2016/02/23

E daí?


O programa do PT exibido em rede nacional esta noite quis dar uma injeção de ânimo. Falou de crise mundial, e não do país; mostrou um povo travestido de guerreiro, quando hoje quer pelo menos pagar as contas no fim do mês; exaltou alguns números sobre inclusão de ex-pobres e o “ódio” de quem não “gosta de dividir a poltrona dos aviões” com os novos classe B, que já voltaram às classes C e D, sem aviso ao marqueteiro (quem será o novo, já que o mais recente está preso?). As redes de saúde e educação da União estão um caos, diariamente esbofeteando o povo, e a Previdência Social é uma bomba relógio, depois de 12 anos. Faltam planejamento, vontade, inteligência. E nenhuma citação, sequer para se dizer o que poderia ser feito.
Tentou o programa apelar para a emoção,  para a possibilidade de, de alguma forma (já que não citou qualquer uma de modo efetivo), superarmos a crise e falou das “maravilhas” que o remédio PT fez ao Brasil... Nem Alice faria melhor.
Mas nem uma linha, nem uma palavrinha sequer, nem mesmo um leve ruído acerca do mar de lama em que se envolveu o partido, em um dos maiores escândalos de corrupção da história do planeta, que não se sabe onde vai dar, já que a cada dia novos fatos surgem, como um novelo imundo, a não ser de que estão “ tentando manchar a história” do Lula... que, aliás, falou, falou e nada disse.
Programa inócuo e tangenciando ao deboche. Lamentável.

 

Nenhum comentário: