uma eventual fusão com o aliado PSDB do que por crescer nas urnas.

O senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), um dos raros expoentes do DEM sem vínculo com famílias tradicionais, deixou o partido “com rumo frouxo” –nas palavras de um dos seus dirigentes. Pego em conversas suspeitas com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, o senador tinha expectativas de ser candidato a presidente em 2014, o que poderia ajudar o partido a retomar dias melhores no Congresso por conta da exposição nacional.

Agora, admitem membros do DEM, o cenário mais provável é de tentativa de fusão com o PSDB após as eleições municipais. “A diferença deve ser na forma”, disse um parlamentar da legenda que não quis se identificar. “Se o [deputado federal] ACM Neto ganhar a eleição em Salvador, se José Serra se eleger prefeito com um vice nosso, o cenário é um. Se isso não acontecer, as condições devem ser mais difíceis. Quando um partido fica muito maior que o outro, as condições para quem entra são piores.”

Para Luciano Dias, do Instituto Brasileiro de Estudos Políticos (Ibep), os escândalos de Demóstenes e do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda –envolvido no esquema do mensalão do DEM–, deixaram a sigla “com uma marca difícil de apagar em tão pouco tempo”. “A justificativa de que o DEM expulsa seus corruptos não serve nas eleições. É uma estratégia errada na qual o partido apostou há tempos. E está pagando agora. As pessoas querem saber de gestão”, disse.

A saída de Demóstenes fez os principais líderes do Democratas repetirem o discurso feito na época de Arruda. “O partido não está acuado, está aliviado”, disse o presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), nesta semana. “Os outros escondem debaixo do tapete. Veja o PT com o mensalão. Nós temos coragem de lidar de frente. Todo integrante que for pego em atos ilícitos será expulso. Pagaremos esse preço.”

Oficialmente, Maia não admite a fusão com o PSDB. Caso ela aconteça, o novo partido teria 80 deputados –menos apenas do que o PT. Pode não ser o suficiente diante de uma avassaladora base aliada da presidente Dilma Rousseff, mas pode criar um grupo mais coeso na tentativa de retomar o Palácio do Planalto em 2014.

Em 2011, em sua convenção nacional, o PSDB incumbiu Serra de liderar um processo que pode levar a fusão dos tucanos com o DEM e com o PPS, mais à esquerda. Desde então o projeto não evoluiu, à espera das eleições municipais deste ano.

Declínio antecipado

O professor Cláudio Couto, da FGV (Fundação Getúlio Vargas), acredita que o declínio do Democratas já estava previsto desde antes dos escândalos. “Isso é ruim para o cenário político brasileiro. Falta uma direita orgânica, porque a que temos é a patrimonialista, que é predadora do Estado e vai do PMDB para a direita. O DEM poderia ocupar esse espaço. Mas não ocupa”, afirmou.

O partido que já teve o senador Marco Maciel (PE) como vice-presidente da República hoje sofre para emplacar um companheiro de chapa na provável composição com Serra para buscar a prefeitura de São Paulo. Em 2008, a sigla perdeu quase 40% dos seus prefeitos, ficando com 501. Depois do surgimento do PSD (Partido Social Democrático), criado por sua ex-estrela, o prefeito paulistano Gilberto Kassab, esse número ficou em 395, segundo dados da Frente Nacional dos Prefeitos.

A sigla, que na reeleição do presidente Fernando Henrique Cardoso somava 105 deputados, derreteu para 84 na votação de 2002. Quando Luiz Inácio Lula da Silva foi reeleito presidente, em 2006, encolheu para 65 parlamentares na Casa. Ao longo do segundo mandato do petista no Palácio do Planalto, chegou a 56 –muitos deles migraram para siglas satélites do governismo como PR, PTB, PP e PMDB.

Quase três décadas atrás, os fundadores do Democratas militavam no autointitulado “maior partido do Ocidente”, a Arena (Aliança Renovadora Nacional, sigla de sustentação do Regime Militar). Na fase democrática, a legenda tinha o vice-presidente e, em 1998, era a maior do Congresso, com 105 deputados e 18 senadores.

Maurício Savarese
Do UOL, em Brasília

Leia a reportagem completa em
http://eleicoes.uol.com.br/2012/noticias/2012/04/07/apos-desgaste-com-saida-de-demostenes-dem-mira-eleicoes-de-olho-em-possivel-fusao.htm#

2012/04/05

Campos: feirantes preocupados com a reforma do mercado


"O anúncio das obras de reforma do Mercado Municipal e do Camelódromo deveria ser motivo de comemoração, no entanto, os feirantes estão muito preocupados e com justa razão. Temem que o ritmo do trabalho, a exemplo do que tem ocorrido em Campos, na atual gestão, seja à perder de vista e muitos comerciantes não resistam e acabem por falir, como, aliás, já aconteceu em outras obras no mesmo Mercado.

Por conta disso, o deputado estadual Roberto Henriques, recebeu uma comissão de pequenos mercadores que defenderam duas reivindicações, como salvaguardas: que a prefeitura institua uma comissão paritária para acompanhar a obra, com representantes da feira e que o calendário da intervenção no espaço físico seja, rigorosamente, cumprido.

Para formalizar o entendimento com o governo, o deputado Henriques oficiou à prefeita de Campos e aguarda retorno. Leia o ofício."


http://blogfernandoleite.blogspot.com.br/

2012/04/02

Tragédia que se repete

AP
Homem abre fogo em sala de aula de universidade nos EUA e mata pelo menos 5

OAKLAND, Estados Unidos — Um homem abriu fogo em uma universidade privada em Oakland, na Califórnia, nesta segunda-feira, deixando “múltiplas vítimas”, segundo a polícia. O suspeito está sendo procurado e possivelmente está armado.

O número de vítimas, porém, é incerto. Segundo fontes da Associated Press e a rede de TV KTVU, cinco pessoas morreram e outras ficaram feridas. Um jornal local informa que foram oito os atingidos. O suspeito, ainda segundo a rede de TV, entrou em uma sala de aula da universidade Oikos — uma pequena instituição privada religiosa — que fica próxima ao aeroporto internacional de Oakland.

A polícia já deteve um suspeito que estaria envolvido com o ataque e afirmou que não há ameaça à segurança pública na região. O suspeito foi preso em um centro comercial distante da universidade.

Autoridades ouvidas pela rede informaram que duas pessoas foram atingidas na cabeça. O suspeito é descrito como sendo homem, asiático e forte, com cerca de 40 anos. Segundo o jornal “Washignton Post”, ele aparenta ser coreano.

Os bombeiros teriam recebido a primeira chamada de socorro às 10h50 do horário local. Policiais ainda estão no campus procurando por suspeitos e feridos.

A porta-voz do hospital de Oakland afirmou que pelo menos quatro vítimas estão sendo atendidas na unidade — sendo que uma está em estado crítico.

— Uma das pessoas que estava dentro do prédio disse que havia um cara louco lá dentro — contou Brian Snow, que estava no local, ao canal KGO-TV. — Ela disse que alguém foi atingido no peito do seu lado.

Imagens de TV mostraram policiais retirando estudantes e levando-os a veículos da SWAT enquanto blindados se posicionavam ao redor de prédios.

O Globo