2017/02/23

Piso regional: Pudim, Gil Vianna e João Peixoto votam contra inclusão de jornalistas

Bruno Dauaire não estava na sessão em que foi rejeitada a emenda por 31 votos a 21

Estado do RJ
Por Redação
23 de fevereiro de 2017 - 12h30
(Foto: Luís Gustavo Soares)
Geraldo Pudim, Gil Vianna e João Peixoto votaram contra inclusão de jornalistas no piso regional; Bruno Dauaire não estava presente. (Foto: Luís Gustavo Soares)

Nenhum dos quatro deputados estaduais de Campos e região apoiou a inclusão dos jornalistas na faixa VI do piso regional. Geraldo Pudim (PMDB), Gil Vianna (PSB) e João Peixoto (PSDC) votaram contra a emenda do deputado Paulo Ramos (PSOL), que foi rejeitada na terça-feira (21) por 31 votos a 21. Bruno Dauaire (PR) não estava presente no momento da votação. Na ocasião, foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) o projeto de lei 2.344/17, que reajusta em 8% o piso regional.

A norma, com efeito retroativo a 1º de janeiro, altera o salário de mais de 170 categorias de trabalhadores da iniciativa privada. Com isso, as seis faixas salariais terão valores entre R$ 1.136,53 e R$ 2.899,79. O texto segue agora para sanção do governador Luiz Fernando Pezão.

A votação da emenda que incluía os jornalistas na faixa de remuneração mais alta do piso — e que conta com contadores, psicólogos e fisioterapeutas, entre outras categorias — gerou divergência entre os deputados. Paulo Melo (PMDB) disse que votou contra pois já há um acordo coletivo para o salário base dos profissionais de imprensa.

“A legislação federal é clara quando diz que o piso regional só deve ser criado quando não há esse acordo”, defendeu.

Já o autor da emenda defendeu a inclusão para que os profissionais não fiquem limitados diante da classe patronal.

“Esse é um direito que pode ser garantido aos jornalistas, para que de fato eles tenham a chamada liberdade de imprensa”, disse Paulo Ramos.

A assessoria de imprensa de Bruno Dauaire afirmou que o deputado “estava em uma reunião externa no momento da votação, mas que é a favor da inclusão dos jornalistas no piso regional”.

De acordo com o Diário Oficial de 22 de fevereiro de 2017, votaram contra a inclusão dos jornalistas: Aramis Brito (PHS), Átila Nunes (PMDB), Carlos Osório (PSDB), Chiquinho da Mangueira (PTN), Coronel Jairo (PMDB), Daniele Guerreiro (PMDB), Dica (PTN), Dionísio Lins (PP), Dr. Deodalto (DEM), Dr. Gothardo (PSL), Edson Albertassi (PMDB), Fábio Silva (PMDB), Fatinha (SDD), Figueiredo (PROS), Filipe Soares (DEM), Geraldo Pudim (PMDB), Gil Vianna (PSB), Gustavo Tutuca (PMDB), Iranildo Campos (PSD), João Peixoto (PSDC), Jorge Picciani (PMDB), Marcelo Simão (PMDB), Marcos Abrahão (PT do B), Marcus Vinícius (PTB), Milton Rangel (DEM), Nivaldo Mulim (PR), Paulo Melo (PMDB), Rafael Picciani (PMDB), Rosenverg Reis (PMDB), Zé Luiz Anchiete (PP) e Zito (PP).

A favor votaram: Carlos Minc (sem partido), Comte Bittencourt (PPS), Dr. Julianelli (REDE), Eliomar Coelho (PSOL), Enfermeira Rejane (PC do B), Flávio Bolsonaro (PSC), Flávio Serafini (PSOL), Gilberto Palmares (PT), Jânio Mendes (PDT), Luiz Paulo (PSDB), Marcelo Freixo (PSOL), Márcio Pacheco (PSC), Martha Rocha (PDT), Paulo Ramos (PSOL), Samuel Malafaia (DEM), Tio Carlos (SDD), Wagner Montes (PRB), Waldeck Carneiro (PT),Wanderson Nogueira (PSOL), Zaqueu Teixeira (PDT) e Zeidan (PT).

Veja abaixo os valores e algumas das categorias contempladas:

Faixa I – R$ 1.136,53 Trabalhadores agropecuários; empregados domésticos; trabalhadores de serviços de conservação e manutenção; auxiliar de serviços gerais e de escritório; guardadores de veículos, entre outros.
Faixa II – R$ 1.178,41 Trabalhadores da construção civil; carteiros; motoristas de ambulância; cozinheiros; operador de caixa; cabeleireiros e manicures; motoboys; comerciários; pintores; pedreiros; garçons, entre outros.
Faixa III – R$ 1.262,20 Soldadores; condutores de veículos de transportes; porteiros; secretários; telefonistas e operadores de telemarketing; eletricistas; frentistas; bombeiros civis; auxiliares de enfermagem, entre outros.
Faixa IV – R$1.529,26 Técnicos em enfermagem; trabalhadores de nível técnico registrados nos conselhos de suas áreas; técnicos em farmácia; técnicos em laboratório; bombeiro civil líder, entre outros.
Faixa V – R$2.306,45 Professores de Ensino Fundamental (1° ao 5° ano, regime 40h); técnicos de eletrônica; intérprete de Libras; técnicos de segurança do trabalho; técnico de instrumentação cirúrgica, entre outros.
Faixa VI – R$2.899,79 Contadores; psicólogos; fisioterapeutas; sociólogo; assistentes sociais; biólogos; nutricionistas; bibliotecários; enfermeiros, entre outros.

Confira todas as categorias aqui.

http://www.jornalterceiravia.com.br/2017/02/23/piso-regional-pudim-gil-vianna-e-joao-peixoto-votam-contra-inclusao-de-jornalistas/

Nenhum comentário: